quinta-feira, 2 de maio de 2019

Jo 3,31-36 - Quem crê no Filho, tem a vida eterna


Na Leitura Orante do Evangelho de hoje

  vamos nos colocar ao lado de Jesus e Nicodemos, 
na atitude de discípulo/a.
Há muitas coisas que Deus tem ainda para nos ensinar e devemos aprender.
Peço a graça de saber escutar os seus ensinamentos

e de me deixar transformar por eles.
Preparamo-nos para a Leitura Orante,

rezando com todos os que se encontram em volta da Palavra.

Creio, meu Deus, que estou diante de Ti. 
Que me vês e escutas as minhas orações. 

Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro. 

Tu me deste tudo: eu te agradeço. 

Foste tão ofendido por mim: 

eu te peço perdão de todo o coração. 

Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças

1. Leitura (Verdade) 
Façamos a Leitura do texto do dia:
O que diz o texto?
Lemos atentamente o texto, na Bíblia: Jo 3,31-36, e observamos as palavras do Mestre.
Aquele que vem do alto está acima de todos. Quem é da terra, pertence à terra e fala coisas da terra. Aquele que vem do céu está acima de todos. Ele dá testemunho do que viu e ouviu, mas ninguém aceita o seu testemunho. Quem aceita o seu testemunho atesta que Deus é verdadeiro. De fato, aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois ele dá o espírito sem medida. O Pai ama o Filho e entregou tudo em suas mãos. Aquele que crê no Filho tem a vida eterna. Aquele, porém, que se recusa a crer no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele.

Reflitamos
Aquele que vem do céu fala das coisas que viu e ouviu. Dá testemunho, portanto. Diz as palavras de Deus. Não as próprias palavras. Porque, diz o Mestre, Deus dá do seu Espírito sem medida.

2. Meditação (Caminho)  Meditemos agora.
O que o texto diz para mim, hoje?
Devo dizer as palavras de Deus. Para tanto, abro todo o meu ser - mente, vontade e coração - para que o Senhor o plenifique com seu Espírito sem medida. 


Meditando
Recordemos o que disseram os bispos, em Aparecida: "O Senhor nos disse: “não tenham medo” (Mt 28,5). Como às mulheres na manhã da Ressurreição nos é repetido: “Por que buscam entre os mortos aquele que está vivo?” (Lc 24,5). Os sinais da vitória de Cristo ressuscitado nos estimulam enquanto suplicamos a graça da conversão e mantemos viva a esperança que não defrauda. O que nos define não são as circunstâncias dramáticas da vida, nem os desafios da sociedade ou as tarefas que devemos empreender, mas todo o amor recebido do Pai, graças a Jesus Cristo pela unção do Espírito Santo. Esta prioridade fundamental é a que tem presidido todos os nossos trabalhos que oferecemos a Deus, à nossa Igreja, a nosso povo, a cada um dos latino-americanos, enquanto elevamos ao Espírito Santo nossa súplica para que redescubramos a beleza e a alegria de ser cristãos. Aqui está o desafio fundamental que contrapomos: mostrar a capacidade da Igreja de promover e formar discípulos que respondam à vocação recebida e comuniquem em todas as partes, transbordando de gratidão e alegria, o dom do encontro com Jesus Cristo. Não temos outro tesouro a não ser este. Não temos outra felicidade nem outra prioridade que não seja sermos instrumentos do Espírito de Deus na Igreja, para que Jesus Cristo seja encontrado, seguido, amado, adorado, anunciado e comunicado a todos, não obstante todas as dificuldades e resistências. Este é o melhor serviço – seu serviço! – que a Igreja tem que oferecer às pessoas e nações" (DAp 14).

3.Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Rezemos:
Espírito vivificador,
a ti consagramos o nosso coração:
aumenta em nós o amor a Jesus, Vida da nossa vida.
Faze-nos sentir filhos amados do Pai. Amém.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.


 4.Contemplação (Vida e Missão) Contemplando:

Qual é o nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso novo olhar é de alguém que se sente enviado por Deus. Olhamos, vemos, analisamos tudo, tomamos decisões com o jeito de ser de Deus, pois somos seus filhos. 

Frase para lembrar durante o dia: "Aquele que crê no Filho tem a vida eterna".

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp