sábado, 20 de janeiro de 2018

Mc 3,20-21 - Era tanta gente!

Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre,
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Mc 3,20-21, e observo pessoas, palavras, relações, lugares
.
Quando Jesus foi para casa, uma grande multidão se ajuntou de novo, e era tanta gente, que ele e os discípulos não tinham tempo nem para comer. Os parentes de Jesus souberam disso e foram buscá-lo porque algumas pessoas estavam dizendo que ele estava louco.
Refletindo
A resistência está dominando também os mais próximos de Jesus: seus familiares. A atitude de ir buscá-lo e dizer que ele estava fora de si, é causada mais pela incompreensão do que pela hostilidade. No versículo 31 define-se melhor quem são estas pessoas: a mãe e os irmãos. Eles não conseguem assimilar o novo modo de ser. Parece que querem impedir sua missão. Julgam que ele esteja sonhando com algo irreal, impossível. A última expressão faz entender isso: “algumas pessoas estavam dizendo que ele estava louco”.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje? O que o texto me diz no momento? Sempre que alguém tem uma proposta nova, diferente, que incomoda, não é compreendido e pode ser até contestado e afastado do meio das demais pessoas. É preciso ter muita clareza de sua proposta e convicções para não se deixar levar pela acomodação ou abandonar o caminho que antes lhe era claro. Jesus nos ensina que não podemos nos afastar do caminho se temos clareza que é de Deus.
Meditando
Os bispos, em Aparecida, nos ajudam a compreender este chamado: "Com perseverante paciência e sabedoria, Jesus convidou a todos para que o seguissem e introduziu aqueles que aceitaram segui-lo no mistério do Reino de Deus." (DAp 276). 
Minha vida reflete esta atitude? Ou prefiro não incomodar?

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?

Rezo com toda a Igreja a 
Oração do leigo  (no Ano Nacional do Laicato)

Ó Trindade Santa, / 
Amor pleno e eterno, / 
que estabelecestes a Igreja como vossa 'imagem terrena':
Nós vos agradecemos / 
pelos dons, carismas, / vocações,
ministérios e serviços / 
que todos os membros do vosso
povo realizam / 
como “Igreja em saída”, /
 para o bem comum, / 
a missão evangelizadora / 
e a transformação social, / 
no caminho vosso Reino.
Nós vos louvamos / 
pela presença e organização dos
cristãos leigos e leigas no Brasil / 
sujeitos eclesiais, testemunhas de fé, / 
santidade e ação transformadora.
Nós vos pedimos, que os batizados / 
atuem como sal da terra e luz do mundo: / 
na família, no trabalho, / 
na política, e na economia, / 
nas ciências e nas artes, / 
na educação, na cultura e nos meios de comunicação; / 
na cidade, no campo e em todo o planeta, / 
nossa “casa comum”. Nós vos rogamos que todos contribuam / 
para que os cristãos leigos e leigas / 
compreendam sua vocação e identidade, / 
espiritualidade e missão, / 
e atuem de forma organizada na Igreja e na sociedade / 
à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres.
Isto vos suplicamos /
 pela intercessão da Sagrada Família,
/ Jesus, Maria e José, / 
modelos para todos os cristão /
Amém!
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou eliminar do meu modo de pensar e agir aquilo que não vem de Deus, que não é conforme o Projeto de Jesus Mestre. Vou demonstrar pela vida a coerência com os valores do Reino.


Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp 
ir.patricias@gmail.com