domingo, 8 de janeiro de 2017

Mt 2,1-12 - A estrela conduz a Jesus


Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Os reis disseram: “onde está o rei dos judeus recém-nascido? 
Vimos a sua estrela e viemos adorá-lo" (Mt 2,1-2).
A estrela de Belém indicou o caminho para os magos (Mt 2,2).
A estrela tornou-se o grande símbolo do que aconteceu naquela noite.
A estrela aponta para Belém, local do nascimento do menino Jesus.
A estrela aponta para a plenitude de vida vinda ao mundo em Cristo.
Senhor, no teu presépio
quero ser aquela Estrela de Belém.
Quando nasceste ela anunciou teu nascimento e 
guiou os três Reis Magos do ocidente até o local onde estavas.
Quero ser a Estrela de Belém para dizer a todos que és a luz do mundo.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 2,1-12
Jesus nasceu na cidade de Belém, na região da Judeia, quando Herodes era rei da terra de Israel. Nesse tempo alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém. Eles perguntaram:
- Onde está o menino que nasceu para ser o rei dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo.
Quando o rei Herodes soube disso, ficou muito preocupado, e todo o povo de Jerusalém também ficou. Então Herodes reuniu os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei e perguntou onde devia nascer o Messias. Eles responderam:
- Na cidade de Belém, na região da Judeia, pois o profeta escreveu o seguinte:

"Você, Belém, da terra de Judá,
de modo nenhum é a menor
entre as principais cidades de Judá,
pois de você sairá o líder
que guiará o meu povo de Israel."
Então Herodes chamou os visitantes do Oriente para uma reunião secreta e perguntou qual o tempo exato em que a estrela havia aparecido; e eles disseram. Depois os mandou a Belém com a seguinte ordem:
- Vão e procurem informações bem certas sobre o menino. E, quando o encontrarem, me avisem, para eu também ir adorá-lo.
Depois de receberem a ordem do rei, os visitantes foram embora. No caminho viram a estrela, a mesma que tinham visto no Oriente. Ela foi adiante deles e parou acima do lugar onde o menino estava. Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe. Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.
E num sonho Deus os avisou que não voltassem para falar com Herodes. Por isso voltaram para a sua terra por outro caminho.

Refletindo
Celebramos hoje a Epifania ou Manifestação do Senhor a todos os povos.
São Mateus é o único dos evangelistas que faz a narrativa da visita dos “magos”. Magos (do grego) significa grande, ilustre. Esta solenidade nos comunica que a salvação é para todos. Os magos vinham do Oriente à procura do Rei dos Judeus, indicado pela estrela. A estrela os conduz e eles encontram o menino com Maria, sua Mãe. Diz o texto que eles ficaram muito alegres! Oferecem de presente ao menino ouro, incenso e mirra. O ouro simboliza a realeza de Jesus, o incenso, a sua divindade, e a mirra, a sua humanidade.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?
O texto me convida a respeitar culturas e raças diferentes, me ensina a procurar a Deus de coração sincero. Ensina-me ainda a não me deixar confundir por outros reinos.
Meditando
Todas as culturas já trazem dentro de si "as sementes do Verbo". Lembram isso os bispos em Aparecida, quando dizem: " O Evangelho chegou a nossas terras em meio a um dramático e desigual encontro de povos e culturas. As “sementes do Verbo”presentes nas culturas autóctones, facilitaram a nossos irmãos indígenas encontrarem no Evangelho respostas vitais às suas aspirações mais profundas: “Cristo era o Salvador que esperavam silenciosamente”.  (DAp 4).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Sendo o Dia dos Reis, recordamos a religiosidade popular com a bela canção:
Que noite tão bonita (4)
(tema de folia de Reis, recolhida por Ely Camargo, em Nova Resende, MG, em 1979)
Ai, que hora tão solene, ai, ai, ai
Ai, que noite tão bonita, ai, ai, ai
Que o Menino foi nascido, ai, ai, ai
Numa pobre estrebaria, ai, ai, ai
Quem podia ter nascido, ai, ai, ai
Num lençol de ouro fino, ai, ai, ai
Foi pra dar exemplo ao mundo, ai, ai, ai
Que nasceu pobre menino, ai, ai, ai

CD Cantigas do povo - Paulinas COMEP, Ely Camargo, Água da fonte.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou me deixar guiar pela estrela da fé, e procurar ser Estrela que indica Jesus às pessoas.


Bênção 
Jesus Divino Mestre seja para ti:
a verdade que ilumina,
o caminho da santidade,
a vida plena e eterna.
Que ele te guarde e defenda.
Plenifique de todos os bens
a ti e a todos que amas.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


Nenhum comentário: