sábado, 25 de julho de 2009

Mt 20,17-28 – Autoridade é serviço

Inicio este momento, orando com Bento XVI:
Senhor, dá-nos sempre o fogo
de vosso Santo Espírito,
que ilumine as nossas mentes
e desperte entre nós o desejo de contemplar-te,
o amor aos irmãos, especialmente aos aflitos,
e o ardor por anunciar-te no início deste século
.


1. Leitura (Verdade) - O que a Palavra diz?
Leio atentamente o texto de hoje: Mt 20,17-28.
A mãe dos filhos de Zebedeu chegou com os seus filhos perto de Jesus, curvou-se e pediu a ele um favor.
- O que é que você quer? - perguntou Jesus.
Ela respondeu:
- Prometa que, quando o senhor se tornar Rei, estes meus dois filhos sentarão à sua direita e à sua esquerda.
Jesus disse aos dois filhos dela:
- Vocês não sabem o que estão pedindo. Por acaso vocês podem beber o cálice que eu vou beber?
- Podemos! - responderam eles.
Então Jesus disse:
- De fato, vocês beberão o cálice que eu vou beber, mas eu não tenho o direito de escolher quem vai sentar à minha direita e à minha esquerda. Pois foi o meu Pai quem preparou esses lugares e ele os dará a quem quiser.
Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram zangados com os dois irmãos. Então Jesus chamou todos para perto de si e disse:
- Como vocês sabem, os governadores dos povos pagãos têm autoridade sobre eles, e os poderosos mandam neles. Mas entre vocês não pode ser assim. Pelo contrário, quem quiser ser importante, que sirva os outros, e quem quiser ser o primeiro, que seja o escravo de vocês. Porque até o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.
Hoje, dia de São Tiago, morto por Herodes (+44), sendo o primeiro mártir. Tiago e João sonham com poder e honrarias, suscitando discórdia e competição entre os outros discípulos. Jesus mostra que a única coisa importante para o discípulo é segui-lo : servir e não ser servido. Na nova sociedade que Jesus projeta, a autoridade não é exercício de poder, mas serviço que se exprime na entrega de si mesmo para o bem comum.


2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
O meu ser discípulo é conforme o Evangelho?
Sou aquela pessoa que serve porque segue Jesus?
Vale recordar o que disseram os bispos em Aparecida:
A vida se acrescenta dando-a e se enfraquece no isolamento e na comodidade. De fato, os que mais desfrutam da vida são os que deixam da margem a segurança e se apaixonam na missão de comunicar vida aos demais. O Evangelho nos ajuda a descobrir que um cuidado enfermiço da própria vida depõe contra a qualidade humana e cristã dessa mesma vida. Vive-se muito melhor quando temos liberdade interior para doá: “Quem aprecia sua vida terrena, a perderá” (Jo 12,25). Aqui descobrimos outra profunda lei da realidade: “ que a vida se alcança e amadurece à medida que é entregue para dar vida aos outros. Isso é, definitivamente, a missão.” (DA, 360).


3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Rezo, com o bem-aventurado Alberione:
Jesus Mestre,
que eu pense com a tua inteligência
e com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu Coração...
Que eu veja sempre com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça somente com teus ouvidos.
Que eu saboreie aquilo que tu gostas.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés sigam os teus passos.
Que eu reze com as tuas orações.
Que meu tratamento seja o teu.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim.
(Bem-aventurado Tiago Alberione)


4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Nas relações onde devo exercer alguma autoridade
vou fazê-la como um serviço, como Jesus


ANO SACERDOTAL – http://2009-2010anosacerdotal.blogspot.com

Nenhum comentário: