quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Mc 8,22-26 - Que Jesus nos tome pela mão


Preparo-me para a Leitura Orante de hoje,
fechando os olhos por uns instantes e,
colocando-me na presença de Deus,
peço a Ele  que toque em mim,
que toque no coração de todos
que circulam pela rede virtual.


Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Espírito Santo
que procede do Pai e do Filho,
tu estás em mim, falas em mim,
rezas em mim, ages em mim.
Ensina-me a fazer espaço à tua palavra,
à tua oração,
à tua ação em mim
para que eu possa conhecer
o mistério da vontade do Pai.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz? Leio, na Bíblia, o texto do dia: Mc 8,22-26.
Depois Jesus e os discípulos chegaram ao povoado de Betsaida. Algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus que tocasse nele. Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Então cuspiu, passou a saliva nos olhos do homem, pôs a mão sobre ele e perguntou:
- Você está vendo alguma coisa?
O homem olhou e disse:
- Vejo pessoas; elas parecem árvores, mas estão andando. Jesus pôs outra vez as mãos sobre os olhos dele. Dessa vez o cego olhou firme e ficou curado; aí começou a ver tudo muito bem. Em seguida, Jesus mandou o homem para casa e ordenou:
- Não volte para o povoado!
Refletindo
Agora procuro compreender melhor o texto do Evangelho. Algumas pessoas com visão levaram o cego a Jesus. O cego assumiu sua cegueira. Deixou-se conduzir pela mão por Jesus;  deixou que o levasse para fora do povoado, e cuspisse nos seus olhos, impondo-lhe as mãos. "Estou vendo as pessoas como se fossem árvores andando", disse o homem. Ele via de forma confusa. Parece que lhe faltava mais luz, nitidez. Então, Jesus impôs de novo as mãos sobre os olhos dele e ele começou a enxergar perfeitamente. A conversão de qualquer pessoa passa também por um processo - vai enxergando aos poucos. Só se converte quem se deixa conduzir por Jesus Cristo, que se deixa tomar pelas mãos por Ele.

2. Meditação (Caminho) 
- O que a Palavra diz para mim? Também eu, você, confundimos pessoas com árvores, ou seja: ideal com realidade, pessoas com coisas.O homem via sem nitidez. Às vezes, no olhar da vida, perdemos a nitidez, quando somos permissivos, damos um "jeitinho" e a nossa fé vai ficando descolorida, sem brilho, sem expressão,  sem luz, sem clareza. O apóstolo Paulo, quando perseguia os cristãos, caiu por terra e nada enxergava. Precisou da ajuda de Ananias, esteve três dias sem comer ou beber e sem enxergar. Às vezes, não enxergamos bem dentro de nós. Temos uma espécie espécie de embaçamento que pode ser causado pelo nosso egoísmo, superstições, nossas fraquezas, falta de perdão, inseguranças, mistura de crenças,  inconstância, falta de solidariedade. São como "escamas", como aconteceu com Paulo. 
Meditando
Disseram os bispos, em Aparecida: 
"Nossa maior ameaça  é “a fé que vai se desgastando e degenerando em mesquinhez” A todos nós toca “recomeçar a partir de Cristo”. (DAp 12).
É preciso romper tudo isto que nos impede de ver  e caminhar. Deixemos que Jesus nos tome  pela mão.
 
3.Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Rezo com Paulo VI:
Oração para pedir a Fé
Senhor, eu creio, eu quero crer em Ti.
Senhor, faze que a minha fé seja total, sem reserva;
que ela penetre no meu pensamento e na minha maneira de
julgar as coisas divinas e as coisas humanas.

4. Contemplação (Vida e Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? Um novo olhar e nova disposição:
Quero olhar o mundo e as pessoas como são, com o olhar transparente, limpo,
livre de distorções.

 
Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

I. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br