sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Mc 4,26-34 - O Reino de Deus é como um semente de mostarda

Preparo-me para este momento,
fazendo com todos os internautas,
a oração ao Espírito Santo:

A Vós, Espírito de verdade,
consagro a mente, a fantasia e a memória:
iluminai-me.
Fazei-me conhecer Jesus Cristo
 e compreender o seu Evangelho.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
Faço a leitura lenta e atenta do texto da Palavra do dia: Mc 4,26-34.
Jesus disse:
- O Reino de Deus é como um homem que jogou  a semente na terra. Quer ele esteja acordado, quer esteja dormindo, ela brota e cresce, sem ele saber como isso acontece. É a própria terra que dá o seu fruto: primeiro aparece a planta, depois a espiga, e, mais tarde, os grãos que enchem a espiga. Quando as espigas ficam maduras, o homem começa a cortá-las com a foice, pois chegou o tempo da colheita.
Jesus continuou:
- Com o que podemos comparar o Reino de Deus? Que parábola podemos usar para isso? Ele é como uma semente de mostarda, que é a menor de todas as sementes. Mas, depois de semeada, cresce muito até ficar a maior de todas as plantas. E os seus ramos são tão grandes, que os passarinhos fazem ninhos entre as suas folhas.
Assim, usando muitas parábolas como estas, Jesus falava ao povo de um modo que eles podiam entender. E só falava com eles usando parábolas, mas explicava tudo em particular aos discípulos.
Refletindo
Em um momento de silêncio, recordo o que li. São duas pequenas parábolas. Uma fala do processo como se desenvolve o Reino de Deus. Exige paciência. A outra é sobre o resultado de uma pequena boa semente. Fala de esperança.

2. Meditação (Caminho)
O que a Palavra diz para mim?
O que me dizem estas duas parábolas de Jesus Mestre? Atualizo a Palavra, ligando-a à minha vida.
O "Reino de Deus está perto". Dentro de mim. Como se desenvolve? Como o cultivo? Já me sinto discípulo/a missionário/a? Sinto-me "abrigo" para outras pessoas que buscam o Reino de Deus? 
Meditando
Lembro-me das palavras dos bispos na Conferência de Aparecida: " No seguimento de Jesus Cristo, aprendemos e praticamos as bem-aventuranças do Reino, o estilo de vida do próprio Jesus: seu amor e obediência filial ao Pai, sua compaixão entranhável frente à dor humana, sua proximidade aos pobres e aos pequenos, sua fidelidade à missão encomendada, seu amor serviçal até a doação de sua vida. Hoje, contemplamos a Jesus Cristo tal como os Evangelhos nos transmitiram para conhecer o que Ele fez e para discernir o que nós devemos fazer nas atuais circunstâncias." (DAp 139).

3. Oração(Vida)
O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Meu coração começa a bater em sintonia com o coração de Jesus.
Vivo este momento em silêncio. 

Rezo com toda a Igreja a Oração Jubilar: 
300 Anos de Bênçãos
Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / 
há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / 
no Rio Paraíba do Sul. / 
Como sinal vindo do céu, /
 em  vossa cor, / 
vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / 
apenas filhos muito amados. / 
Diante de vós, embaixadora de Deus, /
 rompem-se as correntes da escravidão! / 
Assim, daquelas redes, / 
passastes para o coração e a vida / 
de milhões de outros filhos e filhas vossos. / 
Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / 
famílias recuperadas, / 
saúde alcançada, /
 corações reconciliados, / 
vida cristã reassumida. / 
Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / 
Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / 
nós vos acolhemos como mãe, / 
e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / 
o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. /
 Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / 
Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / 
Fazei de nós vossos filhos e filhas, / 
irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo.
Amém!

4. Contemplação (Vida)
Qual o novo olhar que a Palavra despertou em mim?
Viverei este dia com olhar novo,"descobrindo" o Reino de Deus presente em cada situação, pessoa, dificuldade, alegria, realização, desafio, cultivando dentro de mim a paciência e a esperança.
Por todos os internautas, para todas as pessoas, rezo com o apóstolo Paulo:
"Que o Senhor realize todos os desejos que vocês têm de fazer o bem" . (2Ts 1,11).

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


domingo, 22 de janeiro de 2017

Mt 4,12-23 - Conversão e seguimento

Saudação
- A nós, neste ambiente virtual, que buscamos a Palavra,
a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre,
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto, na Bíblia: Mt 4, 12-23
Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 
12Ao saber que João tinha sido preso,Jesus voltou para a Galiléia.13Deixou Nazaré e foi morar em Cafarnaum,que fica às margens do mar da Galiléia,14no território de Zabulon e Neftali,para se cumprir o que foi dito pelo profeta Isaías:15'Terra de Zabulon, terra de Neftali, caminho do mar,região do outro lado do rio Jordão,Galiléia dos pagãos!16O povo que vivia nas trevas viu uma grande luze para os que viviam na região escura da mortebrilhou uma luz.17Daí em diante Jesus começou a pregar dizendo:'Convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo.18Quando Jesus andava à beira do mar da Galiléia, viu dois irmãos:Simão, chamado Pedro, e seu irmão André.Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores.19Jesus disse a eles: 'Segui-me,e eu farei de vós pescadores de homens.'20Eles, imediatamente deixaram as redes e o seguiram.21Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos:Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João.Estavam na barca com seu pai Zebedeuconsertando as redes.Jesus os chamou.22Eles, imediatamente deixaram a barca e o pai,e o seguiram.23Jesus andava por toda a Galiléia,ensinando em suas sinagogas,pregando o Evangelho do Reinoe curando todo tipo de doença e enfermidade do povo.Refletindo
Jesus escolhe Cafarnaum pra morar. Mateus recorda que isso é o para que se cumpra a Escritura, em Isaias que fala da luz que brilha na escuridão. A mensagem que passa a pregar é de conversão: "arrependam-se". O Reino de Deus é o núcleo da sua pregação. Começa também a formar sua equipe de missão. Chama Pedro e André, dois pescadores. e mais dois pescadores; Tiago e João. O texto diz que "imediatamente" ou, "no mesmo instante", deixaram as redes, o pai e o barco e foram com Jesus. A profissão de pescadores se tranforma na missão de salvar pessoas para o Reino."Ir" com Jesus, ou "segui-lo" significa ser fiel a ele. Aqui nasce a espiritualidade do seguimento.

2. Meditação (Caminho) 
O que o texto diz para mim, hoje? Qual palavra mais me toca o coração?  O que o texto me diz no momento? Minha vida reflete o que o texto diz ou há contradições? Vivo a conversão, ou seja, tenho um coração novo?
Meditando
A Conferência de Aparecida nos recorda: No exercício de nossa liberdade, às vezes recusamos essa vida nova (cf. Jo 5,40) ou não perseveramos no caminho (cf. Hb 3,12-14). Com o pecado, optamos por um caminho de morte. Por isso, o anúncio de Jesus sempre convoca à conversão, que nos faz participar do triunfo do Ressuscitado e inicia um caminho de transformação.” (DAp 351).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com toda a Igreja a Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos
Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / 
há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / 
no Rio Paraíba do Sul. / 
Como sinal vindo do céu, /
 em  vossa cor, / 
vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / 
apenas filhos muito amados. / 
Diante de vós, embaixadora de Deus, /
 rompem-se as correntes da escravidão! / 
Assim, daquelas redes, / 
passastes para o coração e a vida / 
de milhões de outros filhos e filhas vossos. / 
Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / 
famílias recuperadas, / 
saúde alcançada, /
 corações reconciliados, / 
vida cristã reassumida. / 
Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / 
Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / 
nós vos acolhemos como mãe, / 
e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / 
o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. /
 Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / 
Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / 
Fazei de nós vossos filhos e filhas, / 
irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo.
Amém!



4.Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou viver a conversão: eliminar do meu modo de pensar e agir aquilo que não vem de Deus, que não é conforme o Projeto de Jesus Mestre. 
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Mc 1,40-45 - Não tenham medo de Cristo!

"A fé cristã é, antes de tudo, um encontro com Jesus, uma pessoa que dá à vida um novo horizonte» (Bento XVI, encíclica "Deus caritas est», 1).
Peço este novo horizonte, orando:
Jesus, és o Mestre e a Verdade, 
ilumina-me para que eu melhor compreenda 
a tua Palavra.
1.Leitura ( Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio atentamente o texto de hoje: Mc 1,40-45.
Um leproso chegou perto de Jesus, ajoelhou-se e disse:
- Senhor, eu sei que o senhor pode me curar se quiser.
Jesus ficou com muita pena dele, tocou nele e disse:
- Sim! Eu quero. Você está curado.
No mesmo instante a lepra desapareceu, e ele ficou curado.
E Jesus ordenou duramente:
- Olhe! Não conte isso para ninguém, mas vá pedir ao sacerdote que examine você. Depois, a fim de provar para todos que você está curado, vá oferecer o sacrifício que Moisés ordenou.
Então Jesus o mandou embora. Mas o homem começou a falar muito e espalhou a notícia. Por isso Jesus não podia mais entrar abertamente em qualquer cidade, mas ficava fora, em lugares desertos. E gente de toda parte vinha procurá-lo.
Refletindo
Este texto que é a primeira cura narrada no Evangelho de Marcos.
A lepra, na Bíblia, é símbolo de exclusão, o que é um pecado.
O leproso não podia se apresentar em público, nem conviver com pessoas sadias, pelo perigo de contágio.
Assim, o pecado afastava, isolava e tornava a pessoa intocáveil.
Por isso, são Paulo afirma que, com o pecado, entrou no mundo a morte (Cf Rm 5,12).
O homem que possuia a lepra chegou perto de Jesus, ajoelhou-se e fez seu pedido de forma interessante:
"Eu sei que o senhor pode me curar se quiser."
Jesus sentiu compaixão daquele homem e tocou nele. Jesus toca o intocável.
Naquela cultura, quem tocasse um leproso era contaminado. Jesus não se preocupa com o que pensarão dele. Vê a pessoa e não, a sua lepra. Tocou nele. E no mesmo Instante o homem ficou curado.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Se quer ser perdoado, purificado de seus pecados, comece reconhecendo quem é Jesus:
Deus feito homem. Depois, faça como o leproso, peça para ele purificar você, "se ele quiser".
Este dado é importante: "se ele quiser". Deus sabe o que é melhor, o que você nem sempre sabe.
Depois, peça a Jesus que toque em você.
Meditando
Lembraram os bispos, em Aparecida:
"Bento XVI, no início de seu Pontificado, fazendo eco a seu predecessor, o Servo de Deus, João Paulo II, proclama para toda a América Latina: Não temam! Abram, abram de par em par as portas a Cristo!... quem deixa Cristo entrar a não perde nada, nada – absolutamente nada – do que faz a vida livre, bela e grande. Não! Só com esta amizade abrem-se as portas da vida. Só com esta amizade abrem-se realmente as grandes potencialidades da condição humana. Só com esta amizade experimentamos o que é belo e o que nos liberta... Não tenham medo de Cristo! Ele não tira nada e nos dá tudo. Quem se dá a Ele, recebe cem por um. Sim, abram, abram de par em par as portas a Cristo e encontrarão a verdadeira vida" (DAp 15.)

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Ano Mariano
Rezo com toda a Igreja a Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos
Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / 
há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / 
no Rio Paraíba do Sul. / 
Como sinal vindo do céu, /
 em  vossa cor, / 
vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / 
apenas filhos muito amados. / 
Diante de vós, embaixadora de Deus, /
 rompem-se as correntes da escravidão! / 
Assim, daquelas redes, / 
passastes para o coração e a vida / 
de milhões de outros filhos e filhas vossos. / 
Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / 
famílias recuperadas, / 
saúde alcançada, /
 corações reconciliados, / 
vida cristã reassumida. / 
Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / 
Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / 
nós vos acolhemos como mãe, / 
e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / 
o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. /
 Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / 
Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / 
Fazei de nós vossos filhos e filhas, / 
irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo.
Amém!

4. Contemplação (Vida)

- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Procurarei em cada momento do dia de hoje deixar-me "tocar" pelo Senhor.
Quero vencer aquele limite que tenho e que só eu sei.
Quero estar livre de julgar, condenar, não perdoar, discriminar.
Afastarei qualquer preconceito em relação às pessoas diferentes.
Elas também são amadas por Deus.
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. -
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp 
patricia.silva@paulinas.com.br

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Mc 1,21b-28 - Um novo ensinamento!

Saudação
- A nós, que nos encontramos na web, a paz de Deus, nosso Pai, a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, ficai conosco, aqui reunidos (pela grande rede da internet),
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras. 

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio na Bíblia,  atentamente, o texto: Mc 1,21b-28.
Chegaram à cidade de Cafarnaum, e, no sábado, ele foi ensinar na sinagoga. As pessoas que o escutavam ficaram muito admiradas com a sua maneira de ensinar. É que Jesus ensinava com a autoridade dele mesmo e não como os mestres da Lei. Então chegou ali um homem que estava dominado por um espírito mau. O homem gritou:
- O que quer de nós, Jesus de Nazaré? Você veio para nos destruir? Sei muito bem quem é você: é o Santo que Deus enviou!
Então Jesus ordenou ao espírito mau:
- Cale a boca e saia desse homem!
Aí o espírito sacudiu o homem com violência e, dando um grito, saiu dele. Todos ficaram espantados e diziam uns para os outros:
- Que quer dizer isso? É um novo ensinamento dado com autoridade. Ele manda até nos espíritos maus, e eles obedecem.
E a fama de Jesus se espalhou depressa por toda a região da Galileia.
Refletindo
Consideremos dois aspectos deste texto que aparecem neste encontro de Jesus na sinagoga de Cafarnaum, num dia de sábado: 1º. O ensino de Jesus "com autoridade" e 2º. O espírito mau que dominava o homem.
O espírito mau dominou e desestruturou a vida do homem que chegou à sinagoga. Sua vida era tão desintegrada e vulnerável que achou que Jesus queria lhe fazer mal: "Você veio para nos destruir?" Diante desta incapacidade do homem de reconhecer a necessidade de libertação, Jesus se impôs, Usou de sua "autoridade",  ordenando ao espírito mau: "Cale a boca e saia desse homem!".
O povo se impressionou com a autoridade de Jesus e tentava entendê-lo. Convencido da autoridade do Mestre, o povo "espalhou" o fato por toda a Galileia.


2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?
Meditando
Recordo o que disseram os bispos em Aparecida sobre a vulnerabilidade dos mais fracos: "De nossa fé em Cristo nasce também a solidariedade como atitude permanente de encontro, irmandade e serviço. Ela há de se manifestar em opções e gestos visíveis, principalmente na defesa da vida e dos direitos dos mais vulneráveis e excluídos, e no permanente acompanhamento em seus esforços por serem sujeitos de mudança e de transformação de sua situação" (DAp 394).

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com Jesus: Pai nosso...
E faço a Oração do Ano Mariano
Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos
Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / 
há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / 
no Rio Paraíba do Sul. / 
Como sinal vindo do céu, /
 em  vossa cor, / 
vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / 
apenas filhos muito amados. / 
Diante de vós, embaixadora de Deus, /
 rompem-se as correntes da escravidão! / 
Assim, daquelas redes, / 
passastes para o coração e a vida / 
de milhões de outros filhos e filhas vossos. / 
Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / 
famílias recuperadas, / 
saúde alcançada, /
 corações reconciliados, / 
vida cristã reassumida. / 
Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / 
Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / 
nós vos acolhemos como mãe, / 
e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / 
o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. /
 Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / 
Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / 
Fazei de nós vossos filhos e filhas, / 
irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo, 
Amém!

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou eliminar do meu modo de pensar e agir aquilo que não vem de Deus, que não é conforme o Projeto de Jesus Mestre.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br 



 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Mt 3,13-17 - Batismo de Jesus

Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai, a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, ficai conosco,
aqui reunidos (pela grande rede da internet),
 para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Oferecimento do dia  
Adoro-vos, meu Deus, amo-vos de todo o meu coração.
Agradeço-vos porque me criastes, me fizestes cristão, me conservastes a vida e a saúde.
Ofereço-vos o meu dia: que todas as minhas ações correspondam à vossa vontade.
E que faça tudo para a vossa glória e a paz das pessoas.
Livrai-me do pecado, do perigo e de todo o mal.
Que a vossa graça, benção, luz e presença permaneçam sempre comigo
e com todos aqueles que eu amo. Amém.
 


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto na Bíblia: Mt 3,13-17
Naqueles dias, Jesus foi da Galileia até o rio Jordão a fim de ser batizado por João Batista. Mas João tentou convencê-lo a mudar de ideia, dizendo assim:
- Eu é que preciso ser batizado por você, e você está querendo que eu o batize?
Mas Jesus respondeu:
- Deixe que seja assim agora, pois é dessa maneira que faremos tudo o que Deus quer.
E João concordou.
Logo que foi batizado, Jesus saiu da água. O céu se abriu, e Jesus viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e pousar sobre ele. E do céu veio uma voz, que disse:
- Este é o meu Filho querido, que me dá muita alegria! 

Refletindo
O batismo de Jesus é considerado a segunda epifania ou manifestação. A primeira foi ao magos. No batismo, Jesus se integra à comunidade cristã e aos judeus presentes. Naquela cerimônia, o que era sinal de arrependimento para o povo, para ele é sinal de justiça. E justiça, na Bíblia, significa, amor de Deus para todos. Para todos! Assim, ungido, Jesus declara sua missão.
Quando Jesus saiu da água, aconteceu a manifestação da Santíssima Trindade: "viu o Espírito de Deus" e ouviu o testemunho amoroso do Pai: "Este é o meu Filho querido".
No Batismo de cada cristão ouve-se também esta proclamação: "Eu te batizo em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo".

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? O nosso batismo deriva do  batismo de Cristo. Ser batizado é ser enxertado em Cristo, é aceitar a justiça e os desafios provenientes do anúncio do Evangelho. Ser imerso na água do batismo é aceitar morrer ao pecado.
Meditando
Disseram os bispos, em Aparecida: "Ao receber a fé e o batismo, os cristãos acolhem a ação do Espírito Santo que leva a confessar a Jesus como Filho de Deus e a chamar Deus “Abba”(Paizinho!). Como todos os batizados e batizadas da América Latina e do Caribe “através do sacerdócio comum do Povo de Deus”, somos chamados a viver e a transmitir a comunhão com a Trindade, pois “a evangelização é um chamado à participação da comunhão trinitária” (DAp 157).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Renovo o meu Batismo, renovando a minha fé e meu compromisso cristão.
Creio em Deus-Pai, todo poderoso,
criador do céu e da terra.
E em Jesus Cristo seu único filho, Nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo,
nasceu da Virgem Maria
Padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado,
desceu a mansão dos mortos,
ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus,
está sentado à direita de Deus Pai, todo poderoso,
de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo,
na Santa Igreja Católica,
na comunhão dos Santos,
na remissão dos pecados,
na ressurreição da carne,
na vida eterna.
Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão) 
 Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou viver a minha vida cristã coerente com meus compromissos do meu batismo, em contínua conversão e dando testemunho de minha fé.


Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br



 

domingo, 8 de janeiro de 2017

Mt 2,1-12 - A estrela conduz a Jesus


Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Os reis disseram: “onde está o rei dos judeus recém-nascido? 
Vimos a sua estrela e viemos adorá-lo" (Mt 2,1-2).
A estrela de Belém indicou o caminho para os magos (Mt 2,2).
A estrela tornou-se o grande símbolo do que aconteceu naquela noite.
A estrela aponta para Belém, local do nascimento do menino Jesus.
A estrela aponta para a plenitude de vida vinda ao mundo em Cristo.
Senhor, no teu presépio
quero ser aquela Estrela de Belém.
Quando nasceste ela anunciou teu nascimento e 
guiou os três Reis Magos do ocidente até o local onde estavas.
Quero ser a Estrela de Belém para dizer a todos que és a luz do mundo.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 2,1-12
Jesus nasceu na cidade de Belém, na região da Judeia, quando Herodes era rei da terra de Israel. Nesse tempo alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém. Eles perguntaram:
- Onde está o menino que nasceu para ser o rei dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo.
Quando o rei Herodes soube disso, ficou muito preocupado, e todo o povo de Jerusalém também ficou. Então Herodes reuniu os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei e perguntou onde devia nascer o Messias. Eles responderam:
- Na cidade de Belém, na região da Judeia, pois o profeta escreveu o seguinte:

"Você, Belém, da terra de Judá,
de modo nenhum é a menor
entre as principais cidades de Judá,
pois de você sairá o líder
que guiará o meu povo de Israel."
Então Herodes chamou os visitantes do Oriente para uma reunião secreta e perguntou qual o tempo exato em que a estrela havia aparecido; e eles disseram. Depois os mandou a Belém com a seguinte ordem:
- Vão e procurem informações bem certas sobre o menino. E, quando o encontrarem, me avisem, para eu também ir adorá-lo.
Depois de receberem a ordem do rei, os visitantes foram embora. No caminho viram a estrela, a mesma que tinham visto no Oriente. Ela foi adiante deles e parou acima do lugar onde o menino estava. Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe. Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.
E num sonho Deus os avisou que não voltassem para falar com Herodes. Por isso voltaram para a sua terra por outro caminho.

Refletindo
Celebramos hoje a Epifania ou Manifestação do Senhor a todos os povos.
São Mateus é o único dos evangelistas que faz a narrativa da visita dos “magos”. Magos (do grego) significa grande, ilustre. Esta solenidade nos comunica que a salvação é para todos. Os magos vinham do Oriente à procura do Rei dos Judeus, indicado pela estrela. A estrela os conduz e eles encontram o menino com Maria, sua Mãe. Diz o texto que eles ficaram muito alegres! Oferecem de presente ao menino ouro, incenso e mirra. O ouro simboliza a realeza de Jesus, o incenso, a sua divindade, e a mirra, a sua humanidade.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?
O texto me convida a respeitar culturas e raças diferentes, me ensina a procurar a Deus de coração sincero. Ensina-me ainda a não me deixar confundir por outros reinos.
Meditando
Todas as culturas já trazem dentro de si "as sementes do Verbo". Lembram isso os bispos em Aparecida, quando dizem: " O Evangelho chegou a nossas terras em meio a um dramático e desigual encontro de povos e culturas. As “sementes do Verbo”presentes nas culturas autóctones, facilitaram a nossos irmãos indígenas encontrarem no Evangelho respostas vitais às suas aspirações mais profundas: “Cristo era o Salvador que esperavam silenciosamente”.  (DAp 4).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Sendo o Dia dos Reis, recordamos a religiosidade popular com a bela canção:
Que noite tão bonita (4)
(tema de folia de Reis, recolhida por Ely Camargo, em Nova Resende, MG, em 1979)
Ai, que hora tão solene, ai, ai, ai
Ai, que noite tão bonita, ai, ai, ai
Que o Menino foi nascido, ai, ai, ai
Numa pobre estrebaria, ai, ai, ai
Quem podia ter nascido, ai, ai, ai
Num lençol de ouro fino, ai, ai, ai
Foi pra dar exemplo ao mundo, ai, ai, ai
Que nasceu pobre menino, ai, ai, ai

CD Cantigas do povo - Paulinas COMEP, Ely Camargo, Água da fonte.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou me deixar guiar pela estrela da fé, e procurar ser Estrela que indica Jesus às pessoas.


Bênção 
Jesus Divino Mestre seja para ti:
a verdade que ilumina,
o caminho da santidade,
a vida plena e eterna.
Que ele te guarde e defenda.
Plenifique de todos os bens
a ti e a todos que amas.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br