terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Marcos 8,14-21 - O fermento da hipocrisia

LEITURA ORANTE
Preparo-me para a Leitura Orante da Palavra,
rezando com o Salmista:
Restaura-nos, ó Deus:
faze brilhar a tua face
e seremos salvos" (Sl 80,4).

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio com atenção o Evangelho de Marcos 8,14-21.
Os discípulos haviam esquecido de levar pão e só tinham um pão no barco. Jesus chamou a atenção deles, dizendo:
- Fiquem alertas e tomem cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes!
Aí os discípulos começaram a dizer uns aos outros:
- Ele está dizendo isso porque não temos pão.
Jesus ouviu o que eles estavam dizendo e perguntou:
- Por que vocês estão discutindo por não terem pão? Vocês não sabem e não entendem o que eu disse? Por que são tão duros para entender as coisas? Vocês têm olhos e não enxergam? Têm ouvidos e não escutam? Não lembram 1dos cinco pães que eu parti para cinco mil pessoas? Quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram?
Eles responderam:
- Doze.
Jesus perguntou outra vez:
- E, quando eu parti os sete pães para quatro mil pessoas, quantos cestos cheios de pedaços vocês recolheram?
Eles responderam:
- Sete.
Então Jesus perguntou:
- Será que vocês ainda não entendem?

O texto narra um momento significativo no processo de incompreensão dos discípulos. Apresenta elementos tomados da tradição: de pães, a referência ao pão único, o fermento dos fariseus e o fermento de Herodes. Marcos aprofunda a advertência de Jesus, chamando a atenção para a cegueira, a surdez e o coração endurecido dos discípulos que estão preocupados com a falta de pães e não percebem o significado do pão único presente entre eles.
Jesus não está sendo entendido e seguido de forma correta, por influência do "fermento" do sistema cultural da época. Compreender quem é Jesus - o único pão sem fermento -, implica em seguir o caminho da cruz e realizar sua proposta de partilha com os irmãos.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
É assim que compreendo quem é Jesus? Como os discípulos?
Sou capaz de segui-lo também na cruz?
Ou rejeito as cruzes, como me sugere o mundo?
Sigo Jesus partilhando os dons que Deus me concede?

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Faço minha a Oração da CF 2010
Ó Deus criador, do qual tudo nos vem,
nós te louvamos pela beleza e perfeição
de tudo que existe
como dádiva gratuita para a vida.

Nesta Campanha da Fraternidade Ecumênica, acolhemos a graça da unidade
e da convivência fraterna,
aprendendo a ser fiéis ao Evangelho.
Ilumina, ó Deus, nossas mentes
para compreender
que a boa nova que vem de ti é amor, compromisso e partilha entre todos nós,
teus filhos e filhas.

Reconhecemos nossos pecados de omissão
diante das injustiças
que causam exclusão social e miséria.
Pedimos por todas as pessoas
que trabalham na promoção
do bem comum
e na condução de uma economia
a serviço da vida.

Guiados pelo teu Espírito,
queremos viver o serviço e a comunhão,
promovendo uma economia
fraterna e solidária,
para que a nossa sociedade
acolha a vinda do teu reino.
Por Cristo, nosso Senhor.
Amém.
4. Contemplação (Vida)
- Qual o meu novo olhar, a partir da Palavra?
Vou tentar compreender melhor Jesus, hoje, e para isto fazer algum gesto de partilha.
O Documento de Aparecida afirma: "A vida se acrescenta, dando-a, e se enfraquece no isolamento e no comodismo" (D.A, 360)
Faça conosco o Retiro de Quaresma e Páscoa.
Veja na Capela Virtual

Nenhum comentário: