domingo, 5 de janeiro de 2020

Mt 2,1-12 - Uma estrela conduz a Jesus -Solenidade da Epifania do Senhor


Saudação
- A nós, a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

Preparamo-nos para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco,
aqui reunidos (pela grande rede da internet),
para melhor meditar
e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.

Ouvir a música: Ouro, incenso e mirra
https://www.letras.mus.br/padre-zezinho/322163/


Ouro, Incenso e Mirra

Padre Zezinho


São três reis que chegam lá do oriente

Para ver um rei que acaba de nascer

Dizem que um é branco, o outro, cor de jambo

O outro rei é negro e que vieram ver


O novo rei que nasceu

Igual estrela no céu


Dizem que uma estrela muito diferente

Lá do oriente se podia ver

Falam de um cometa, ninguém sabe ao certo

Mas pelo deserto eles vieram ver


Ao novo rei que nasceu

Igual estrela no céu


E trazem ouro, incenso e mirra

Pra festejar o novo rei

Que tem poder e majestade

Que vem do céu, que é de Deus

Que vai sofrer, que vai morrer

E que nos libertará


São milhões de vidas que no ocidente

Que no oriente sofrem de opressão

Têm todas as cores, todos os temores

Todos os rancores desta humilhação


Esperam libertação

E olham todos pro céu


Dizem que um futuro muito diferente

Essa pobre gente ainda conhecerá

Dizem que é seguro, que o futuro é certo

Que anda muito perto, que começa já!


Olham pro rei que nasceu

Igual estrela no céu


São três reis que chegam lá do oriente

Para ver um rei que acaba de nascer

Dizem que um é branco, o outro, cor de jambo

O outro rei é negro e que vieram ver


O novo rei que nasceu

Igual estrela no céu


Dizem que uma estrela muito diferente

Lá do oriente se podia ver

Falam de um cometa, ninguém sabe ao certo

Mas pelo deserto eles vieram ver


Ao novo rei que nasceu

Igual estrela no céu


E trazem ouro, incenso e mirra

Pra festejar o novo rei

Que tem poder e majestade

Que vem do céu, que é de Deus

Que vai sofrer, que vai morrer

E que nos libertará


São milhões de vidas que no ocidente

Que no oriente sofrem de opressão

Têm todas as cores, todos os temores

Todos os rancores desta humilhação


Esperam libertação

E olham todos pro céu


Dizem que um futuro muito diferente

Essa pobre gente ainda conhecerá

Dizem que é seguro, que o futuro é certo

Que anda muito perto, que começa já!


Olham pro rei que nasceu

Igual estrela no céu

Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos, atentamente,  o texto: Mt 2,1-12

Jesus nasceu na cidade de Belém, na região da Judeia, quando Herodes era rei da terra de Israel. Nesse tempo alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém. Eles perguntaram:
- Onde está o menino que nasceu para ser o rei dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo.
Quando o rei Herodes soube disso, ficou muito preocupado, e todo o povo de Jerusalém também ficou. Então Herodes reuniu os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei e perguntou onde devia nascer o Messias. Eles responderam:
- Na cidade de Belém, na região da Judeia, pois o profeta escreveu o seguinte:
"Você, Belém, da terra de Judá,
de modo nenhum é a menor
entre as principais cidades de Judá,
pois de você sairá o líder
que guiará o meu povo de Israel."
Então Herodes chamou os visitantes do Oriente para uma reunião secreta e perguntou qual o tempo exato em que a estrela havia aparecido; e eles disseram. Depois os mandou a Belém com a seguinte ordem:
- Vão e procurem informações bem certas sobre o menino. E, quando o encontrarem, me avisem, para eu também ir adorá-lo.
Depois de receberem a ordem do rei, os visitantes foram embora. No caminho viram a estrela, a mesma que tinham visto no Oriente. Ela foi adiante deles e parou acima do lugar onde o menino estava. Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe. Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.
E num sonho Deus os avisou que não voltassem para falar com Herodes. Por isso voltaram para a sua terra por outro caminho.

Refletindo
Celebramos hoje a Epifania ou Manifestação do Senhor a todos os povos.
São Mateus é o único dos evangelistas que faz a narrativa da visita dos “magos”. Magos (do grego) significa grande, ilustre. Esta solenidade nos comunica que a salvação é para todos. Os magos vinham do Oriente à procura do Rei dos Judeus, indicado pela estrela. A estrela os conduz e eles encontram o menino com Maria, sua Mãe. Diz o texto que eles ficaram muito alegres! Oferecem de presente ao menino ouro, incenso e mirra. O ouro simboliza a realeza de Jesus, o incenso, a sua divindade, e a mirra, a sua humanidade.



2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
O texto nos convida a respeitar culturas e raças diferentes, nos ensina a procurar a Deus de coração sincero. Ensina-nos ainda a não nos deixar confundir por outros reinos. Importante perceber os sinais que nos conduzem a Deus. Quais são as nossas estrelas?



3.Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Rezamos o Salmo 71

Os confins da terra contemplaram a salvação do nosso Deus

- Todos os reis hão de adorá-lo, hão de servi-lo todas as nações. 
- Porque ele livrará o infeliz que o invoca, e o miserável que não tem amparo. 
- Ele se apiedará do pobre e do indigente, 
- Haverá na terra fartura de trigo, suas espigas ondularão no cume das colinas como as ramagens do Líbano; e o povo das cidades florescerá como as ervas dos campos. 
- Seu nome será eternamente bendito, e durará tanto quanto a luz do sol. 
- Nele serão abençoadas todas as tribos da terra, bem-aventurado o proclamarão todas as nações.
Pode-se fazer a
Bênção da Casa
Um costume antigo, nesta Solenidade dos Reis,  nas famílias, era benzer a casa com uma breve celebração. Pode ser feita nas comunidades e casas. Providenciar: cópias do texto, velas para as pessoas, uma estrela e água benta.

Inicia-se com o Canto:
Cristãos, vinde todos, com alegres cantos.
Ó vinde, Ó vinde até Belém.
Vede nascido, vosso rei eterno.

R.: Ó vinde adoremos, Ó vinde adoremos!
Ó vinde adoremos o Salvador!

Humildes pastores deixam seu rebanho
e alegres acorrem ao Rei do Céu.
Nós, igualmente, cheios de alegria.

O Deus invisível de eterna grandeza,
sob véus de humildade, podemos ver.
Deus pequenino, Deus envolto em faixas!

Nasceu em pobreza, repousando em palhas.
O nosso afeto lhe vamos dar. Tanto amou-nos!
Quem não há de amá-lo?

Recita-se, em seguida, o Salmo 71.
os versículos são rezados espontaneamente e todos respondem com o refrão.
Salmo 71
R.: As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor!

1 - Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus,/ vossa justiça ao descendente da realeza!/ Com justiça ele governe o vosso povo,/ com equidade ele julgue os vossos pobres.

2. Nos seus dias a justiça florirá/ e grande paz, até que a lua perca o brilho!/ De mar a mar estenderá o seu domínio,/ e desde o rio até os confins de toda a terra!

3.  Os reis de toda a terra hão de adorá-lo,/ e todas as nações hão de servi-lo.
4. Libertará o indigente que suplica,/ e o pobre ao qual ninguém quer ajudar./ Terá pena do indigente e do infeliz,/ e a vida dos humildes salvará.

Em seguida, todos acendem as velas que trazem nas mãos, e recitam juntos:

Todos: Do Oriente vieram os Magos a Belém para adorar o Senhor, e abrindo os seus tesouros ofereceram presentes: ouro para o Grande Rei, incenso para o verdadeiro Deus, e mirra reconhecendo naquele Menino, o verdadeiro Homem, aleluia!
Leitor/a:
A minha alma engrandece ao Senhor *
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,
pois ele viu a pequenez de sua serva, *
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.
O Poderoso fez por mim maravilhas *
e Santo é o seu nome! Seu amor, de geração em geração, *
chega a todos que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, *
dispersou os orgulhosos.Derrubou os poderosos de seus tronos *
e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos, *
e despediu, sem nada, os ricos. Acolheu Israel, seu servidor, *
fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, *
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Todos: Do Oriente vieram os Magos a Belém para adorar o Senhor, e abrindo os seus tesouros ofereceram presentes: ouro para o Grande Rei, incenso para o verdadeiro Deus, e mirra reconhecendo naquele Menino, o verdadeiro Homem, aleluia!

Bênção da Casa
O pai ou o animador voltando para a porta da casa, dependura nela uma estrela e recita a bênção .
A.: Oremos -  Senhor Deus do Céu e da Terra, que revelastes o vosso Filho Unigênito a todas as nações com o sinal de uma estrela, abençoai esta Casa e todos os que nela habitam. Enchei-os com a luz de Cristo, e que o nosso amor pelos outros reflita o vosso amor. Pelo mesmo Cristo nosso Senhor.
Todos:  Amém.
Depois, o animador, asperge água benta na porta e nas pessoas presentes. E recita a oração:
A.: O nosso auxílio está no nome do Senhor.
T.: Que fez o céu e a terra.
A.: O Senhor esteja conosco.
T.: Ele está no meio de nós
A.: Oremos. Ó Deus, que hoje revelastes o vosso Filho às nações, guiando-as pela estrela, concedei aos vossos filhos e filhas, que já vos conhecem pela fé, contemplar-vos um dia face a face no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
T.:  Amém.

Canto:
Vinde Cristãos, vinde à porfia
Hinos cantemos de louvor
Hinos de Paz e de alegria,
Hinos de anjos do Senhor
  

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso  novo olhar a partir da Palavra?
Vamos olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. 
Qual estrela será nossa guia? (pausa e partilha)
Vamos nos deixar guiar pela estrela da fé que aponta para Jesus.
Augúrios do bem-aventurado Alberione:

Jesus Divino Mestre seja para ti:
a verdade que ilumina,
o caminho da santidade,
a vida plena e eterna.
Que ele te guarde e defenda.
Plenifique de todos os bens
a ti e a todos que amas.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp