segunda-feira, 30 de abril de 2018

Jo 14,21-26 - O Espírito Santo nos ensinará todas as coisas

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando ao Espírito Santo,
com todas pessoas que se encontram na rede da internet:
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre e compreenda o seu Evangelho.
Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia? Leio, na Bíblia, atentamente, o texto: Jo 14,21-26
Disse Jesus: - A pessoa que aceita e obedece aos meus mandamentos prova que me ama. E a pessoa que me ama será amada pelo meu Pai, e eu também a amarei e lhe mostrarei quem sou. Então Judas, não o Judas Iscariotes, perguntou: - Senhor, como será possível que o senhor mostre somente a nós e não ao mundo quem o senhor é? Jesus respondeu: - A pessoa que me ama obedecerá à minha mensagem, e o meu Pai a amará. E o meu Pai e eu viremos viver com ela. A pessoa que não me ama não obedece à minha mensagem. E a mensagem que vocês estão escutando não é minha, mas do Pai, que me enviou. - Tenho dito isso enquanto estou com vocês. Mas o Auxiliador, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ensinará a vocês todas as coisas e fará com que lembrem de tudo o que eu disse a vocês.

Refletindo
Observo pessoas, palavras, relações. Neste texto aparecem Jesus e Judas. Conversam sobre os mandamentos. Jesus diz que observá-los é amar a Ele. Amar a Jesus é garantia de ser amado pelo Pai. E mais, fala de um Mestre, um Auxiliador, o Espírito Santo que estará ensinando e recordando o Evangelho. Em síntese: é preciso amar para entender as coisas de Deus. E não existe amor sem observância dos mandamentos.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Sou discípulo/a e missionário/a de Jesus Mestre Verdade, Caminho e Vida. Testemunho este amor na vida concreta, cumprindo os mandamentos que Ele sintetiza em “amar a Deus” e “amar o próximo”.

Meditando 
Os bispos, na Conferência de Aparecida, afirmaram: " (...)Como discípulos de Jesus Cristo, sentimo-nos desafiados a discernir os “sinais dos tempos”, à luz do Espírito Santo, para nos colocar a serviço do Reino, anunciado por Jesus, que veio para que todos tenham vida e “para que a tenham em abundância” (Jo 10,10).(DAp 33).
3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo, espontaneamente e concluo:
Rezo, a Jesus Mestre Caminho, Verdade e Vida:
  • Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai a minha fé.
  • Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
  • Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
  • Jesus, caminho de santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
  • Jesus Caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está no céu.
  • Jesus Vida, vivei em mim para que eu viva em vós.
  • Jesus Vida, não permitais que eu me separe de vós.
  • Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
  • Jesus Verdade, que eu seja luz para o mundo.
  • Jesus Caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante das pessoas.
  • Jesus Vida, que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa  alegria.
4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Somos chamados a encarnar o Evangelho no coração do mundo. Como vou vivê-lo na missão? Meu novo olhar me leva a ver e tratar as pessoas com o amor com que eu gostaria de ser tratada/o.


Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

domingo, 29 de abril de 2018

Jo 15,1-8 - "Sem mim vocês nada podem"

Iniciemos nossa Leitura Orante do Evangelho de hoje,  
com todos que celebram a Liturgia, 
com a mesma certeza: sem Deus nada podemos. 
Com Ele tudo podemos. 
Rezemos:
Eu só nada posso. 
Com Deus posso tudo.

1. Leitura (Verdade) 
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o Evangelho da videira: Jo 15,1-8.
Jesus disse: - Eu sou a videira verdadeira, e o meu Pai é o lavrador. Todos os ramos que não dão uvas ele corta, embora eles estejam em mim. Mas os ramos que dão uvas ele poda a fim de que fiquem limpos e deem mais uvas ainda. Vocês já estão limpos por meio dos ensinamentos que eu lhes tenho dado. Continuem unidos comigo, e eu continuarei unido com vocês. Pois, assim como o ramo só dá uvas quando está unido com a planta, assim também vocês só podem dar fruto se ficarem unidos comigo. - Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada. Quem não ficar unido comigo será jogado fora e secará; será como os ramos secos que são juntados e jogados no fogo, onde são queimados. Se vocês ficarem unidos comigo, e as minhas palavras continuarem em vocês, vocês receberão tudo o que pedirem. E a natureza gloriosa do meu Pai se revela quando vocês produzem muitos frutos e assim mostram que são meus discípulos.

Refletindo
Tanto esta metáfora da videira e dos ramos, como o conteúdo, reforçam o desejo de Jesus de unidade e comunhão. Só dará muitos frutos quem estiver unido a Jesus.
Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram: “Com a parábola da Videira e dos ramos (cf. Jo 15,1-8), Jesus revela o tipo de vínculo que Ele oferece e que espera dos seus. Não quer um vínculo como “servos” (cf. Jo 8,33-36), porque “o servo não conhece o que faz seu senhor” (Jo 15,15). O servo não tem entrada na casa de seu amo, muito menos em sua vida. Jesus quer que seu discípulo se vincule a Ele como “amigo” e como “irmão”. O “amigo” ingressa em sua Vida, fazendo-a própria. O amigo escuta a Jesus, conhece ao Pai e faz fluir sua Vida (Jesus Cristo) na própria existência (cf. Jo 15,14), marcando o relacionamento com todos (cf. Jo 15,12)." (DAp 132).

2. Meditação (Caminho) 
O que o texto diz para mim, hoje?
Como participamos da vida de Jesus, nós, seus irmãos?

Meditando
Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram: “ O “irmão” de Jesus (cf. Jo 20,17) participa da vida do Ressuscitado, Filho do Pai celestial, porque Jesus e seu discípulo compartilham a mesma vida que procede do Pai: Jesus, por natureza (cf. Jo 5,26; 10,30) e o discípulo, por participação (cf. Jo 10,10). A conseqüência imediata deste tipo de vínculo é a condição de irmãos que os membros de sua comunidade adquirem.” (DAp 132).
Como vivo a comunhão com Jesus? O meu vínculo com ele é de irmão, amigo ou de servo?  Uma coisa é certa: Sem Jesus, sem Deus, nada podemos.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo:
Senhor Jesus, Tu és o Caminho!
Em meio a sombras e luzes,
alegrias e esperanças, tristezas e angústias,
Tu nos levas ao Pai.
Não nos deixes caminhar sozinhos.
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Verdade!
Desperta nossas mentes
e faze arder nossos corações com a tua Palavra.
Que ela ilumine e aqueça os corações sedentos de justiça e santidade.
Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti!
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Vida!
Abre nossos olhos para te reconhecermos
no “partir o Pão”, sublime Sacramento da Eucaristia!
Alimenta-nos com o Pão da Unidade.
Sustenta-nos em nossa fragilidade.
Consola-nos em nossos sofrimentos,
Faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos.
Fica conosco, Senhor!
Jesus Cristo: Caminho, Verdade e Vida,
No vigor do Espírito Santo,
Faze-nos teus discípulos missionários!
Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser:
Alegres no Caminho para a Terra Prometida!
corajosas testemunhas da Verdade libertadora!
promotores da Vida em plenitude!
Fica conosco, Senhor! Amém!


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar, a partir do Evangelho da videira, será iluminado pela certeza de que não posso viver minha fé se não me sentir irmão de Cristo. Sou um ramo na sua videira e todas as demais pessoas são também ramos. Somos irmãos.

Bênção 

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Irmã Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br

sábado, 28 de abril de 2018

Jo 14,7-14 - "Quem me vê, vê o Pai"

Preparo-me para a Leitura da Palavra, 
rezando com todos os internautas:
Espírito de amor,
dai-nos o dom do vosso santo temor,
que, conscientes de nossas fragilidades,
reconheçamos a força de vossa graça.
Vinde, Espírito Santo,
E dai-nos um novo coração. Amém
1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia? Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Jo 14,7-14.
Agora que vocês me conhecem, conhecerão também o meu Pai. E desde agora vocês o conhecem e o têm visto. Filipe disse a Jesus:
- Senhor, mostre-nos o Pai, e assim não precisaremos de mais nada.
Jesus respondeu:
- Faz tanto tempo que estou com vocês, Filipe, e você ainda não me conhece? Quem me vê vê também o Pai. Por que é que você diz: "Mostre-nos o Pai"? Será que você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim?
Então Jesus disse aos discípulos:
- O que eu digo a vocês não digo em meu próprio nome; o Pai, que está em mim, é quem faz o seu trabalho. Creiam no que lhes digo: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Se vocês não creem por causa das minhas palavras, creiam pelo menos por causa das coisas que eu faço. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem crê em mim fará as coisas que eu faço e até maiores do que estas, pois eu vou para o meu Pai. E tudo o que vocês pedirem em meu nome eu farei, a fim de que o Filho revele a natureza gloriosa do Pai. Eu farei qualquer coisa que vocês me pedirem em meu nome.

Refletindo
Observo como Jesus fala do Pai. Filipe queria vê-lo e Jesus lhe diz: "Quem me vê vê também o Pai".    Quantas vezes neste texto Jesus fala do Pai! Muitas.  Ele está no Pai e o Pai está nele. Ele fala em nome do Pai. O Pai é que nele realiza as obras...

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
É Deus, o Pai que age em mim? Deixo que ele me conduza? 

Meditando
Os bispos, em Aparecida, disseram: "Jesus nos transmitiu as palavras de seu Pai e é o Espírito que recorda à Igreja as palavras de Cristo (cf. Jo 14,26). Desde o princípio, os discípulos haviam sido formados por Jesus no Espírito Santo (cf. At 1,2) que é, na Igreja, o Mestre interior que conduz ao conhecimento da verdade total formando discípulos e missionários. Esta é a razão pela qual os seguidores de Jesus devem se deixar guiar constantemente pelo Espírito (cf. Gl 5,25), e tornar a paixão pelo Pai e pelo Reino sua própria paixão: anunciar a Boa Nova aos pobres, curar os enfermos, consolar os tristes, libertar os cativos e anunciar a todos o ano da graça do Senhor (cf. Lc 4,18-19)."(DAp 152).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo:
Espírito vivificador,
a ti consagro o meu coração:
aumenta em mim o amor a Jesus, Vida da minha vida.
Faze-me sentir filho amado do Pai. Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é de filho/a que, como dizia Alberione,  retrata na própria vida o modelo de Jesus Mestre: "vive em Deus e comunica Deus".

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 


Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


sexta-feira, 27 de abril de 2018

Jo 14,1-6 - Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida

Preparo-me para este momento de oração,
em rede com todos os internautas que chegam para este encontro com a Palavra,
 rezando:
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Jo 14,1-6, e observo Jesus volta a exortar à fé. E responde a uma pergunta de Tomé.

Jesus disse:
- Não fiquem aflitos. Creiam em Deus e creiam também em mim. Na casa do meu Pai há muitos quartos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito. E, depois que eu for e preparar um lugar para vocês, voltarei e os levarei comigo para que onde eu estiver vocês estejam também. E vocês conhecem o caminho para o lugar aonde eu vou.
Então Tomé perguntou:
- Senhor, nós não sabemos aonde é que o senhor vai. Como podemos saber o caminho?

Refletindo
À pergunta ele responde fazendo uma completa definição de si: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim". Comentando este texto, o Bem-aventurado Tiago Alberione diz: "Estabelecer-se totalmente em Jesus Mestre Verdade (mente), Caminho (vontade) e Vida (sentimento); até chegar à suprema altura da nossa personalidade: eu que penso em Jesus Cristo, eu que amo em Jesus Cristo, eu que quero em Jesus Cristo; é o Cristo que pensa em mim, que ama em mim, que quer em mim".
Alberione fundamenta a espiritualidade da Família Paulina em Jesus Mestre Verdade, Caminho e Vida.


2. Meditação (Caminho) 
O que o texto diz para mim, hoje? Onde fundamento a minha espiritualidade? Há tantos métodos bons, baseados na Palavra de Deus. Importante é que tenha um que me leve a viver em Jesus Cristo, ou melhor, que eu deixe Jesus Cristo viver em mim. 
Meditando
Os bispos, em Aparecida, disseram: "Jesus Cristo é o Filho de Deus verdadeiro, o único Salvador da humanidade. A importância única e insubstituível de Cristo para nós, para a humanidade, consiste em que Cristo é o caminho, a Verdade e a Vida. "Se não conhecemos a Deus em Cristo e com Cristo, toda a realidade se torna um enigma indecifrável; não há caminho e, ao não haver caminho, não há vida nem verdade". No clima cultural relativista que nos circunda, onde é aceita só uma religião natural, faz-se sempre mais importante e urgente estabelecer e fazer amadurecer em todo o corpo eclesial a certeza de que Cristo, o Deus de rosto humano, é nosso verdadeiro e único salvador." (DAp 22).


3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo a oração:
Senhor Jesus, Tu és o Caminho!
Em meio a sombras e luzes,
alegrias e esperanças, tristezas e angústias,
Tu nos levas ao Pai.
Não nos deixes caminhar sozinhos.
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Verdade!
Desperta nossas mentes
e faze arder nossos corações com a tua Palavra.
Que ela ilumine e aqueça os corações sedentos de justiça e santidade.
Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti!
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Vida!
Abre nossos olhos para te reconhecermos
no "partir o Pão", sublime Sacramento da Eucaristia!
Alimenta-nos com o Pão da Unidade.
Sustenta-nos em nossa fragilidade.
Consola-nos em nossos sofrimentos,
Faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos.
Fica conosco, Senhor!
Jesus Cristo: Caminho, Verdade e Vida,
No vigor do Espírito Santo,
Faze-nos teus discípulos missionários!
Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser:
Alegres no Caminho para a Terra Prometida!
corajosas testemunhas da Verdade libertadora!
promotores da Vida em plenitude!
Fica conosco, Senhor! Amém!
Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tende piedade de nós!



4.Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é em busca do seguimento de Jesus Cristo, com este esquema:
1) caminhando sobre as pegadas (adesão da vontade),
2) escutando a sua doutrina (adesão da inteligência),
3) vivendo no seu amor e na sua graça (adesão do coração e do espírito)


Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.



Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br



 

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Jo 13,16-20 - "Conheço os que escolhi", disse o Mestre

Preparo-me para a Leitura Orante, com todos os internautas,
invocando o Espírito Santo:
Espírito Santo,
dai-nos o dom da Ciência,
para distinguir o único necessário
das coisas meramente importantes.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Jo 13,16-20, e observo o conteúdo do discurso de Jesus Mestre.
Eu afirmo a vocês que isto é verdade: o empregado não é mais importante do que o patrão, e o mensageiro não é mais importante do que aquele que o enviou. Já que vocês conhecem esta verdade, serão felizes se a praticarem.
- Não estou falando de vocês todos; eu conheço aqueles que escolhi. Pois tem de se cumprir o que as Escrituras Sagradas dizem: "Aquele que toma refeições comigo se virou contra mim". Digo isso a vocês agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vocês creiam que "EU SOU QUEM SOU". Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem receber aquele que eu enviar estará também me recebendo; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou.
Refletindo
Ele fala mais uma vez daqueles que o seguem, que ele escolheu. Define-se como “Eu sou quem sou” e diz, baseando-se nas Escrituras, que um dos seus vai traí-lo. Finaliza este trecho falando de acolhimento àqueles que ele enviou. Acolher um missionário, um evangelizador é acolher ao próprio Jesus. O Mestre fala que a felicidade não está nos títulos, status, mas no caminho do serviço que também é acolhimento.
  
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Onde busco felicidade? No sucesso? Na sociedade em que vivemos, somos desafiados a cada instante a sermos os melhores, mais eficientes, mais competentes. Não que não devamos ser bons, mas sempre voltados para servir e partilhar nossos dons com os demais.
Era amando as pessoas que Jesus as curava.

Meditando
Os bispos, em Aparecida, disseram: “A Igreja é chamada a repensar profundamente e a relançar com fidelidade e audácia sua missão nas novas circunstâncias latino-americanas e mundiais. Ela não pode fechar-se frente àqueles que só vêem confusão, perigos e ameaças ou àqueles que pretendem cobrir a variedade e complexidade das situações com uma capa de ideologias gastas ou de agressões irresponsáveis. Trata-se de confirmar, renovar e revitalizar a novidade do Evangelho arraigada em nossa história, a partir de um encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo, que desperte discípulos e missionários. Isso não depende tanto de grandes programas e estruturas, mas de homens e mulheres novos que encarnem essa tradição e novidade, como discípulos de Jesus Cristo e missionários de seu Reino, protagonistas de uma vida nova para uma América Latina que deseja reconhecer-se com a luz e a força do Espírito.” (DAp 11).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo:
Senhor Jesus, Tu és o Caminho!
Em meio a sombras e luzes,
alegrias e esperanças, tristezas e angústias,
Tu nos levas ao Pai.
Não nos deixes caminhar sozinhos.
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Verdade!
Desperta nossas mentes
e faze arder nossos corações com a tua Palavra.
Que ela ilumine e aqueça os corações sedentos de justiça e santidade.
Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti!
Fica conosco, Senhor!
Tu és a Vida!
Abre nossos olhos para te reconhecermos
no “partir o Pão”, sublime Sacramento da Eucaristia!
Alimenta-nos com o Pão da Unidade.
Sustenta-nos em nossa fragilidade.
Consola-nos em nossos sofrimentos,
Faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos.
Fica conosco, Senhor!
Jesus Cristo: Caminho, Verdade e Vida,
No vigor do Espírito Santo,
Faze-nos teus discípulos missionários!
Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser:
Alegres no Caminho para a Terra Prometida!
corajosas testemunhas da Verdade libertadora!
promotores da Vida em plenitude!
Fica conosco, Senhor! Amém!
 


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Como Jesus, vou procurar curar as pessoas de todo tipo de enfermidade, amando-as.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
-  Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.



Irmã Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br


terça-feira, 24 de abril de 2018

Jo 10,22-30 – “O Bom Pastor”


Preparo-me para a Leitura Orante, invocando o Espírito Santo:
Espírito Santo,
dai-nos o dom do conselho, que ilumina a nossa vida
E orienta a nossa ação segundo vossa Divina Providência.
Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atenta e lentamente o texto do dia: Jo 10,22-30.
Era inverno, e em Jerusalém estavam comemorando a Festa da Dedicação. Jesus estava andando pelo pátio do Templo, perto da entrada chamada "Alpendre de Salomão". Então o povo se ajuntou em volta dele e perguntou:
- Até quando você vai nos deixar na dúvida? Diga com franqueza: você é ou não é o Messias?
Jesus respondeu:
- Eu já disse, mas vocês não acreditaram. As obras que eu faço pelo poder do nome do meu Pai falam a favor de mim, mas vocês não creem porque não são minhas ovelhas. As minhas ovelhas escutam a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e por isso elas nunca morrerão. Ninguém poderá arrancá-las da minha mão. O poder que o Pai me deu é maior do que tudo, e ninguém pode arrancá-las da mão dele. Eu e o Pai somos um.
Refletindo
Observo o local, a ocasião, o fato em si, que pessoas participam e que assunto é tratado.
O povo se diz ainda em dúvida. Jesus, então, deixa claras algumas coisas:
1º O seu poder é o poder do Pai.
2º Ele conhece quem é do seu rebanho, quem escuta sua voz e o segue.
3º Jesus afirma que ele e o Pai são um. Revela a sua verdadeira identidade.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
É este Jesus do Evangelho que conheço e sigo? Escuto a sua voz e depois, o sigo? Ou tenho um Deus que eu imagino, inclusive de acordo com as minhas necessidades? Deixo-me conhecer por Deus ou vivo longe, mascarando a minha fé com crendices? Busco o Deus das consolações ou consolações de Deus? 
Meditando
Os bispos, em Aparecida, disseram: “Os cristãos precisam recomeçar a partir de Cristo, a partir da contemplação de quem nos revelou em seu mistério a plenitude do cumprimento da vocação humana e de seu sentido. Necessitamos fazer-nos discípulos dóceis, para aprendermos dEle, em seu seguimento, a dignidade e a plenitude da vida”. (DAp 41).
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com salmos ou outras orações e concluo:
Salmo 23 ( em adaptação do Padre Zezinho, scj)

Meu pastor és tu, Senhor
Eu não reclamo desta vida
Cuidas muito bem de mim
Me levas a descansar
Onde floresce a grama
E levar-me a beber
Das águas mais gostosas
Me dás a cada novo dia
Um pouco mais de alegria
És justo, é muito bom Senhor
Se eu tivesse que andar
Por um caminho escuro
Se eu corresse
Algum perigo ao caminhar
Eu não teria medo
Eu sei qual é o segredo
Eu sei que o teu
Cajado me defenderia
Puseste para mim a mesa mais sortida
Bem na cara dos que me odeiam
E me agridem
Pois perfumas meus cabelos
E enches de vinho o meu copo
Sim, eu estou bem
Eu vou muito bem
Eu sou como aquela ovelha cuidada
Pelo melhor de todos os pastores
Que mais eu vou querer?
Meu pastor és tu, Senhor
Não reclamo desta vida
Cuidas muito bem de mim
Amém! 
ou
Mosteiro da Ressurreição (PR) - Canto Gregoriano

Coleção Salmos lançado pela Paulus em 1996.


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar revela a minha identidade de filho/a de Deus.
Inspira-se no pensamento de Nolan, no livro “Jesus Hoje”. Diz ele: Confiar em Deus, como Jesus confiava, não significa viver agarrados a Deus. Significa libertar-nos de tudo, a fim de entregarmos nossas vidas a Deus (...) Não precisamos agarrar-nos a ele, porque seremos agarrados por ele... como uma criança nos braços dos seus pais.(p. 194)

Bênção
Jesus e Maria, dai-me a vossa bênção:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém




Ir. Patrícia Silva,.fsp
patricia.silva@paulinas.com.br



segunda-feira, 23 de abril de 2018

Jo 10,1-10 – O Bom Pastor


Preparo-me para a Leitura Orante, pedindo luzes do Espírito:
Espírito Santo,
dai-nos o dom do entendimento,
uma compreensão mais
profunda da verdade,
a fim de anunciar a salvação
com maior firmeza e convicção.
1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Jo 10,1-10, e observo Jesus que se define como “porta por onde as ovelhas passam”.
Jesus disse: - Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem não entra no curral das ovelhas pela porta, mas pula o muro é um ladrão e bandido. Mas quem entra pela porta é o pastor do rebanho. O porteiro abre a porta para ele. As ovelhas reconhecem a sua voz quando ele as chama pelo nome, e ele as leva para fora do curral. Quando todas estão do lado de fora, ele vai na frente delas, e elas o seguem porque conhecem a voz dele. Mas de jeito nenhum seguirão um estranho! Pelo contrário, elas fugirão, pois não conhecem a voz de estranhos.
Jesus fez esta comparação, mas ninguém entendeu o que ele queria dizer.
Então Jesus continuou: - Eu afirmo a vocês que isto é verdade: eu sou a porta por onde as ovelhas passam. Todos os que vieram antes de mim são ladrões e bandidos, mas as ovelhas não deram atenção à voz deles. Eu sou a porta. Quem entrar por mim será salvo; poderá entrar e sair e achará comida. O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa.

Refletindo
Jesus é a porta que dá acesso às ovelhas. É preciso “passar” por Jesus para viver a verdadeira vida. Posso considerar alguns detalhes:
1º A figura do porteiro – o recepcionista que responde pela segurança e não deixa entrar quem não deve: o ladrão e o bandido.
2º O texto fala de entrar e sair pela porta. Sugere liberdade, ausência de dominação ou escravidão.
3º A relação pessoal do pastor com cada ovelha – ele chama a cada uma pelo nome e elas conhecem a sua voz, ele as guia, elas o seguem e fogem dos estranhos. Ele oferece e preserva a vida das ovelhas.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Na minha relação com Cristo vivo esta experiência de liberdade? Busco a verdadeira vida em Jesus? E o mundo de hoje para onde vai? Passa por esta porta ou prefere desvios?

Meditação
 Os bispos disseram, em Aparecida: “A Igreja, que participa dos gozos e esperanças, das tristezas e alegrias de seus filhos, quer caminhar ao seu lado neste período de tantos desafios, para infundir-lhes sempre esperança e consolo. (DA 16).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Vou imprimir o Salmo 23 e colocar sobre a minha mesa para rezá-lo diversas vezes hoje.
Salmo 23
O Senhor é o meu pastor; nada me falta.
Em verdes pastagens me faz descansar e conduz-me a águas tranquilas.
Conforta a minha alma e leva-me por caminhos retos, por amor do seu nome.
Ainda que eu atravesse o mais escuro vale, não terei receio de nada, porque tu, Senhor, estás comigo. A tua vara e o teu cajado dão-me segurança.
Preparaste-me um banquete à frente dos meus inimigos. Recebeste-me com todas honras e encheste a minha taça até transbordar.
De fato, a tua bondade e o teu amor acompanham-me ao longo da minha vida. E na tua casa, Senhor, morarei para sempre.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é o mesmo de toda a Igreja no Continente Americano: um olhar fraterno para todos os que sofrem e se alegram.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

Ir. Patrícia Silva, fsp
irpatricias@gmail.com

domingo, 22 de abril de 2018

Jo 10,11-18 - Quem é o bom pastor?

Preparo-me para a Leitura, renovando a convicção de que Deus me fala, que nos fala
e, orando ao Espírito Santo:
Vinde, Espírito Santo, 
e dai-nos o dom da sabedoria,
para que possamos avaliar todas as coisas
à luz do Evangelho,
e ler nos acontecimentos da vida 
os projetos de amor do Pai

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Jo 10,11-18, e observo Jesus e as imagens que usa do pastor, ovelhas, mercenário, para falar de seu amor por todos.
Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas. Um empregado trabalha somente por dinheiro; ele não é pastor, e as ovelhas não são dele. Por isso, quando vê um lobo chegando, ele abandona as ovelhas e foge. Então o lobo ataca e espalha as ovelhas. O empregado foge porque trabalha somente por dinheiro e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor. Assim como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai, assim também conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem. E estou pronto para morrer por elas. Tenho outras ovelhas que não estão neste curral. Eu preciso trazer essas também, e elas ouvirão a minha voz. Então elas se tornarão um só rebanho com um só pastor. O Pai me ama porque eu dou a minha vida para recebê-la outra vez. Ninguém tira a minha vida de mim, mas eu a dou por minha própria vontade. Tenho o direito de dá-la e de tornar a recebê-la, pois foi isso o que o meu Pai me mandou fazer.

Refletindo
Jesus se define bom pastor. Ele é mais do que um bom pastor. Um pastor que se diz pronto a dar a vida pelas ovelhas. O tipo de pastagens disponíveis no oriente impõe ao pastor a necessidade de se deslocar com o rebanho para outro lugar conforme a mudança das estações. As ovelhas não sabem buscar alimento, relva e água por si mesmas. Precisam ser conduzidas. O pastor as conduz também para o abrigo por ocasião de tempo ruim e as defende de animais ferozes e de bandidos ou ladrões. O pastor Davi, por exemplo, diz ter matado leões e ursos que atacavam o rebanho de seu pai. O pastor conserva o rebanho unido e se empenha na procura da ovelha perdida, tendo certeza de que o rebanho permanecerá unido até que ele retorne. No Antigo Testamento, Deus é o verdadeiro pastor de Israel (Gn 49,24), que conduz José como um rebanho (Sl 80,2); carrega as suas ovelhas (Sl 28,9), guia-as (Sl 77,21). Ele, o Senhor, é o Pastor que reúne os perdidos, conduze-os à sua própria pastagem, cura-lhes as feridas, guarda-os em paz.  O bom pastor é autêntico, verdadeiro, não explorador. Não quer as ovelhas para seu lucro: carne, lã, leite. Ele dá a vida pelas ovelhas. No Novo Testamento,  a figura do pastor é aplicada a Jesus, quer por ele mesmo, quer pelos outros. A sua própria missão é às ovelhas perdidas de Israel. Ele é o pastor que deixa as 99 ovelhas no deserto para procurar a que extraviou. A sua alegria de recuperar um pecador é como a alegria do pastor que encontra a ovelha perdida (Mt 18,12-14). Jesus fala de sua preocupação por outras ovelhas que ainda não são em seu rebanho. Diz que precisa trazê-las. Revela seu desejo de que haja um só rebanho e um só pastor.  No juízo final ele agirá como um pastor que separa as ovelhas das cabras. Jesus se diz também porta do aprisco.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Quem são os pastores hoje? O termo é bastante usado por ministros das diversas Igrejas. Na Igreja católica os pastores são os bispos e sacerdotes.
Meditando
Os bispos, em Aparecida, definiram a missão da Igreja como a do Pastor:" A Igreja deve cumprir sua missão seguindo os passos de Jesus e adotando suas atitudes (cf. Mt 9,35-36). Ele, sendo o Senhor, se fez servidor e obediente até à morte de cruz (cf. Fl 2,8); sendo rico, escolheu ser pobre por nós (cf. 2 Cor 8,9), ensinando-nos o caminho de nossa vocação de discípulos e missionários. No Evangelho aprendemos a sublime lição de ser pobres seguindo a Jesus pobre (cf. Lc 6,20; 9,58), e a de anunciar o Evangelho da paz sem bolsa ou alforje, sem colocar nossa confiança no dinheiro nem no poder deste mundo (cf. Lc 10,4 ss). Na generosidade dos missionários se manifesta a generosidade de Deus, na gratuidade dos apóstolos aparece a gratuidade do Evangelho." (DAp 31).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, salmos ou outras orações e concluo, rezando o Salmo
SALMO 23 (22)
O Senhor é o meu pastor. Nada me falta.
Em verdes pastagens me faz repousar;
para fontes tranquilas me conduz,
e restaura minhas forças.
Ele me guia por bons caminhos, por causa do seu nome.
Embora eu caminhe por um vale tenebroso,
nenhum mal temerei, pois junto a mim estás;
teu bastão e teu cajado me deixam tranqüilo.
Diante de mim preparas a mesa, à frente dos meus opressores;
unges minha cabeça com óleo, e minha taça transborda.
Sim, felicidade e amor me acompanham todos os dias da minha vida.
Minha morada é a casa do Senhor, por dias sem fim.


Pode-se também cantar


 O Senhor é meu pastor
Pe. Zezinho, scj

O Senhor é meu pastor e nada, nada, me faltará 

O Senhor é meu pastor e nada, nada me faltará.
Já me deu o suficiente nessa vida, não peço mais
Já me deu o suficiente, já me deu o suficiente 
Já me deu amor e paz.

Por caminhos pontilhados de perigo, vou sem temor

Sei que está comigo, sei que Deus é meu amigo,
Sei que Deus é meu pastor.

Tua voz e teu cajado me conduzem, estou em paz.

Só te peço em confiança que me dês perseverança
Não te peço nada mais.
CD Em verso e Canção - Cantores de Deus


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é de acolhimento da Igreja e do Pastor verdadeiro, Jesus Cristo, para que possa entrar no meu e no coração das pessoas com quem convivo.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.



Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br