domingo, 2 de agosto de 2009

Jo 6, 24-35 - Jesus é o Pão da Vida

Preparo-me para a Leitura Orante,

rezando com todos os que fazem esta oração:

Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.

Que me vês e escutas as minhas orações.

Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.

Tu me deste tudo: eu te agradeço.

Foste tão ofendido por mim:eu te peço perdão de todo o coração.

Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças

que sabes serem necessárias para mim.

Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade)

O que diz o texto do dia?

Leio atentamente o texto: Jo 6, 24-35,

e observo pessoas pedindo a Jesus um sinal.

Quando viram que Jesus e os seus discípulos não estavam ali, subiram nos barcos e saíram para Cafarnaum a fim de procurá-lo. A multidão encontrou Jesus no lado oeste do lago, e perguntaram a ele:

- Mestre, quando foi que o senhor chegou aqui? Jesus respondeu:

- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: vocês estão me procurando porque comeram os pães e ficaram satisfeitos e não porque entenderam os meus milagres. Não trabalhem a fim de conseguir a comida que se estraga, mas a fim de conseguir a comida que dura para a vida eterna. O Filho do Homem dará essa comida a vocês porque Deus, o Pai, deu provas de que ele tem autoridade. - O que é que Deus quer que a gente faça? - perguntaram eles. - Ele quer que vocês creiam naquele que ele enviou! - respondeu Jesus. Eles disseram:

- Que milagre o senhor vai fazer para a gente ver e crer no senhor? O que é que o senhor pode fazer? Os nossos antepassados comeram o maná no deserto, como dizem as Escrituras Sagradas: "Do céu ele deu pão para eles comerem." Jesus disse:

- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: não foi Moisés quem deu a vocês o pão do céu, pois quem dá o verdadeiro pão do céu é o meu Pai. Porque o pão que Deus dá é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo.

- Queremos que o senhor nos dê sempre desse pão! - pediram eles. Jesus respondeu:

- Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede.

Ao pedido de sinais para que cressem, Jesus conversa com a multidão. E Jesus faz uma bela definição de si mesmo:“Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim jamais terá fome e quem crê em mim jamais terá sede”.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?

Como sacio minha fome e sede de verdade, de vida, de amor? (Pausa para reflexão pessoal).

Devo reconhecer que muitas vezes vou a mesas e poços que não saciam minha fome e sede e me alimento de muitas coisas que não fazem bem à minha saúde espiritual, social, familiar.

Quais?

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?

Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo:rezando como a multidão: “Senhor, dá-nos sempre deste pão, o pão da tua Palavra e o pão da Eucaristia.”

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Meu novo olhar é para aquilo que realmente me alimenta para a verdadeira vida!Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx















Nenhum comentário: