domingo, 15 de janeiro de 2017

Jo 1,29-34 - João testemunha que Jesus é o Salvador

Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre,
ficai conosco,
aqui reunidos (pela grande rede da internet),
 para melhor meditar
e comungar com a vossa Palavra.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o Evangelho do Dia -    Jo 1,29-34 

 No dia seguinte, João viu Jesus vindo na direção dele e disse: 

- Aí está o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! Eu estava falando a respeito dele quando disse: "Depois de mim vem um homem que é mais importante do que eu, pois antes de eu nascer ele já existia." Eu mesmo não sabia quem ele era, mas vim, batizando com água para que o povo de Israel saiba quem ele é. 
João continuou: 
- Eu vi o Espírito descer do céu como uma pomba e parar sobre ele. Eu não sabia quem ele era, mas Deus, que me mandou batizar com água, me disse: "Você vai ver o Espírito descer e parar sobre um homem. Esse é quem batiza com o Espírito Santo." E eu vi isso e por esse motivo tenho declarado que ele é o Filho de Deus.
Refletindo
Vendo Jesus que vem em sua direção, João testemunha, reconhecendo Jesus com três títulos: Cordeiro de Deus, "Quem batiza com o Espírito Santo" e  Filho de Deus. É o Cordeiro de Deus que tem a missão do sacrifício para a expiação dos pecados.  É o que batiza com o Espírito Santo, despertando uma vida nova.  É o Filho de Deus de quem procede toda graça e salvação.


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
O nosso batismo deriva do  batismo de Cristo. Ser batizado é ser enxertado em Cristo, é receber o Espírito Santo, é aceitar os desafios provenientes do anúncio do Evangelho. Ser testemunha de Cristo como João Batista é reconhecer que ele é o Filho de Deus. Ser imerso na água do batismo é aceitar morrer ao pecado. Aquele que recebe a água do batismo nasce para a ressurreição e para a vida eterna (Rm 6, 4-5).
Meditando
Em Aparecida, disseram os bispos: "Jesus é o Filho de Deus, a Palavra feito carne (cf. Jo 1,14), verdadeiro Deus e verdadeiro homem, prova do amor de Deus aos homens. Sua vida é uma entrega radical de si mesmo a favor de todas as pessoas, consumada definitivamente em sua morte e ressurreição. Por ser o Cordeiro de Deus, Ele é o Salvador. Sua paixão, morte e ressurreição possibilita a superação do pecado e a vida nova para toda a humanidade. N’Ele, o Pai se faz presente, porque quem conhece o Filho conhece o Pai (cf. Jo 14,7).
Como discípulos de Jesus reconhecemos que Ele é o primeiro e maior evangelizador enviado por Deus (cf. Lc 4,44) e, ao mesmo tempo, o Evangelho de Deus (cf. Rm 1,3). Cremos e anunciamos “a boa nova de Jesus, Messias, Filho de Deus” (Mc 1,1). Como filhos obedientes á voz do Pai queremos escutar a Jesus (cf. Lc 9,35) porque Ele é o único Mestre (cf. Mt 23,8). Como seus discípulos sabemos que suas palavras são Espírito e Vida (cf. Jo 6,63.68). Com a alegria da fé somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, n’Ele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação." (DAp 102 e 103).

 3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Ano Mariano
Rezo com toda a Igreja a Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos
Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / 
há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / 
no Rio Paraíba do Sul. / 
Como sinal vindo do céu, /
 em  vossa cor, / 
vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / 
apenas filhos muito amados. / 
Diante de vós, embaixadora de Deus, /
 rompem-se as correntes da escravidão! / 
Assim, daquelas redes, / 
passastes para o coração e a vida / 
de milhões de outros filhos e filhas vossos. / 
Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / 
famílias recuperadas, / 
saúde alcançada, /
 corações reconciliados, / 
vida cristã reassumida. / 
Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / 
Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / 
nós vos acolhemos como mãe, / 
e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / 
o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. /
 Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / 
Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / 
Fazei de nós vossos filhos e filhas, / 
irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo.
Amém!
 
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou viver a minha vida cristã coerente com meus compromissos de contínua conversão e de testemunho de minha fé.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br