quarta-feira, 10 de junho de 2009

Mt 5,17-19 - A Lei de Moisés

10a. Semana do Tempo Comum
Preparando-nos para a Leitura Orante, bendizemos a Trindade, com os bispos da América Latina:
“ Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com toda sorte de bênçãos na pessoa de Cristo (cf. Ef 1,3). O Deus da Aliança, rico em misericórdia, nos amou primeiro; imerecidamente amou a cada um de nós; por isso o bendizemos, animados pelo Espírito Santo, Espírito vivificador, alma e vida da Igreja. Ele, que foi derramado em nossos corações, geme e intercede por nós e, com seus dons nos fortalece em nosso caminho de discípulos e missionários.”(DA, 24).


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Mt 5,17-19 - A Lei de Moisés

Disse Jesus:
- Não pensem que eu vim para acabar com a Lei de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei - nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas. Portanto, qualquer um que desobedecer ao menor mandamento e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no Reino do Céu. Por outro lado, quem obedecer à Lei e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado grande no Reino do Céu. Pois eu afirmo a vocês que só entrarão no Reino do Céu se forem mais fiéis em fazer a vontade de Deus do que os mestres da Lei e os fariseus.

Jesus afirma que não veio destruir a Lei, mas dar-lhe o sentido completo de vida. Ou seja, a Lei de Deus é fundamento e inspiração para a justiça e a misericórdia.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Como vivo a Lei de Deus? Você se recorda dos 10 Mandamentos? Vale recordá-los:
1. Amar a Deus sobre todas as coisas.
2. Não tomar seu santo nome em vão.
3. Guardar domingos e festas.
4. Honrar pai e mãe.
5. Não matar.
6. Não pecar contra a castidade (fidelidade).
7. Não furtar.
8. Não levantar falso testemunho.
9. Não desejar a mulher do próximo.
10. Não cobiçar as coisas alheias.
É bom avaliar como vivo estes mandamentos: com senso de justiça, sem deixar-me levar pela parcialidade ou interesses pessoais? Mereceria analisar um por um dos mandamentos.
Os bispos reunidos em Aparecida, nos lembram no documento final: “ Uma fé católica reduzida a conhecimento, a um elenco de algumas normas e de proibições, a práticas de devoção fragmentadas, a adesões seletivas e parciais das verdades da fé, a uma participação ocasional em alguns sacramentos, à repetição de princípios doutrinais, a moralismos brandos ou crispados que não convertem a vida dos batizados, não resistiria aos embates do tempo. Nossa maior ameaça “é o medíocre pragmatismo da vida cotidiana da Igreja na qual, aparentemente, tudo procede com normalidade, mas na verdade a fé vai se desgastando e degenerando em mesquinhez”. A todos nos toca “recomeçar a partir de Cristo”, reconhecendo que “não se começa a ser cristão por uma decisão ética ou uma grande idéia, mas pelo encontro com um acontecimento, com uma Pessoa, que dá um novo horizonte à vida e, com isso, uma orientação decisiva”. (DA, 12).


3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com toda a Igreja na América Latina:
“Bendizemos a Deus com ânimo agradecido,
porque nos chamou para sermos instrumentos
de seu reino de amor e de vida, de justiça e de paz,
pelo qual tantos se sacrificaram. (DA, 25).




4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Sou uma pessoa convocada pela Palavra do Evangelho
a viver integralmente
a Lei que Jesus Cristo resumiu no amor.
posso viver o dia de hoje
e todos os outros.


Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

Nenhum comentário: