terça-feira, 27 de setembro de 2016

Lc 9,51-56 - Cultura do descarte: não quiseram receber Jesus


"Não quiseram receber Jesus"
Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com todos os que circulam pela web:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Espírito Santo
que procede do Pai e do Filho,
tu estás em mim, falas em mim,
rezas em mim, ages em mim.
Ensina-me a fazer espaço à tua Palavra,
à tua oração,
à tua ação em mim
para que eu possa conhecer
o mistério da vontade do Pai.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que a Palavra diz?
Volto o meu olhar para Deus, através da Palavra.Olho para Jesus, se possível, num crucifixo. Escuto o que Ele me diz: "Aprendei de mim"(Mt 11,29). Com a disposição de aprender do Mestre, faço na minha Bíblia, a leitura lenta e atenta do texto da Palavra do dia: Lc 9,51-56.
Como estava chegando o tempo de Jesus ir para o céu, ele resolveu ir para Jerusalém. Então mandou que alguns mensageiros fossem na frente. No caminho eles entraram em um povoado da região de Samaria a fim de prepararem um lugar para ele. Mas os moradores dali não quiseram receber Jesus porque viram que ele estava indo para Jerusalém. Quando os seus discípulos Tiago e João viram isso, disseram:
- O senhor quer que a gente mande descer fogo do céu para acabar com estas pessoas?
Porém Jesus, virando-se para eles, os repreendeu. Então ele e os seus discípulos foram para outro povoado.
Refletindo
Em um momento de silêncio interior, recordo o que li.
O texto diz que "estava chegando o tempo de Jesus ir para o céu". Seguia para Jerusalém. Esta viagem começa com certa solenidade, mandando alguém à frente para preparar, com certeza, alojamento, espaço para encontro com as pessoas. No entanto, ao passar por um povoado da Samaria, Jesus não foi acolhido, não quiseram recebê-lo. Esta rejeição estava fundamentada em antigas mágoas dos samaritanos contra os judeus. Isto despertou revolta em Tiago e João que queriam logo acabar com aquela gente. Jesus os repreendeu e seguiu para outro povoado. O Mestre ensina que é preciso dar tempo para a conversão. Saber eseprar o momento da abertura, do perdão, da reconciliação, do encontro.

2. Meditação(Caminho)
O que a Palavra diz para mim?
Sob a luz da verdade que acolhi, respondo aos apelos e convites de Jesus Mestre. Atualizo e medito a Palavra, ligando-a à minha vida. E posso me perguntar: a impaciência dos apóstolos não é minha também, muitas vezes? 
Meditando
Os bispos, em Aparecida, falaram também de de propostas para conduzir as pessoas ao encontro de Jesus: "A iniciação cristã, que inclui o querigma, é a maneira prática de colocar alguém em contato com Jesus Cristo e iniciá-lo no discipulado.(...)Sentimos a urgência de desenvolver em nossas comunidades um processo de iniciação na vida cristã que comece pelo querigma que guiado pela Palavra de Deus, que conduza a um encontro pessoal, cada vez maior, com Jesus Cristo, perfeito Deus e perfeito homem, experimentado como plenitude da humanidade e que leve à conversão, ao seguimento em uma comunidade eclesial e a um amadurecimento de fé na prática dos sacramentos, do serviço e da missão." (DAp 288 e 289).
Na carta Laudato sì, falando do cultura do descarte, o papa Francisco o Papa Francisco reconhece que se nota «a relação íntima entre os pobres e a fragilidade do planeta, a convicção de que tudo está estreitamente interligado no mundo, a crítica do novo paradigma e das formas de poder que derivam da tecnologia, o convite a procurar outras maneiras de entender a economia e o progresso, o valor próprio de cada criatura, o sentido humano da ecologia, a necessidade de debates sinceros e honestos, a grave responsabilidade da política internacional e local, a cultura do descarte e a proposta dum novo estilo de vida » (16).

3. Oração(Vida)
O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Meu coração já está em sintonia com o coração de Jesus. Vivo este momento em silêncio. E oro:
Senhor Jesus, eu creio que estou na tua presença
e te adoro profundamente.
Ilumina a minha inteligência e fortifica a minha vontade,
de modo que a minha vida seja, aos poucos,
transformada pelo encontro contigo.
Liberta-me de tantas coisas que me oprimem,
ensina-me a evitar a dispersão
em muitos interesses superficiais;
ajuda-me na busca contínua da tua vontade.
Espírito Santo, cria em mim um coração novo,
capaz de amar todas as pessoas.
Que a minha oração seja sustentada
pela intercessão de Maria, Mãe da Igreja
e modelo de disponibilidade à voz de Deus.
Amém.

4. Contemplação(Vida)
Qual o novo olhar que a Palavra despertou em mim?
São Paulo diz: "É Cristo que vive em mim" (Gl 2,20). E Cristo diz: "Eu sou a luz do mundo"( Jo 8,12) e "Vocês são a luz do mundo" (Mt 5,14).
Passarei o dia a olhar todas as pessoas, rezando com o apóstolo Paulo:
"Ao visitá-las, levo para vocês muitas bênçãos de Cristo". (Rm 15,29).

Bênção Bíblica
O Senhor o abençoe e guarde!
O Senhor lhe mostre seu rosto brilhante e tenha piedade de você!
O Senhor lhe mostre seu rosto e lhe conceda a paz!’ (Nm 6,24-27).
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


Um comentário:

ANA PAULA VIOTTO disse...

Muitas vezes quando as coisas não são como planejamos nos revoltamos e destruimos tudo mas o senhor nos pede calma e tudo se resolve .
Salve Maria