quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Lc 11,42-46 - "Ai de vocês!"

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos os internautas, a Oração de Charles de Foucauld::

Senhor, fala ao meu coração,
vem com tua ternura,
com a gentileza dos teus gestos
que não impõem nada às minhas decisões,
com atenção aos detalhes,
como sabes fazer,
com a divertida ironia
com que me levas na flauta,
com a decisão de quem sabe
dos seus interesses
mas conhece meu coração e perdoa.
Chegas silencioso
porque nunca te percebo,
revolucionário,
porque em silêncio
mudas as cartas e viras o jogo na mesa.
Vem me fazer companhia
para que juntos consigamos amá-lo,
esse nosso Pai,
com todo o coração,
com todo o intelecto,
com toda a vontade.

Rezar é pensar em Deus, amando-o.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Lc 11,42-46 e observo pessoas, palavras de Jesus aos fariseus.
- Ai de vocês, fariseus! Pois dão para Deus a décima parte até mesmo da hortelã, da arruda e de todas as verduras, mas não são justos com os outros e não amam a Deus. E são exatamente essas coisas que vocês devem fazer sem deixar de lado as outras.
- Ai de vocês, fariseus! Pois gostam demais dos lugares de honra nas sinagogas e gostam de ser cumprimentados com respeito nas praças.
- Ai de vocês! Pois são como sepulturas que não se vêem, sepulturas que as pessoas pisam sem perceber.
Então um mestre da Lei disse a Jesus:
- Mestre, falando assim, o senhor está nos ofendendo também.
Jesus respondeu:
- Ai de vocês também, mestres da Lei! Porque põem fardos tão pesados nas costas dos outros, que eles quase não podem aguentar. Mas vocês mesmos não ajudam, nem ao menos com um dedo, essas pessoas a carregar esses fardos.
Refletindo
Jesus diz uma série de “ais” aos fariseus. Têm um tom de censura, de lamento, de pesar. O primeiro tem uma ligação ou referência ao próximo. Vocês dão a décima parte de todas as verduras para Deus, mas não são justos com os outros e não amam a Deus. Pode ser que, preocupados em observar detalhes, descuidam do essencial. Um dos “ais” se refere às sepulturas. Jesus compara os fariseus a sepulturas que não se vêem, porque não assinaladas com cal, e por isso, pisadas. É uma imagem bastante forte. Refere-se a coisas sem vida, camufladas, escondidas, como por exemplo, a corrupção, a impureza. Um mestre da lei reagiu, dizendo que se sentia ofendido. E Jesus fala também a ele: "vocês põem fardos pesados nas costas dos outros e não os ajudam a carregar.” Coisa terrível é manipular as consciências, impor obrigações aos outros. Mais grave ainda: não observar o que se impõe aos outros. Assim faziam muitos fariseus. Apoderavam-se da “chave da consciência religiosa”.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Minha vida reflete o que o texto diz ou há contradições?
O meu Projeto de vida é o do Mestre Jesus Cristo?
Meditando
Os bispos da América Latina disseram em Aparecida: “Para não cair na armadilha de nos fechar em nós mesmos, devemos nos formar como discípulos missionários sem fronteiras, dispostos a ir “à outra margem”, àquela na qual Cristo não é ainda reconhecido como Deus e Senhor, e a Igreja não está presente”. (DAp 376)

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com todos os internautas e famílias,pensando no Sínodo dos Bispos 

ORAÇÃO À SAGRADA FAMÍLIA
Jesus, Maria e José,
em Vós, contemplamos
o esplendor do verdadeiro amor, a Vós, 
com confiança, nos dirigimos.

Sagrada Família de Nazaré,
tornai também as nossas famílias
lugares de comunhão e cenáculos de oração,
escolas autênticas do Evangelho
e pequenas Igrejas domésticas.

Sagrada Família de Nazaré,
que nunca mais se faça, nas famílias, experiência
de violência, egoísmo e divisão:
quem ficou ferido ou escandalizado
depressa conheça consolação e cura.

Sagrada Família de Nazaré,
que o próximo Sínodo dos Bispos
possa despertar, em todos, a consciência
do caráter sagrado e inviolável da família,
a sua beleza no projeto de Deus.

Jesus, Maria e José,
escutai, atendei a nossa súplica.
(papa Francisco)


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.
Vou demonstrar pela minha vida que o amor de Deus se revela no amor ao próximo.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

Mês missionário - outubro 2015
Tema: “Missão é Servir” 
Lema: “Quem quiser ser o primeiro, seja o servo de todos” (Mc 10,44),

ORAÇÃO DO MÊS MISSIONÁRIO 2015

Pai de infinita bondade,
que enviaste Jesus Cristo para servir,
ilumina, com o teu Espírito, a Igreja discípula
missionária
para testemunhar o Evangelho 
a partir das periferias e,
com a proteção de Maria servidora,
manifestar o teu Reino em todo o mundo. Amém.


Dia Mundial das Missões: 17 e 18 de outubro

Nenhum comentário: