quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Lc 11,42-46 - "Ai de vocês!"


Mês Missionário

Preparamo-nos para a Leitura Orante, fazendo uma rede de comunicação
e comunhão em torno da Palavra com todas as pessoas que se encontram neste ambiente virtual. Rezamos, em sintonia com a Santíssima Trindade.
\0/
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
 Oração de Charles de Foucauld::

Senhor, fala ao meu coração,
vem com tua ternura,
com a gentileza dos teus gestos
que não impõem nada às minhas decisões,
com atenção aos detalhes,
como sabes fazer,
com a divertida ironia
com que me levas na flauta,
com a decisão de quem sabe
dos seus interesses
mas conhece meu coração e perdoa.
Chegas silencioso
porque nunca te percebo,
revolucionário,
porque em silêncio
mudas as cartas e viras o jogo na mesa.
Vem me fazer companhia
para que juntos consigamos amá-lo,
esse nosso Pai,
com todo o coração,
com todo o intelecto,
com toda a vontade.


1. Leitura (Verdade)
Vamos "conhecer"
O que diz o texto do dia? Leiamos o texto:  Lc 11,42-46 
- Ai de vocês, fariseus! Pois dão para Deus a décima parte até mesmo da hortelã, da arruda e de todas as verduras, mas não são justos com os outros e não amam a Deus. E são exatamente essas coisas que vocês devem fazer sem deixar de lado as outras.
- Ai de vocês, fariseus! Pois gostam demais dos lugares de honra nas sinagogas e gostam de ser cumprimentados com respeito nas praças.
- Ai de vocês! Pois são como sepulturas que não se vêem, sepulturas que as pessoas pisam sem perceber.
Então um mestre da Lei disse a Jesus:
- Mestre, falando assim, o senhor está nos ofendendo também.
Jesus respondeu:
- Ai de vocês também, mestres da Lei! Porque põem fardos tão pesados nas costas dos outros, que eles quase não podem aguentar. Mas vocês mesmos não ajudam, nem ao menos com um dedo, essas pessoas a carregar esses fardos.
Refletindo
Jesus diz uma série de “ais” aos fariseus. Têm um tom de censura, de lamento, de pesar. O primeiro tem uma ligação ou referência ao próximo. Vocês dão a décima parte de todas as verduras para Deus, mas não são justos com os outros e não amam a Deus. Pode ser que, preocupados em observar detalhes, descuidam do essencial. Um dos “ais” se refere às sepulturas. Jesus compara os fariseus a sepulturas que não se vêem, porque não assinaladas com cal, e por isso, pisadas. É uma imagem bastante forte. Refere-se a coisas sem vida, camufladas, escondidas, como por exemplo, a corrupção, a impureza. Um mestre da lei reagiu, dizendo que se sentia ofendido. E Jesus fala também a ele: "vocês põem fardos pesados nas costas dos outros e não os ajudam a carregar.” Coisa terrível é manipular as consciências, impor obrigações aos outros. Mais grave ainda: não observar o que se impõe aos outros. Assim faziam muitos fariseus. Apoderavam-se da “chave da consciência religiosa”.

2. Meditação (Caminho)  Amar e imitar Jesus 
O que o texto diz para nós, hoje? Qual palavra mais nos toca o coração?
Meditando
Os bispos da América Latina disseram em Aparecida: “Para não cair na armadilha de nos fechar em nós mesmos, devemos nos formar como discípulos missionários sem fronteiras, dispostos a ir “à outra margem”, àquela na qual Cristo não é ainda reconhecido como Deus e Senhor, e a Igreja não está presente”. (DAp 376)

3.Oração (Vida)
Amar e imitar Jesus 
O que o texto diz para nós, hoje? Qual palavra mais nos toca o coração?
Oração do Mês Missionário Extraordinário

Pai Nosso,
o Teu filho unigênito Jesus Cristo,
ressuscitado dentre os mortos,
confiou aos seus discípulos o mandato:
“Ide e fazei discípulos todos os povos”.
Recorda-nos que, pelo batismo,
tornamo-nos participantes da missão da Igreja.
Pelos dons do Espírito Santo, concede-nos a graça
de sermos testemunhas do Evangelho,
corajosos e vigilantes,
para que a missão confiada à Igreja,
ainda longe de estar realizada,
encontre novas e eficazes expressões
que levem vida e luz ao mundo.
Ajuda-nos, Pai Santo,
a fazer com que todos os povos
possam encontrar-se com o amor
e a misericórdia de Jesus Cristo,
Ele que é Deus convosco, vive e reina
na unidade do Espírito Santo,
agora e para sempre.
Amém

4.Contemplação (Vida e Missão)
Com  Jesus  transformar a história.
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Vamos olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.
Vamos demonstrar pela nossa vida que o amor de Deus se revela no amor ao próximo.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp