sábado, 8 de outubro de 2016

Lc 11,27-28 - São felizes os que ouvem e vivem a Palavra

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com todos os internautas 
que se encontram com a Palavra, neste instante:


Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Agradeço-te, meu Deus,
porque me chamaste,
tirando-me das minhas ocupações do dia-a-dia,
muitas vezes difíceis e pesadas,
para aqui me encontrar contigo.
Dispõe o meu coração na paz e na humildade
para poder ser por ti encontrado/a
e ouvir a tua Palavra.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na minha Bíblia, o texto: Lc 11,27-28.
Quando Jesus acabou de dizer isso, uma mulher que estava no meio da multidão gritou para ele:
- Como é feliz a mulher que pôs o senhor no mundo e o amamentou!
Mas Jesus respondeu:
- Mais felizes são aqueles que ouvem a mensagem de Deus e obedecem a ela.
Refletindo
A felicidade e a glória da mulher israelita, segundo a tradição, fundamentam-se no filho. Jesus, no entanto, valoriza de outro modo a glória do homem e da mulher. Esta está no conhecimento e na vivência da Palavra. Felizes os que “ouvem” a Palavra. "Ouvir" aqui ultrapassa a simples audição. Significa recebê-la, aceitá-la e praticá-la.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Para seguir Jesus preciso também ouvir e praticar a Palavra.
Meditando
Os bispos, em Aparecida, falaram das características do discípulo de Jesus Cristo:
“Como características do discípulo, indicadas pela iniciação cristã, destacamos: que ele tenha como centro a pessoa de Jesus Cristo, nosso Salvador e plenitude de nossa humanidade, fonte de toda maturidade humana e cristã; que tenha o espírito de oração, seja amante da Palavra.” (DAp, 292).

O papa Francisco afirma, na Laudato sì:

O fato de insistir na afirmação de que o ser humano é imagem de Deus não deveria
fazer-nos esquecer que cada criatura tem uma função e nenhuma é supérflua. Todo o
universo material é uma linguagem do amor de Deus, do seu carinho sem medida por
nós. O solo, a água, as montanhas: tudo é carícia de Deus. A história da própria amizade com Deus desenrola-se sempre num espaço geográfico que se torna um sinal muito pessoal, e cada um de nós guarda na memória lugares cuja lembrança nos faz muito bem. Quem cresceu no meio de montes, quem na infância se sentava junto do riacho a beber, ou quem jogava numa praça do seu bairro, quando volta a esses lugares sente-se chamado a recuperar a sua própria identidade. (LS 84).

3. Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a
Oração pela nossa terra

Deus Onipotente,
que estais presente em todo o universo
e na mais pequenina das vossas criaturas,
Vós que envolveis com a vossa ternura
tudo o que existe,
derramai em nós a força do vosso amor

para cuidarmos da vida e da beleza.
Inundai-nos de paz,
para que vivamos como irmãos e irmãs
sem prejudicar ninguém.
Ó Deus dos pobres,
ajudai-nos a resgatar
os abandonados e esquecidos desta terra
que valem tanto aos vossos olhos.
Curai a nossa vida,
para que protejamos o mundo
e não o depredemos,
para que semeemos beleza
e não poluição nem destruição.
Tocai os corações
daqueles que buscam apenas benefícios
à custa dos pobres e da terra.
Ensinai-nos a descobrir o valor de cada coisa,
a contemplar com encanto,
a reconhecer que estamos profundamente unidos
com todas as criaturas
no nosso caminho para a vossa luz infinita.
Obrigado porque estais connosco todos os dias.
Sustentai-nos, por favor, na nossa luta
pela justiça, o amor e a paz.
Amém. ( Laudato sì)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar, acolhe, ouve, vive e leva  a Palavra a outras pessoas, ajudando-as a descobrir Deus na natureza e na valorização da vida. Como nos fala o papa Francisco: "A «mística popular» acolhe, a seu modo, o Evangelho inteiro e encarna-o em expressões de oração, de fraternidade, de justiça, de luta e de festa. A Boa Nova é a alegria dum Pai que não quer que se perca nenhum dos seus pequeninos. Assim nasce a alegria no Bom Pastor que encontra a ovelha perdida e a reintegra no seu rebanho." (EG 237).

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. -
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

3 comentários:

Candida Brites disse...

Que o Senhor olhe com carinho para as grávidas para que não precisem de abortos e as crianças nasçam na paz e no amor para serem adultos equilibrados e do bem!!

Adriana Nascimento disse...

Senhor dá- nos a força necessária para viver a sua palavra e alcançarmos a felicidade. Não nessa vida passageira, mas na vida eterna.

Felipe Soares disse...

Peço coragem Senhor para observar sua palavra, colocar em prática ajudando os mais necessitados e que sempre seja feita a sua vontade e não a minha.