sábado, 11 de junho de 2016

Mt 10,7-13 – Em "saída" para a missão


Começamos, rezando:
Deus Pai, Santo e eterno,
nós te agradecemos por chamar cada um de nós pelo nome.
Em ti vivemos, agimos e crescemos.
Rezamos pelos cristãos do mundo inteiro.
Faze que vivamos sempre mais na fé
e no amor que tu desejas
.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Mt 10,7-13
Vão e anunciem isto: "O Reino do Céu está perto." Curem os leprosos e outros doentes, ressuscitem os mortos e expulsem os demônios. Vocês receberam sem pagar; portanto, deem sem cobrar. Não levem guardados no cinto nem ouro, nem prata, nem moedas de cobre. Nesta viagem não levem sacola, nem uma túnica a mais, nem sandálias, nem bengala para se apoiar, pois o trabalhador tem o direito de receber o que precisa para viver. 
- Quando entrarem numa cidade ou povoado, procurem alguém que queira recebê-los e fiquem hospedados na casa dessa pessoa até irem embora daquele lugar. Quando entrarem numa casa, digam: "Que a paz esteja nesta casa!" Se as pessoas daquela casa receberem vocês bem, que a saudação de paz fique com elas. Mas, se não os receberem bem, retirem a saudação. 
Refletindo
O anúncio proposto por Jesus é simples: “O reino do céu está perto”. As ações são claras: curar, ressuscitar, expulsar o mal. As atitudes são de gratuidade e pobreza. A saudação é de paz. Um detalhe: não se preocupar se  alguma cidade ou algumas pessoas não os acolherem.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Para compreender a identidade de Jesus Cristo, tenho que ter o coração humilde.
Meditando
Os Bispos em Aparecida nos ajudaram a compreender melhor o chamado de Jesus: “O chamado que Jesus, o Mestre faz, implica numa grande novidade. Na antiguidade, os mestres convidavam seus discípulos a se vincular com algo transcendente e os mestres da Lei propunham a adesão à Lei de Moisés. Jesus convida a nos encontrar com Ele e a que nos vinculemos estreitamente a Ele porque é a fonte da vida (cf. Jo 15,1-5) e só Ele tem palavra de vida eterna (cf. Jo 6,68). Na convivência cotidiana com Jesus e na confrontação com os seguidores de outros mestres, os discípulos logo descobrem duas coisas originais no relacionamento com Jesus. Por um lado, não foram eles que escolheram seu mestre foi Cristo quem os escolheu. E por outro lado, eles não foram convocados para algo (purificar-se, aprender a Lei...), mas para Alguém, escolhidos para se vincular intimamente a sua pessoa (cf. Mc 1,17; 2,14). Jesus os escolheu para “que estivessem com Ele e para enviá-los a pregar” (Mc 3,14), para que o seguissem com a finalidade de “ser d’Ele” e fazer parte “dos seus” e participar de sua missão. O discípulo experimenta que a vinculação íntima com Jesus no grupo dos seus é participação da Vida saída das entranhas do Pai, é se formar para assumir seu estilo de vida e suas motivações (cf. Lc 6,40b), viver seu destino e assumir sua missão de fazer novas todas as coisas. (DAp 131).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a oração:


Senhor,
derrama sobre nós o teu Espírito para que
sigamos sempre mais de perto Jesus Cristo 
e possamos dar testemunho da nossa vida cristã. 
Que possamos reconhecer e servir Cristo
naqueles que sofrem e passam necessidade. 
Faze de nós tua morada. 

Ó Deus, com a fecundidade do teu Espírito animaste a vida e
a missão dos primeiros discípulos e discípulas de Jesus.
Ilumina com o mesmo Espírito os nossos corações,
e acende neles o fogo do teu amor, 
para que sejamos testemunhas da tua Ressurreição.
 Amém! 


4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Procurarei descobrir o meu chamado para “ser d’Ele” – de Jesus - e fazer parte “dos seus”, para que todos sejam um.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém



Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

 

2 comentários:

Bia Lopes disse...

É maravilhoso saber que Jesus nos escolhe para a missão, pois com Ele não precisamos de nada, Ele já é O Tudo que necessitamos, por isso devemos ficar atentos para o convite, senão que muitas vezes o convite é feito e não nos damos conta, porque ficamos dispersos com as coisas do mundo e assim perdemos a oportunidade de sermos verdadeiramente felizes, pois Cristo é a verdadeira felicidade, portanto irmãos e irmãs deixemos de lado as coisas do mundo e procuremos entender o que Cristo quer de nós e qual o arado que Ele nos oferece esperando que não olhemos para trás. Paz e Bem para todos. Amo este acompanhar diariamente estas leituras e meditações. Fiquem com Deus.

Bia Lopes disse...

É maravilhoso saber que Jesus nos escolhe para a missão, pois com Ele não precisamos de nada, Ele já é O Tudo que necessitamos, por isso devemos ficar atentos para o convite, senão que muitas vezes o convite é feito e não nos damos conta, porque ficamos dispersos com as coisas do mundo e assim perdemos a oportunidade de sermos verdadeiramente felizes, pois Cristo é a verdadeira felicidade, portanto irmãos e irmãs deixemos de lado as coisas do mundo e procuremos entender o que Cristo quer de nós e qual o arado que Ele nos oferece esperando que não olhemos para trás. Paz e Bem para todos. Amo este acompanhar diariamente estas leituras e meditações. Fiquem com Deus.