quinta-feira, 19 de junho de 2014

Jo 6,51-58 - O pão que desceu do céu - Corpus Christi

Preparo-me para a Leitura orante,colocando-me,com todos os que estão na internet, na presença de Deus e
invocando o Espírito Santo:
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente
e meus pensamentos: ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida,

 tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade)
Leio atentamente, na Bíblia, o texto de hoje: Jo 6,51-58.
"Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão viverá eternamente. E o pão que eu darei é a minha carne, entregue pela vida do mundo". Os judeus discutiam entre si: "Como é que ele pode dar a sua carne a comer?" Jesus disse: "Em verdade, em verdade, vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Quem se alimenta com a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois minha carne é verdadeira comida e meu sangue é verdadeira bebida. Quem se alimenta com a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim, e eu nele. Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por meio do Pai, assim aquele que de mim se alimenta viverá por meio de mim. Este é o pão que desceu do céu. Não é como aquele que os vossos pais comeram - e no entanto morreram. Quem se alimenta com este pão viverá para sempre".
Jesus afirma que quem come da sua carne e bebe do seu sangue vive nele e ele vive nesta pessoa.  E mais: quem come deste pão vive eternamente. Mas, quem não comer deste pão e não beber do seu sangue, não terá a vida eterna.


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Jesus é muito claro para mim. Ele diz que eu preciso dele, preciso me alimentar dele para ter a vida. Ele quer viver em mim e quer que eu viva nele. Em Aparecida, os bispos disseram: Igual às primeiras comunidades de cristãos, hoje nos reunimos assiduamente para “escutar o ensinamento dos apóstolos, viver unidos e tomar parte no partir do pão e nas orações” (At 2,42). A comunhão da Igreja se nutre com o Pão da Palavra
de Deus e com o Pão do Corpo de Cristo. A Eucaristia, participação de todos no mesmo Pão de Vida e no mesmo Cálice de Salvação, nos faz membros do mesmo Corpo (cf. 1 Cor 10,17).
Ela é a fonte e o ponto mais alto da vida cristã, sua expressão mais perfeita e o alimento da vida em comunhão. Na Eucaristia, nutrem-se as novas relações evangélicas que surgem do fato de sermos filhos e filhas do Pai e irmãos e irmãs em Cristo. A Igreja que a celebra é “casa e escola de comunhão”, onde os discípulos compartilham a mesma fé, esperança e amor a serviço da missão evangelizadora.”(DAp 158).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo, com o Padre Zezinho:
Daqui do meu lugar
Daqui do meu lugar, eu olho teu altar,
 e fico a imaginar aquele pão aquela refeição,
 partiste aquele pão e o deste aos teus irmãos,
 criaste a religião do pão do céu do pão que vem do céu,
somos a igreja do pão, do pão repartido e
do abraço e da paz,
somos a igreja do pão,
do pão repartido e do abraço e da paz,

Daqui do meu lugar, eu olho o teu altar,
 e fico a imaginar aquela paz, aquela comunhão,
viveste aquela paz, e a deste aos teus irmãos,
criaste a religião do pão da paz,
da paz que vem do céu.
Somos a igreja da paz,
da paz partilhada e do abraço e do pão.
Somos a igreja da paz,
da paz partilhada e do abraço e do pão.
(CD Muito mais que pão, Pe. Zezinho,scj)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar será no dia de hoje renovado pela fé na Eucaristia,
para Jesus Cristo que vive em mim e eu nele.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.


Bênção
Pode-se cantar:
A bênção do Pai,
a bênção do Filho,
a bênção do Espírito Santo. Amém.


Irmã Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br