terça-feira, 22 de novembro de 2016

Lc 21,5-11 - "Uma nação vai guerrear contra a outra..."

Graça e Paz a todos os que se reúnem aqui, na web, em torno da Palavra.
 Juntos, rezamos ou cantamos o Salmo 94:
(Se, em grupo, pode ser rezado em dois coros ou um solista e os demais repetem)

- Venham, ó nações, ao Senhor cantar (bis)
- Ao Deus do universo, venham festejar (bis)
- Seu amor por nós, firme para sempre (bis)
- Sua fidelidade dura eternamente (bis)
- Toda a terra aclame, cante ao Senhor (bis)
- Sirva com alegria, venha com fervor (bis)
- Nossas mãos orantes para o céu subindo (bis)
- Cheguem como oferenda ao som deste hino (bis)
- Glória ao Pai, ao Filho e ao Santo Espírito (bis)
- Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito (bis)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia? Lc 21,5-11.Leio atentamente o texto, na Bíblia.
Algumas pessoas estavam falando de como o Templo era enfeitado com bonitas pedras e com as coisas que tinham sido dadas como ofertas. Então Jesus disse:
- Chegará o dia em que tudo isso que vocês estão vendo será destruído. E não ficará uma pedra em cima da outra.
Aí eles perguntaram:
- Mestre, quando será isso? Que sinal haverá para mostrar quando é que isso vai acontecer?
Jesus respondeu:
- Tomem cuidado para que ninguém engane vocês. Porque muitos vão aparecer fingindo ser eu, dizendo: "Eu sou o Messias" ou "Já chegou o tempo". Porém não sigam essa gente. Não tenham medo quando ouvirem falar de guerras e de revoluções. Pois é preciso que essas coisas aconteçam primeiro. Mas isso não quer dizer que o fim esteja perto.
E continuou:
- Uma nação vai guerrear contra outra, e um país atacará outro. Em vários lugares haverá grandes tremores de terra, falta de alimentos e epidemias. Acontecerão coisas terríveis, e grandes sinais serão vistos no céu.
Refletindo
O templo de Jerusalém, construído por Herodes, era de uma grandeza e magnitude sem igual. Jesus não se impressiona. As belas pedras e as ofertas não passavam de exterioridade, aparências. E afirma: "tudo isto será destruído". O templo viria abaixo. Sua finalidade havia sido desviada. Não era mais o templo do Deus verdadeiro. Em nome da fé eram acobertadas maldades, exploração e idolatrias.
E Jesus fala de catástrofes, sinais vindos do céu, terremotos, epidemias. Estes sinais podem confundir. Alguns dirão que o final está próximo. Jesus diz que isto não quer dizer que o fim está perto, mas, ele chegará de repente .

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Meditando
O texto diz que as aparências passam e que chegará o fim. Importante é vigiar e aceitar Jesus Cristo.
Os bispos na Conferência de Aparecida lembraram: "Quem aceita a Cristo: Caminho, Verdade e Vida, em sua totalidade, tem garantida a paz e a felicidade, nesta e na outra vida!"(DAp 246).
E eu me interrogo: Tenho garantida a minha paz e a felicidade pela aceitação de Jesus Cristo?

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos e concluo com a
Oração do Abandono 

Meu Pai,

Eu me abandono a ti,
Faz de mim o que quiseres.
O que fizeres de mim,
Eu te agradeço.

Estou pronto para tudo, aceito tudo.

Desde que a tua vontade se faça em mim
E em tudo o que tu criastes,
Nada mais quero, meu Deus.

Nas tuas mãos entrego a minha vida.

Eu te a dou, meu Deus,
Com todo o amor do meu coração,
Porque te amo
E é para mim uma necessidade de amor dar-me,
Entregar-me nas tuas mãos sem medida
Com uma confiança infinita
Porque tu és... 
Meu Pai!
(Charles de Foucauld)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Meu olhar será iluminado pela presença de Jesus Cristo, rompendo com tudo aquilo que é mera aparência ou ostentação.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


 
Irmã Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br