quinta-feira, 28 de julho de 2011

Mt 13, 47-53 – O que recolho na minha rede?

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos os internautas, ao Espírito.
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que  eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 13, 47-53 e observo Jesus que fala ainda de parábolas.
- O Reino do Céu é ainda como uma rede que é jogada no lago. Ela apanha peixes de todos os tipos. E, quando está cheia, os pescadores a arrastam para a praia e sentam para separar os peixes: os que prestam são postos dentro dos cestos, e os que não prestam são jogados fora. No fim dos tempos também será assim: os anjos sairão, e separarão as pessoas más das boas, e jogarão as pessoas más na fornalha de fogo. E ali elas vão chorar e ranger os dentes de desespero. Verdades novas e verdades velhas. Então Jesus perguntou aos discípulos:
- Vocês entenderam essas coisas?
- Sim! - responderam eles.
Jesus disse:
- Pois isso quer dizer que todo mestre da Lei que se torna discípulo no Reino do Céu é como um pai de família que tira do seu depósito coisas novas e coisas velhas.
Quando Jesus acabou de contar essas parábolas, saiu dali.
A parábola fala da rede de pesca. Quando fica cheia é levada à praia. Ali, os pescadores separam os bons em cestos. Os maus são jogados fora. Jesus diz que assim será no fim do mundo. De certa forma, Jesus diz que devemos buscar o Reino, trabalhar por ele, intensamente, até ter as “redes cheias”. Quando estas  não suportam mais  deve ser feita a separação dos bons e dos maus que “serão jogados fora”, ou seja, não gozarão do convívio com os bons.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Não precisamos esperar  o fim dos tempos para  ir fazendo esta separação. É interessante que dia-a-dia façamos a  avaliação do conteúdo de nossa rede. Uma boa oportunidade é, ao voltar pra casa depois de um dia de trabalho, num momento de oração, à noite, ao agradecer a Deus pelos dons que nos concedeu durante o dia.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Aqui fica uma sugestão para a Revisão de vida, também dita Exame de Consciência. Tomo a minha "rede":
1.      Faço o  Agradecimento
Coloco-me diante de Deus consciente de que recebi tudo dele. Percebo minha pobreza. A gratidão, nesta hora, se torna uma atitude consciente em mim. Experimento, aos poucos, o que significa crer que tudo é dom, e essa consciência pode mudar minha vida. Agradeço a Deus as horas do dia que já transcorreram. Preparo-me, assim, para os dons que Deus vai me conceder no futuro.
·         Qual é o acontecimento de hoje que devo agradecer?
·         Toda minha vida esta se transformando num agradecimento?
·         O que foi mais difícil para agradecer?

2.       Peço  a luz do Espírito
Meus erros cometidos não podem ser descobertos apenas pelo conhecimento racional. Deus conhece meus desejos profundos, o que quero ser e ele pode me dar o que necessito.
·         O Espírito Santo me dirige cada vez mais?
·         Sou pessoa aberta a todas as formas pelas quais Ele me quer falar?
·         Permiti que Ele me dirigisse nos acontecimentos deste dia?
·         Experimentei seus dons: paz, amor, bondade, gentileza, paciência, fidelidade, autocontrole?

3.       Exame
O exame consiste em olhar para minha vida e descobrir o que está acontecendo desde a ultima vez que me examinei.
·         Senti o chamado do Senhor através de uma pessoa,  do meu trabalho, de um acontecimento, um livro, a natureza...?
·         Para que Ele me chamou?
·         O que aprendi hoje sobre Ele e sobre seus caminhos nas ocasiões comuns? E nos momentos perdidos?
·         De que maneira fui sinal da presença de Deus para meus companheiros, amigos, pessoas do meu trabalho, com quem me encontrei?
·         Senti-me como pessoa isolada, desencorajada, má, necessitada?
·         Como me tornei mais consciente da obra de Deus na Igreja, no país, no mundo?
·         Como isto me tocou?
·         Tomei consciência de ser pessoa amada, percebi meus limites e falhas, meu desejo de reciprocidade, minha dependência?
·         De que área do meu ser Deus ainda não é o Senhor?
É o momento de observar em que pontos concretos o Senhor me chama para a conversão. Cabe-me responder ao Senhor nesse chamado, e não me ater a pontos encontrados pela minha razão. Somente Deus pode revelar meu estado pecador e Ele o faz por amor.   
4.       Contrição e arrependimento
Uma consciência crescente de meu pecado (minha falta de resposta ao amor de Deus) pode me levar:
·         Ao arrependimento e também à admiração de que Deus me conduz à renovação.
·         A um sentido profundo de alegria e gratidão, porque tenho a garantia da vitória através de Jesus.
·          A uma desconfiança constante de mim e confiança firme em Deus.
·         Uma consciência humilde da minha fraqueza.
·         Fé robusta de que estou sendo, progressivamente, convertido de pecador para filho de Deus.
Neste momento posso expressar meu arrependimento.
5.       Empenho de esperança para o futuro
O que faço nesta parte do Exame resulta de tudo o que precedeu. Cada dia serei diferente. Estou numa caminhada.
·         Como olharei para o futuro? Sinto-me desencorajado/a, desalentado/a, temeroso/a?
·         Se é assim, por quê?
·         Devo usar de honestidade e não reprimir meus sentimentos. Desejo enfrentar o futuro com renovada visão e sensibilidade. Por isso peço:
·         A graça de reconhecer os caminhos pelo quais Deus me chama em cada situação do futuro.
·         Respondo com fé, coragem e humildade seu chamado, de maneira especial em respeito a uma situação concreta em que pede a conversão.
Quanto mais eu confio no Senhor e deixo que Ele conduza minha vida, tanto mais experimentarei a verdadeira esperança sobrenatural. E esta experiência traz alegria. Deixo para trás o passado e, com todo meu ser, continuo correndo para minha meta (Fl 3,13).
4. Contemplação(Vida/ Missão) Meu novo olhar é para uma atitude de libertação ou reconciliação. Recordo-me dos bispos em Aparecida que disseram: “O sacramento da reconciliação é o lugar onde o pecador experimenta de maneira singular o encontro com Jesus Cristo, que se compadece de nós e nos dá o dom de seu perdão misericordioso, faz-nos sentir que o amor é mais forte que o pecado cometido, nos liberta de tudo o que nos impede de permanecer em seu amor, e nos devolve a alegria e o entusiasmo de anunciá-lo aos demais com o coração aberto e generoso.” ( DAp 254).
Bênção - Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
Ir. Patrícia Silva, fsp
Sugestão Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

terça-feira, 26 de julho de 2011

Mt 13,16-17 - Felizes vós porque vossos olhos vêem

Dia de São Joaquim e Santa Ana
Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos que se encontram aqui, em torno da Palavra:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Espírito Santo
que procede do Pai e do Filho,
tu estás em mim, falas em mim,
rezas em mim, ages em mim.
Ensina-me a fazer espaço à tua palavra,
à tua oração,à tua ação em mim
para que eu possa conhecer
o mistério da vontade do Pai.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Mt 13,16-17.
Jesus continuou, dizendo:
- Mas vocês, como são felizes! Pois os seus olhos vêem, e os seus ouvidos ouvem. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: muitos profetas e muitas outras pessoas do povo de Deus gostariam de ver o que vocês estão vendo, mas não puderam; e gostariam de ouvir o que vocês estão ouvindo, mas não ouviram.
Ver o Messias e ouvi-lo era o grande anseio do povo. Mas, já dizia o profeta Jeremias: “os sacerdotes não perguntaram: Onde está o Senhor? Os depositários da Lei não me conheceram, os pastores rebelaram-se contra mim, os profetas profetizaram por Baal e, assim correram atrás do que não vale nada” (Jr 2,8). O Salmista, por sua vez, afirma: “Meu rochedo e minha muralha és tu, Senhor” (Sl 70). Agora, Jesus, o Messias e Senhor, está presente. Os que o vêem e o escutam “são felizes”. No entanto, devemos admitir que há ainda muitos que estão cegos e surdos.
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
 Onde vejo e escuto o Messias? Como aproximar e abrir os olhos e ouvidos de tantos que ainda não vêem, nem escutam? Os bispos, em Aparecida disseram: “Os cristãos precisam recomeçar a partir de Cristo, a partir da contemplação de quem nos revelou em seu mistério a plenitude do cumprimento da vocação humana e de seu sentido. Necessitamos nos fazer discípulos dóceis, para aprende d’Ele, em seu seguimento, a dignidade e a plenitude de vida. E necessitamos, ao mesmo tempo, que o zelo missionário nos consuma para levar ao coração da cultura de nosso tempo aquele sentido unitário e completo da vida humana que nem a ciência, nem a política, nem a economia nem os meios de comunicação poderão proporcionar. Em Cristo Palavra, Sabedoria de Deus (cf. 1 Cor 1,30), a cultura pode voltar a encontrar seu centro e sua profundidade, a partir de onde é possível olhar a realidade no conjunto de todos seus fatores, discernindo-os à luz do Evangelho e dando a cada um seu lugar e sua dimensão adequada." (DAp 41).
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com o bem-aventurado Tiago Alberione:
Jesus, Mestre,
que eu pense com a tua inteligência,
com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é para ver Jesus e escutá-lo, hoje.
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Mt 20,20-28 - "Vocês podem beber o cálice?"

Flor-da-paixão - flor de maracujá

Inicio este momento orando com todos os que estão neste ambiente virtual, a oração de Bento XVI:
Senhor, dai-nos sempre o fogo de vosso Santo Espírito,
que ilumine as nossas mentes
e desperte entre nós o desejo de contemplar-vos,
o amor aos irmãos, especialmente aos aflitos,
e o ardor por anunciar-vos no início deste século.

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto de hoje: Mt 20,20-28.
Então a mãe dos filhos de Zebedeu chegou com os seus filhos perto de Jesus, curvou-se e pediu a ele um favor.
- O que é que você quer? - perguntou Jesus.
Ela respondeu:
- Prometa que, quando o senhor se tornar Rei, estes meus dois filhos sentarão à sua direita e à sua esquerda.
Jesus disse aos dois filhos dela:
- Vocês não sabem o que estão pedindo. Por acaso vocês podem beber o cálice que eu vou beber?
- Podemos! - responderam eles.
Então Jesus disse:
- De fato, vocês beberão o cálice que eu vou beber, mas eu não tenho o direito de escolher quem vai sentar à minha direita e à minha esquerda. Pois foi o meu Pai quem preparou esses lugares e ele os dará a quem quiser.
Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram zangados com os dois irmãos. Então Jesus chamou todos para perto de si e disse:
- Como vocês sabem, os governadores dos povos pagãos têm autoridade sobre eles, e os poderosos mandam neles. Mas entre vocês não pode ser assim. Pelo contrário, quem quiser ser importante, que sirva os outros, e quem quiser ser o primeiro, que seja o escravo de vocês. Porque até o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.
No caminho para Jerusalém Jesus anuncia a sua morte como consequência de toda a sua vida. Enquanto isso, Tiago e João sonham com poder e honrarias, suscitando discórdia e competição entre os outros discípulos. O "cálice" de que fala Jesus é o da sua paixão e morte. João e Tiago dizem que podem beber deste cálice também.  Tiago realmente passará pelo martírio. Em Atos 12,2 é narrado que o rei Herodes "mandou degolar Tiago, o irmão de João". Não se concretizou porém, em João. Sabe-se que existe paixão, sofrimento sem chegar ao martírio. Jesus, ao chamar os dez discípulos para perto, fala-lhes que a única coisa importante para o discípulo é segui-lo: servir e não ser servido. Na nova sociedade que Jesus projeta, a autoridade não é exercício de poder, mas serviço que se exprime na entrega de si mesmo para o bem comum.
2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
O meu ser discípulo é conforme o Evangelho? Sou aquela pessoa que serve porque segue Jesus? Sou capaz de viver a radicalidade do Evangelho?
Os bispos, em Aparecida, lembraram o serviço de muitos que, inclusive, dão a própria vida serviço dos demais, como Jesus: “Apesar das deficiências e ambigüidades de alguns de seus membros, a Igreja tem dado testemunho de Cristo, anunciado seu Evangelho e oferecido seu serviço de caridade principalmente aos mais pobres, no esforço por promover sua dignidade e também no empenho de promoção humana nos campos da saúde, da economia solidária, da educação, do trabalho, do acesso à terra, da cultura, da habitação e assistência, entre outros. Com sua voz, unida à de outras instituições nacionais e mundiais, tem ajudado a dar orientações prudentes e a promover a justiça, os direitos humanos e a reconciliação dos povos. Isto tem permitido que a Igreja seja reconhecida socialmente em muitas ocasiões como uma instância de confiança e credibilidade. Seu empenho a favor dos mais pobres e sua luta pela dignidade de cada ser humano tem ocasionado, em muitos casos, a perseguição e, inclusive, a morte de alguns de seus membros, os quais consideramos testemunhas da fé. Queremos recordar o testemunho valente de nossos santos e santas, e aqueles que, inclusive sem haver sido canonizados, tem vivido com radicalidade o evangelho e oferecido sua vida por Cristo, pela Igreja e por seu povo.” (DAp 98).
3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
 Rezo (ou canto) com o Pe. Zezinho, scj:
Põe teu coração no meu
Põe teu coração no meu
e o meu coração no teu
Não tenhas medo de abraçar a cruz
Tens também meu ombro e minha força, eu sou Jesus.
Vem comigo, vem que eu sei, a jornada é longa
E eu direi quais os perigos de me acompanhar
É um caminho estreito,
mas é o feito pra chegar
Segue os passos que eu darei.
Prende a tua cruz na minha
Vai servir meu povo, faça como eu.
Ele sofre menos quando encontra um Cireneu

Vai ao povo como irmão,
se preciso estende a mão
Não tenhas medo do meu verbo amar
Tem seus contratempos mas o tempo é de ajudar
Teu projeto eu já tracei,
 vai ao povo que eu te ensinarei
O jeito certo de me anunciar,
basta que me peças que eu te ajudo a não errar
Usa a fé com mais razão,
busca mais sabedoria
Pra chegar ao povo sê um aprendiz
Do que o povo fala e do que a minha Igreja diz.
4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Nas relações onde devo exercer alguma autoridade vou fazer aquele exercício de serviço, como Jesus.
 Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
Ir. Patrícia Silva, fsp
Sugestão
Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro -
http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

domingo, 24 de julho de 2011

Mt 13, 44-52 - Uma pedra preciosa

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos os internautas:
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que  eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 13, 44-52 e observo Jesus que fala de mais três parábolas.
"O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num campo. Alguém o encontra, deixa-o lá bem escondido e, cheio de alegria, vai vender todos os seus bens e compra aquele campo. O Reino dos Céus é também como um negociante que procura pérolas preciosas. Ao encontrar uma de grande valor, ele vai, vende todos os bens e compra aquela pérola. "O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que pegou peixes de todo tipo. Quando ficou cheia, os pescadores puxaram a rede para a praia, sentaram-se, recolheram os peixes bons em cestos e jogaram fora os que não prestavam. Assim acontecerá no fim do mundo: os anjos virão para separar os maus dos justos, e lançarão os maus na fornalha de fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes. "Entendestes tudo isso?" - "Sim", responderam eles. Então ele acrescentou: "Assim, pois, todo escriba que se torna discípulo do Reino dos Céus é como um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas".Jesus compara o Reino dos céus a um tesouro escondido no campo. Fala do negociante que vende todos os seus bens para comprar uma pérola preciosa.  E fala da rede de pesca. Quando fica cheia é levada à praia. Ali, os pescadores separam os bons em cestos. Os maus são jogados fora. Jesus diz que assim será no fim do mundo. De certa forma, nas três parábolas, Jesus diz que devemos buscar o Reino, trabalhar por ele, intensamente, vender tudo, dar tudo pelo Reino. 
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Onde está o nosso tesouro? Quais são  os valores fundamentais da nossa vida? Os bispos, em Aparecida, disseram: "Diante de tudo damos graças a Deus e o louvamos por tudo o que nos tem sido dado. (...)Sobretudo, nos tem sido dado Jesus Cristo, a plenitude da revelação de Deus, um tesouro incalculável, a “pérola preciosa” (cf. Mt 13,45-46). Verbo de Deus feito carne, Caminho, Verdade e Vida dos homens e das mulheres aos quais abre um destino de plena justiça e felicidade. Ele é o único Libertador e Salvador que, com sua morte e ressurreição, rompeu as cadeias opressivas do pecado e da morte, revelando o amor misericordioso do Pai e a vocação, dignidade e destino da pessoa humana." (DAp 6).
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a oração (ou canção)

A Pedra Preciosa, Pe. Zezinho, scj
Eu quisera ter palavras para expressar
Tudo aquilo que se sente ao se encontrar
Uma estrela a nos guiar, uma voz a nos falar
Uma pedra preciosa pela qual a gente deixa
Tudo aquilo que pensava ter
Uma pedra preciosa pela qual a gente deixa
Todo o bem que a gente tem

Eu quisera ter palavras pra dizer
O que existe bem lá dentro do meu ser
Um desejo de saber, uma fome de entender
O porquê de tantos ais, tanta angústia e tanta paz
Nos caminhos a percerrer
O porquê de tanta dor
Tanto amor e desamor
Nos caminhos de viver.

CD Reviravolta - Pe. Zezinho, scj - Paulinas COMEP

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é para uma atitude de valorização do que realmente conta para o Reino dos céus.
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp
Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

sábado, 23 de julho de 2011

Mt 13,24-30 - O Joio e trigo

Preparo-me para a Leitura rezando ao Espírito, com todos que se encontram neste ambiente:
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos:
ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto Mt 13,24-30.
Jesus contou outra parábola. Ele disse ao povo:
- O Reino do Céu é como um homem que semeou sementes boas nas suas terras. Certa noite, quando todos estavam dormindo, veio um inimigo, semeou no meio do trigo uma erva ruim, chamada joio, e depois foi embora. Quando as plantas cresceram, e se formaram as espigas, o joio apareceu. Aí os empregados do dono das terras chegaram e disseram: "Patrão, o senhor semeou sementes boas nas suas terras. De onde será que veio este joio?"
- "Foi algum inimigo que fez isso!", respondeu ele.
- E eles perguntaram: "O senhor quer que a gente arranque o joio?"
- "Não", respondeu ele, "porque, quando vocês forem tirar o joio, poderão arrancar também o trigo. Deixem o trigo e o joio crescerem juntos até o tempo da colheita. Então eu direi aos trabalhadores que vão fazer a colheita: 'Arranquem primeiro o joio e amarrem em feixes para ser queimado. Depois colham o trigo e ponham no meu depósito.' "
Jesus conta mais uma parábola
de cunho agrícola. Compara o reino do céu como um semeador que semeia boas sementes de trigo. Conta que apareceu também um inimigo, à noite, sem que ninguém o visse, e semeou no meio do trigo uma erva ruim chamada joio. E foi embora. Tanto o trigo como o joio cresceram. O que fazer? Arrancar o joio? Não, diz o homem. Se arrancar o joio, pode arrancar também o trigo. Manda que deixem crescer os dois até a colheita. Então, poderão arrancar primeiro o joio e queimá-lo. Depois colherão o trigo que será armazenado. O que Jesus quer dizer com esta parábola?
Jesus lembra que é um desafio anunciar o Evangelho. Não devemos nos preocupar com aqueles que divulgam o erro. Deve-se ter o cuidado para não deturpar, distorcer a Palavra, transformando-a em erva daninha.
O grande biblista Carlos Mesters, assim comenta: "O joio e trigo crescem juntos. A Palavra de Deus que faz nascer a comunidade é semente boa, mas dentro das comunidades sempre aparecem coisas que são contrárias à Palavra de Deus. De onde vêm? Esta era a discussão.
A causa da mistura que existe na vida    (vv.27-28a):. Um inimigo fez isso. Quem é este inimigo? O inimigo, o adversário, Satanás ou diabo (Mt 13, 39), é aquele que divide, que desvia. A tendência de divisão existe dentro de cada um de nós. O desejo de dominar, de se aproveitar da comunidade para subir e tantos outros desejos interesseiros são divisionistas, são do inimigo que dorme dentro de cada um de nós.
 A reação diferente diante da ambigüidade (vv. 28b-30):. Diante dessa mistura do bem e do mal, alguns queriam arrancar o joio. Pensavam: “Se deixarmos todo o mundo dentro da comunidade, perdemos nossa razão de ser! Perdemos a identidade!” Queriam expulsar os que pensavam de modo diferente. Mas esta não é a decisão do Dono da terra. Ele diz: “Deixa crescer juntos até a colheita!” O que vai decidir não é o que cada um fala e diz, mas o que cada um vive e faz. É pelo fruto produzido que Deus nos julgará. A força e o dinamismo do Reino se manifestam na comunidade. Mesmo sendo pequena e cheia de contradições, ela é um sinal do Reino. Mas ela não é dona do Reino, nem pode considerar-se justa. A parábola do joio e do trigo explica a maneira como a força do Reino age na história. É preciso ter paciência e aprender a conviver com as contradições e as diferenças, mesmo tendo uma opção clara pela justiça do Reino" (Do livro “Travessia: Quero misericórdia e não sacrifício” – Círculos Bíblicos sobre o Evangelho de Mateus – de Carlos Mesters, Mercedes Lopes e Francisco Orofino – Publicado pelo Centro de Estudos Bíblicos).
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Os bispos, em Aparecida, assim se expressaram "Desejamos que a alegria da boa nova do Reino de Deus, de Jesus Cristo vencedor do pecado e da morte, chegue a todos quantos jazem à beira do caminho, pedindo esmola e compaixão (cf. Lc 10,29-37; 18,25-43)." (DAp 32.)
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com toda a Igreja:
Senhor, Deus da vida e do amor,
enviastes o vosso Filho
para nos libertar das forças da morte
e conduzir-nos no caminho da esperança.
Movei-nos pelo dom do vosso Espírito!
Fazei-nos discípulos,
comprometidos com o anúncio do Evangelho,
caminhando ao encontro de nossos irmãos e irmãs,
acolhendo a todos, sobretudo os jovens,
os afastados, os pobres, os excluídos.
Virgem Mãe Aparecida,
Intercedei junto ao vosso Filho,
para que sejamos fiéis ao nosso compromisso
de discípulos missionários . Amém!
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar coincide com o olhar da Igreja que afirma: "Que a alegria da boa nova do Reino de Deus, de Jesus Cristo vencedor do pecado e da morte, chegue a todos quantos jazem à beira do caminho, pedindo esmola e compaixão (cf. Lc 10,29-37; 18,25-43)." (DAp 32.)
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Sugestões:
- Se você quiser receber o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

terça-feira, 19 de julho de 2011

Mt 12,46-50 - É fácil ser da família de Jesus

Preparo-me para a Leitura,
agradecendo por este momento em que milhares de internautas se encontram para meditar a Palavra:
Agradeço-te, meu Deus,
porque me chamaste,
tirando-me das minhas ocupações do dia-a-dia,
muitas vezes difíceis e pesadas,
para aqui me encontrar contigo.
Dispõe o meu coração na paz e na humildade
para poder ser por ti encontrado/a
e ouvir a tua Palavra.



1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 12,46-50, e observo pessoas, relações e as palavras de Jesus.
Quando Jesus ainda estava falando ao povo, a mãe e os irmãos dele chegaram. Ficaram do lado de fora e pediram para falar com ele. Então alguém disse a Jesus:
- Escute! A sua mãe e os seus irmãos estão lá fora e querem falar com o senhor.
Jesus perguntou:
- Quem é a minha mãe? E quem são os meus irmãos?
Então apontou para os seus discípulos e disse:
- Vejam! Aqui estão a minha mãe e os meus irmãos. Pois quem faz a vontade do meu Pai, que está no céu, é meu irmão, minha irmã e minha mãe.
Este texto que meditamos hoje, traz a pessoa de Maria, Mãe de Jesus. Ela e seus parentes queriam falar com ele. E ele diz que são de sua família os que fazem a vontade do Pai. Numa primeira leitura pode parecer que Jesus é deselegante com sua mãe, mas, num momento de melhor compreensão pode-se perceber que aconteceu o contrário. Ao dizer que são de sua família os que fazem a vontade do pai, ele incluiu sua Mãe. Ela foi a primeira , no anúncio do anjo, que disse “sim” ao projeto e à vontade do Pai.
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Sou da família de Jesus? Ou seja, digo “sim” à vontade de Deus, mesmo que seja contrária aos meus projetos?
Busco descobrir, a cada dia, qual é a vontade de Deus para mim, para minha família, para o mundo de hoje? Em Aparecida, os bispos falaram de Maria: "Assim, se revela que nela (em Maria) a Palavra de Deus se encontra de verdade em sua casa, de onde sai e entra com naturalidade. Ela fala e pensa com a Palavra de Deus; a Palavra de Deus se faz a sua palavra e sua palavra nasce da Palavra de Deus. Além disso, assim se revela que seus pensamentos estão em sintonia com os pensamentos de Deus, que seu querer é um querer junto com Deus. Estando intimamente penetrada pela Palavra de Deus, Ela pode chegar a ser mãe da Palavra encarnada”. Esta familiaridade com o mistério de Jesus é facilitada pela reza do Rosário, onde: “o povo cristão aprende de Maria a contemplar a beleza do rosto de Cristo e a experimentar a profundidade de seu amor. Mediante o Rosário, o cristão obtém abundantes graças, como recebendo-as das próprias mãos da mãe do Redentor” (DAp 271).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações
e concluo com a
Oração a Nossa Senhora da Anunciação
Todas as gerações vos proclamam bem-aventurada, ó Maria!
Crestes na mensagem divina e em vós se cumpriram grandes coisas,
como vos fora anunciado.Maria, eu vos louvo!
Crestes na Encarnação do Filho de Deus no vosso seio virginal
vos tornastes Mãe de Deus.
Raiou, então, o dia mais feliz da história da humanidade e Jesus veio habitar entre nós.
A fé é dom de Deus e fonte de todo bem, por isso, ó Mãe, alcançai-nos a graça de uma fé viva,
forte e atuante, que nos santifica cada dia mais.
Que possamos comunicar com a vossa vida a mensagem de Jesus que é o Caminho, a Verdade e a Vida da humanidade. Amém!
(Bem-aventurado Tiago Alberione)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar, a partir da Palavra?
“Não temam! Abram, abram de par em par as portas a Cristo!... quem deixa Cristo entrar a não perde nada, nada – absolutamente nada – do que faz a vida livre, bela e grande. Não! Só com esta amizade abrem-se as portas da vida. Só com esta amizade abrem-se realmente as grandes potencialidades da condição humana. Só com esta amizade experimentamos o que é belo e o que nos liberta... Não tenham medo de Cristo! Ele não tira nada e nos dá tudo. Quem se dá a Ele, recebe cem por um. Sim, abram, abram de par em par as portas a Cristo e encontrarão a verdadeira vida.” (Bento  XVI)


Bênção Bíblica
O Senhor o abençoe e guarde!
O Senhor lhe mostre seu rosto brilhante
e tenha piedade de você!
O Senhor lhe mostre seu rosto e lhe conceda a paz!
(Nm 6,24-27).

Acompanhe a reflexão sobre o Documento de Aparecida, com seu grupo.
http://testemunhasdoreino.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Mt 12,38-42 - A cada dia muitos sinais de Deus

Preparo-me para a Leitura Orante rezando com todos os internautas:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Vem, ó Espírito Santo, e dá-me um coração novo.
Dá-me um coração puro, treinado no amor,
um coração grande,
aberto à tua silenciosa e potente palavra inspiradora,
um coração grande e forte,
para a todos amar,
a todos servir, com todos sofrer;
um coração feliz de palpitar com o coração de Deus.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 12,38-42.
Então alguns mestres da Lei e alguns fariseus disseram a Jesus
- Mestre, queremos ver o senhor fazer um milagre.
Jesus respondeu:
- Como as pessoas de hoje são más e sem fé! Vocês estão me pedindo que faça um milagre, mas o milagre do profeta Jonas é o único sinal que lhes será dado. Porque assim como Jonas ficou três dias e três noites dentro de um grande peixe, assim também o Filho do Homem ficará três dias e três noites no fundo da terra. No Dia do Juízo o povo de Nínive vai se levantar e acusar vocês, pois eles se arrependeram dos seus pecados quando ouviram a pregação de Jonas. E eu afirmo que o que está aqui é mais importante do que Jonas. No Dia do Juízo a Rainha de Sabá vai se levantar e acusar vocês, pois ela veio de muito longe para ouvir os sábios ensinamentos de Salomão. E eu afirmo que o que está aqui é mais importante do que Salomão.
Os mestres da lei e fariseus queriam ver um milagre de Jesus. E ele censura este tipo de pedido pois, não precisava fazer milagres para demonstrar sua missão. Na verdade, quem não quer se converter sempre arruma desculpas e motivos como fizeram os mestres e fariseus. A cada dia, temos milhares de sinais de Deus. Mas, muitos preferem ficar dormindo, ou seja, fechados em seu mundo para não enxergar.
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Devo fortificar minha fé e não sair em busca das obras, milagres ou sinais de Deus. Creio na Pessoa de Jesus Cristo e com ele vêm a mim todos os bens, tudo que é necessário para a minha salvação. Na Conferência de Aparecida, os Bispos afirmaram:
O encontro com Cristo, graças à ação invisível do Espírito Santo, realiza-se na fé recebida e vivida na Igreja. Com as palavras do papa Bento XVI repetimos com certeza: “A Igreja é nossa casa! Esta é nossa casa” Na Igreja católica temos tudo o que é bom, tudo o que é motivo de segurança e de consolo! Quem aceita a Cristo: Caminho, Verdade e Vida, em sua totalidade, tem garantida a paz e a felicidade, nesta e na outra vida!”(Discurso em Aparecida, 12 de maio de 2007). (DAp 246).
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a oração:
Jesus, Mestre,
que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.
(Bem-aventurado Tiago Alberione)
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é para a Pessoa de Jesus e para aquilo que é seu Projeto. Vou descobrir os sinais de Deus no meu dia.
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx

domingo, 17 de julho de 2011

Mt 13, 24-43 - Trigo ou Joio?

Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco,
aqui reunidos (pela grande rede da internet),
 para melhor meditar
e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)
1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Mt 13, 24-43
Jesus apresentou-lhes outra parábola: "O Reino dos Céus é como alguém que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo e foi embora. Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. Os servos foram procurar o dono e lhe disseram: 'Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?' O dono respondeu: 'Foi algum inimigo que fez isso'. Os servos perguntaram ao dono: 'Queres que vamos retirar o joio?' 'Não!', disse ele. 'Pode acontecer que, ao retirar o joio, arranqueis também o trigo. Deixai crescer um e outro até a colheita. No momento da colheita, direi aos que cortam o trigo: retirai primeiro o joio e amarrai-o em feixes para ser queimado! O trigo, porém, guardai-o no meu celeiro!'"
Jesus apresentou-lhes outra parábola ainda: "O Reino dos Céus é como um grão de mostarda que alguém pegou e semeou no seu campo. Embora seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior que as outras hortaliças e torna-se um arbusto, a tal ponto que os pássaros do céu vêm fazer ninhos em seus ramos".
E contou-lhes mais uma párabola: "O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pegou e escondeu em três porções de farinha, até que tudo ficasse fermentado". Jesus falava tudo isso em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar de parábolas, para se cumprir o que foi dito pelo profeta: "Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo".
Então Jesus deixou as multidões e foi para casa.
Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: "Explica-nos a parábola do joio!" Ele respondeu: "Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os que cortam o trigo são os anjos. Como o joio é retirado e queimado no fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: o Filho do Homem enviará seus anjos e eles retirarão do seu Reino toda causa de pecado e os que praticam o mal; depois, serão jogados na fornalha de fogo. Ali haverá choro e ranger de dentes. Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça.

Mateus lembra três parábolas que Jesus contou para falar do Reino de Deus: a do joio e do trigo, a do grão de mostarda e a do fermento. E explica a primeira. O joio (do grego zizanion, especificamente cizânia), era uma planta que parecia muito com trigo até que amadurecesse. Era uma erva perturbadora nos trigais, parecendo trigo, diferente só nos seus grãos são pretos.
Por que, então, se essas eram ervas ruins, não deviam ser removidas imediatamente? Sugavam o solo, e confundiam o trigo. Não eram facilmente identificadas. Porém, qualquer esforço para arrancá-las, arrancaria também o trigo. Esperem "até a colheita", diz o dono da lavoura. E diz mais: “No momento da colheita, direi aos que cortam o trigo: retirai primeiro o joio e amarrai-o em feixes para ser queimado! O trigo, porém, guardai-o no meu celeiro!'"
Na realidade, há muita gente se dizendo pessoas boas, mas não querem viver a proposta do reino de Jesus. Comportam-se falsamente, omitem ou contradizem a verdade, enganam os outros e, naturalmente, a si mesmas. São, conforme a parábola, joio.
2. Meditação (Caminho) O que o texto diz para mim, hoje?
Entro em diálogo com o texto. Reflito e atualizo. O que o texto me diz no momento? Admito que nem sempre sou trigo, transparente, fiel ao original com que fui criado?  Os bispos, em Aparecida, lembraram: “Vivemos uma mudança de época cujo nível mais profundo é o cultural. Dissolve-se  a concepção integral do ser humano, sua relação com o mundo e com Deus; “aqui está precisamente o grande erro das tendências dominantes do último século... Que excluem Deus de seu horizonte, falsificam o conceito da realidade e só podem terminar em caminhos equivocados e com receitas destrutivas24. Surge hoje, com grande força, uma sobrevalorização da subjetividade individual. Independentemente de sua forma, a liberdade e a dignidade da pessoa são reconhecidas. O individualismo enfraquece os vínculos comunitários e propõe uma radical transformação do tempo e do espaço, dando um papel primordial à imaginação. Os fenômenos sociais, econômicos e tecnológicos estão na base da profunda vivência do tempo,  ao que se concebe fixado no próprio presente, trazendo concepções de inconsistência e instabilidade. Deixa-se de lado a preocupação pelo bem comum para dar lugar à realização imediata dos desejos dos indivíduos, à criação de novos e,  muitas vezes, arbitrários direitos individuais, aos problemas da sexualidade, da família, das enfermidades e da morte.” (DAp 44).
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?  Faço minha oração pessoal e depois, com todos os internautas,
ofereço o meu dia:
Jesus Mestre,
Eu vos ofereço o meu dia
 com as mesmas intenções
com que viestes ao mundo. pregastes o Evangelho.
Seja tudo, só e sempre, para a glória de Deus e a paz dos homens
Jesus Verdade, que todas as pessoas vos conheçam!
Jesus Caminho, que as pessoas sigam vossas pegadas!
Jesus Vida, que todos vivam em vós!
Jesus Mestre, inspirai-me com a vossa sabedoria
para que eu possa transmitir palavras de salvação.
Que meus pensamentos se inspirem no Evangelho,
e se tornem fontes de vossa luz
a iluminar as pessoas, nossos irmãos. Amém.
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus que é meu Caminho minha Verdade, minha Vida.
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Obs.: Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro - http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin/aspx