domingo, 14 de junho de 2009

Mc 4,26-34 - Jesus fala do Reino em parábolas

Décimo Primeiro Domingo do Tempo Comum
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.
Que me vês e escutas as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo:
eu te adoro.
Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Foste tão ofendido por mim:
eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso:
eu te peço todas as graçasque sabes serem necessárias para mim.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia? Leio atentamente o texto: Mc 4,26-34, e observo as comparações que Jesus faz.

Jesus disse:
- O Reino de Deus é como um homem que joga a semente na terra. Quer ele esteja acordado, quer esteja dormindo, ela brota e cresce, sem ele saber como isso acontece. É a própria terra que dá o seu fruto: primeiro aparece a planta, depois a espiga, e, mais tarde, os grãos que enchem a espiga. Quando as espigas ficam maduras, o homem começa a cortá-las com a foice, pois chegou o tempo da colheita.
Jesus continuou:
- Com o que podemos comparar o Reino de Deus? Que parábola podemos usar para isso? Ele é como uma semente de mostarda, que é a menor de todas as sementes. Mas, depois de semeada, cresce muito até ficar a maior de todas as plantas. E os seus ramos são tão grandes, que os passarinhos fazem ninhos entre as suas folhas. Assim, usando muitas parábolas como estas, Jesus falava ao povo de um modo que eles podiam entender. E só falava com eles usando parábolas, mas explicava tudo em particular aos discípulos.

Jesus usava parábolas para falar com o povo. Neste texto, compara o Reino de Deus com um semeador e com uma semente de mostarda, a menor de todas as sementes que depois se torna uma grande árvore. A pequenez é um estágio ou começo muito importante para identificar o Reino. A semente precisa de terra boa (coração), precisa de água e calor (acolhimento), precisa de silêncio e tempo ( paciência) para nascer e crescer. Plantar o Reino no mundo é missão de todos o s que acolhem a Palavra de Deus no seu coração e se colocam no seguimento de Jesus Cristo.


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Qual palavra mais me toca o coração?
Sou semeador e sou semente do Reino de Deus.
Permito que o Reino aconteça no meio em que vivo?



3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com a canção de Zé Vicente,
Missão de todos nós.


O Deus que me criou,
me quis me consagrou
para anunciar o seu amor.
Eu sou como chuva em terra seca pra saciar,
fazer brotar eu vivo para amar e pra servir!

É missão de todos nós,
Deus chama,
eu quero ouvir a sua voz!

Eu sou como a flor por sobre o muro
Eu tenho mel, sabor do céu
Eu vivo para amar e pra servir.

Eu sou como estrela em noite escura.
Eu levo a luz, sigo a Jesus.
Eu vivo para amar e pra servir!

Eu sou, sou profeta da verdade.
canto a justiça e a liberdade.
Eu vivo para amar e pra servir!
(CD Nas horas de Deus amém, COMEP)

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Os bispos, em Aparecida, sugerem:"Na vida cotidiana, vejamos a realidade que nos circunda à luz de sua providência e a julguemos segundo Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, e atuemos a partir da Igreja, Corpo Místico de Cristo e Sacramento universal de salvação, na propagação do Reino de Deus, que se semeia nesta terra e que frutifica plenamente no Céu". (DA, 19).


Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

Nenhum comentário: