domingo, 25 de dezembro de 2016

Jo 1,1-18 - Deus com rosto de gente pequena

- A todos nós que nos encontramos neste ambiente virtual,
paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Vinde, cristãos, vinde a porfia
1. Vinde, cristãos, vinde à porfia, cantar um hino de louvor,/
Hino de paz e de harmonia,/  Que os anjos cantam ao Senhor:

Glória a Deus nas alturas! (2x)
2. Foi nesta noite venturosa, em que nasceu o Salvador/
Que os anjos com voz amorosa,/ Deram no céu este clamor:


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 1,1-18
No começo aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela. A Palavra era a fonte da vida, e essa vida trouxe a luz para todas as pessoas. A luz brilha na escuridão, e a escuridão não conseguiu apagá-la.
Houve um homem chamado João, que foi enviado por Deus para falar a respeito da luz. Ele veio para que por meio dele todos pudessem ouvir a mensagem e crer nela. João não era a luz, mas veio para falar a respeito da luz, a luz verdadeira que veio ao mundo e ilumina todas as pessoas. A Palavra estava no mundo, e por meio dela Deus fez o mundo, mas o mundo não a conheceu. Aquele que é a Palavra veio para o seu próprio país, mas o seu povo não o recebeu. Porém alguns creram nele e o receberam, e a estes ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus. Eles não se tornaram filhos de Deus pelos meios naturais, isto é, não nasceram como nascem os filhos de um pai humano; o próprio Deus é quem foi o Pai deles.
A Palavra se tornou um ser humano e morou entre nós, cheia de amor e de verdade. E nós vimos a revelação da sua natureza divina, natureza que ele recebeu como Filho único do Pai. João disse o seguinte a respeito de Jesus:
- Este é aquele de quem eu disse: "Ele vem depois de mim, mas é mais importante do que eu, pois antes de eu nascer ele já existia." Porque todos nós temos sido abençoados com as riquezas do seu amor, com bênçãos e mais bênçãos. A lei foi dada por meio de Moisés, mas o amor e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém nunca viu Deus. Somente o Filho único, que é Deus e está ao lado do Pai, foi quem nos mostrou quem é Deus.
Refletindo
O Evangelho de João lembra o Gênesis quando introduz: “no começo”. Antes da criação, o Filho de Deus – a Palavra – já existia. E foi por meio da Palavra que tudo foi criado. João diz que a Palavra é a fonte da vida e essa Palavra trouxe luz para todas as pessoas. O evangelista diz ainda que “A Palavra estava no mundo, e por meio dela Deus fez o mundo, mas o mundo não a conheceu. “Os que nela creram se tornaram filhos de Deus. E, para se aproximar mais ainda de todas as pessoas “a Palavra se tornou um ser humano e morou entre nós”, na pessoa de Jesus Cristo. Só esta verdade é suficiente para tornar nosso coração imensamente agradecido.


2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje? Pelo poder do Espírito, tenho muito a agradecer ao Pai.
O que o texto me diz no momento?
Meditando
Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram os motivos da nossa alegria: Conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor, ao nos chamar e nos eleger, nos confiou. Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo ressuscitado podemos e queremos contemplar o mundo, a história, os nossos povos da América Latina e do Caribe e cada um de seus habitantes.” (DAp 18).
Hoje, vou me retirar por uns bons momentos e recordar tudo que Deus realizou na minha vida, na minha família, no meu trabalho, no estudo, no mundo, no ano que passou.

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus? Faço minha oração pessoal e depois, canto o louvor a Deus com o Padre João Carlos.
Te Deum
 A ti ó Deus, louvamos. A ti, Senhor, cantamos: louvor!
A ti, ó Pai eterno, Se prostra toda Terra: Senhor!

A ti, os anjos cantam, os céus a ti aclamam: louvor!
Proclamam céus e terra, a tua glória imensa, Senhor!

Santo (santo), Santo (santo),
Santo, Santo, Santo: É o Senhor! Deus dos Exércitos,
Deus do combate, Deus da vitória, Deus Sabaoh!

A ti com amor, celebram apóstolos, profetas, ó Pai!
O harmonioso coro dos mártires te louva, Senhor!
A ti, por toda a terra, proclama a Santa Igreja, ó Pai!
ó Pai onipotente de majestade imensa, Senhor!Santo

Ao Filho, adora a Igreja Deus vivo e verdadeiro, Jesus!
Também dá glória e viva ao Espírito Divino: Senhor!

O Rei da glória, ó Cristo, do Pai Eterno, Filho, Jesus,
Da virgem tu nasceste pra nos salvar vieste, Senhor! Santo

A morte tu sofreste, a morte tu venceste, Jesus,
Aos que têm fé abrindo dos céus o eterno reino, Senhor!

Sentaste à direita de Deus na glória eleito, Jesus!
Nós cremos na tua volta, Virás julgando o povo, Senhor! Santo

Portanto, te pedimos, escuta os que remiste, Jesus,
com sangue precioso. Nos salva, ó Deus bondoso, Senhor!

Alista-nos ó Cristo entre os teus escolhidos, Jesus!
Cantemos tua vitória um dia lá na glória, Senhor! Santo



 4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus e passar o dia com o coração agradecido ao Pai.


Bênção

Senhor, volta para mim, 
na maneira simples de chegar.
E que te possa descobrir
em todos os presépios e casas,
em todas as manjedouras e berços,
em todas as Marias e Josés.
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém..


Ir. Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Lc 1,46-56 - O Cântico de Maria

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Trindade Santíssima
- Pai, Filho, Espírito Santo -
presente e agindo na Igreja e na profundidade do meu ser.
Eu vos adoro, amo e agradeço.
1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio atentamente o texto do Evangelho do Dia, na minha Bíblia: Lc 1,46-56
Então Maria disse:
- A minha alma anuncia a grandeza do Senhor.
O meu espírito está alegre por causa de Deus, o meu Salvador.
Pois ele lembrou de mim, sua humilde serva!
De agora em diante todos vão me chamar de mulher abençoada, porque o Deus Poderoso fez grandes coisas por mim. O seu nome é santo, e ele mostra a sua bondade a todos os que o temem em todas as gerações.
Deus levanta a sua mão poderosa e derrota os orgulhosos com todos os planos deles.
Derruba dos seus tronos reis poderosos e põe os humildes em altas posições.
Dá fartura aos que têm fome e manda os ricos embora com as mãos vazias.
Ele cumpriu as promessas que fez aos nossos antepassados e ajudou o povo de Israel, seu servo.
Lembrou de mostrar a sua bondade a Abraão e a todos os seus descendentes, para sempre.
Maria ficou mais ou menos três meses com Isabel e depois voltou para casa.


Refletindo
O hino cantado por Maria é um louvor a Deus que fez tudo. Ela é a serva que representa Israel. O cântico é totalmente bíblico, cheio de citações do Antigo Testamento. Do cântico de Ana, no Antigo Testamento (1Sm 1-2), Maria toma: o tema da maternidade, a lembrança dos poderosos e dos humildes, a mudança da situação, a santidade de Deus, a atenção para a humilhação e o cumprimento das promessas. Perpassa todo o cântico o reconhecimento da bondade de Deus.

2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Pergunto-me: posso também eu cantar este Magnificat de Maria? Posso fazer meu este cântico? Quem pode cantá-lo hoje?

Meditando
Recordo a palavra dos Pastores da Igreja na América Latina e Caribe que disseram em Aparecida: "Maria, que “conservava todas estas recordações e meditava em seu coração” (Lc 2,19; cf. 2,51), ensina-nos o primado da escuta da Palavra na vida do discípulo e missionário. O Magnificat “está inteiramente tecido pelos fios da Sagrada Escritura, os fios tomados da palavra de Deus. Assim, se revela que nela a Palavra de Deus se encontra de verdade em sua casa, de onde sai e entra com naturalidade. Ela fala e pensa com a Palavra de Deus; a Palavra de Deus se faz a sua palavra e sua palavra nasce da Palavra de Deus. Além disso, assim se revela que seus pensamentos estão em sintonia com os pensamentos de Deus, que seu querer é um querer junto com Deus. Estando intimamente penetrada pela Palavra de Deus, Ela pode chegar a ser mãe da Palavra encarnada”. (DAp 271).

3. Oração (Vida)

- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? Rezo com Maria, a Mãe de Jesus, as alegrias da bondade de Deus, cantando com o PE. Zezinho, scj:
Minh’alma dá glórias ao Senhor
Meu coração bate alegre e feliz
Olhou para mim com tanto amor
Que me escolheu, me elegeu e me quis.
E de hoje em diante eu já posso prever,
Todos os povos vão me bendizer
O Poderoso lembrou-se de mim, 

Santo é seu nome sem fim
O povo dá glórias ao Senhor, 

seu coração bate alegre e feliz
Maria carrega o Salvador porque Deus faz,
sempre cumpre o que diz
E quando os povos aceitam lei 

passa de pai para filho seu dom
Das gerações Ele é mais do que rei, 

ele é Deus pai, ele é bom
Minh’alma dá glórias ao Senhor
Meu coração bate alegre e feliz
Olhou para mim com tanto amor
Que me escolheu, me elegeu e me quis.
O orgulhoso Ele sabe dobrar, o poderoso Ele sabe enfrentar
O pobrezinho Ele defenderá, não nos abandonará
O povo dá glórias ao Senhor, seu coração bate alegre e feliz
Maria carrega o Salvador porque Deus faz,
sempre cumpre o que diz
Quem tem demais qualquer dia vai ver o que é ter fome e não ter
pra comer
Quem passa fome comida terá, eis que a justiça virá
Minh’alma dá glórias ao Senhor
Meu coração bate alegre e feliz
Meu povo já sente o seu amor, Ele promete, Ele cumpre o que diz
Aos nossos pais Ele um dia jurou
Ele é fiel e jamais enganou, estamos perto da era do amor
Bendito seja o Senhor.

CD 14 Cantigas Marianas, COMEP.

4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Terei no olhar a bondade de Deus que se manifesta para todas as pessoas. Farei como Maria, o meu Cântico de louvor a Deus.

Bênção natalina do papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém, 
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos: 
para as crianças e os idosos, 
para os jovens e as famílias, 
para os pobres e os marginalizados. 
Nascido para nós, 
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação; 
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados. 
Em nome do Pai...


Ir. Patrícia Silva, fsp
patrícia.silva@paulinas.com.br

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Jo 5,33-36 - Testemunho

Com todos que se encontram neste ambiente virtual,
iniciamos nossa Leitura Orante do Advento,
com a
Canção do Advento

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!  
  1.   Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!  
2.   Ó vem, como chega a chuva no chão  
Trazendo fartura de vida e de pão!  
3.   Ó vem, como chega a luz que faltou  
Só tua palavra nos salva Senhor!  
4.   Ó vem, como chega a carta querida  
Bendito carteiro do Reino da Vida!  
5.   Ó vem, como chega o filho esperado  
Caminha conosco Jesus Bem amado!  
6.   Ó vem, como chega o Libertador  
Das mãos do inimigo nos salva Senhor
Veja a melodia desta canção  neste blog, ao lado.
1. Leitura (Verdade) - O que a Palavra diz?
Leio com atenção, na Bíblia, o Evangelho: Jo 5,33-36.
Vós mandastes perguntar a João, e ele deu testemunho da verdade. Ora, eu não recebo testemunho da parte de um ser humano, mas digo isso para a vossa salvação. João era a lâmpada que iluminava com sua chama ardente, e vós gostastes, por um tempo, de alegrar-vos com a sua luz. Mas eu tenho um testemunho maior que o de João: as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, pois mostram que o Pai me enviou.
Neste texto que li predomina a palavra testemunho. São três testemunhas:
1ª João Batista deu testemunho da verdade.
2ª O Pai dá testemunho de Jesus.
3ª As Sagradas Escrituras que dão testemunho de Jesus.
Essas três testemunhas a favor de Jesus foram recusadas pelas autoridades religiosas que utilizavam a religião e a Bíblia para manter seus privilégios e prestígio.

2. Meditação(Caminho)

- O que a Palavra diz para mim?
Como me coloco diante destas testemunhas? Acolho-as ou rejeito porque são exigentes suas propostas e prefiro os privilégios, a vida mais fácil, menos austera? 

Meditando
Os bispos, em Aparecida nos ajudam a refletir sobre o tema de hoje: Os cristãos precisam recomeçar a partir de Cristo, a partir da contemplação de quem nos revelou em seu mistério a plenitude do cumprimento da vocação humana e de seu sentido. Necessitamos nos fazer discípulos dóceis, para aprende d’Ele, em seu seguimento, a dignidade e a plenitude de vida. E necessitamos, ao mesmo tempo, que o zelo missionário nos consuma para levar ao coração da cultura de nosso tempo aquele sentido unitário e completo da vida humana que nem a ciência, nem a política, nem a economia nem os meios de comunicação poderão proporcionar. Em Cristo Palavra, Sabedoria de Deus (cf. 1 Cor 1,30), a cultura pode voltar a encontrar seu centro e sua profundidade, a partir de onde é possível olhar a realidade no conjunto de todos seus fatores, discernindo-os à luz do Evangelho e dando a cada um seu lugar e sua dimensão adequada.” (DAp 41).
3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Oração a Nossa Senhora da Anunciação
Todas as gerações vos proclamem bem-aventurada,
ó Maria!
Crestes na mensagem celeste,
e em vós se cumpriram grandes coisas,
como vos fora anunciado.
Maria, eu vos louvo!
Crestes na encarnação do Filho de Deus
no vosso seio virginal 
e vos tornastes Mãe de Deus.
Raiou então o dia mais feliz da história da humanidade!
Os homens tiveram o Mestre divino,
o Sacerdote único e eterno,
a Hóstia de reparação,
o Rei universal!
A fé é dom de Deus e fonte de todo bem.
Maria, alcançai-me a graça de uma fé viva,
forte, atuante; uma fé que salva e santifica!
Fé no Evangelho, na Igreja, na vida eterna.


4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Quero olhar o mundo, as pessoas, a vida com o olhar de Jesus, o coração de Jesus, seus gestos e palavras
.


Bênção natalina do papa Francisco

Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém, 
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos: 
para as crianças e os idosos, 
para os jovens e as famílias, 
para os pobres e os marginalizados. 
Nascido para nós, 
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação; 
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados. 
Em nome do Pai...

Obs.Faça a  Novena de Natal que pode ser encontrada em
http://comunicacatequese.blogspot.com.br/2016/12/novena-do-natal.html

Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Lc 7,24-30 - Um profeta! Mais que profeta!

Em união com todos que se encontram neste ambiente virtual,
iniciamos nossa Leitura Orante do Advento,
com a
Canção do Advento
Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!  

  1.   Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!  

2.   Ó vem, como chega a chuva no chão  
Trazendo fartura de vida e de pão!  

3.   Ó vem, como chega a luz que faltou  
Só tua palavra nos salva Senhor!  

4.   Ó vem, como chega a carta querida  
Bendito carteiro do Reino da Vida!  

5.   Ó vem, como chega o filho esperado  
Caminha conosco Jesus Bem amado!  

6.   Ó vem, como chega o Libertador  
Das mãos do inimigo nos salva Senhor

Veja a melodia desta canção neste blog, ao lado.
1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio, atentamente, o texto na minha Bíblia: Lc 7,24-30.
Quando os discípulos de João foram embora, Jesus começou a dizer ao povo o seguinte a respeito de João:
- O que vocês foram ver no deserto? Um caniço sacudido pelo vento? O que foram ver? Um homem bem vestido? Ora, os que se vestem bem e vivem no luxo moram nos palácios! Então me digam: o que foram ver? Um profeta? Sim. E eu afirmo que vocês viram muito mais do que um profeta. Porque João é aquele a respeito de quem as Escrituras Sagradas dizem: "Aqui está o meu mensageiro, disse Deus. Eu o enviarei adiante de você para preparar o seu caminho."
- Eu digo a vocês que de todos os homens que já nasceram João é o maior. Porém quem é o menor no Reino de Deus é maior do que ele. 
Refletindo
Jesus define a missão de João. Um verdadeiro profeta. Por seu estilo de vida atraiu o povo, e não pelo luxo, "um homem bem vestido". No deserto e não, num palácio. João é um profeta afirma Jesus. E até, mais que um profeta. E cita Malaquias: "Aqui está o meu mensageiro, disse Deus. Eu o enviarei adiante de você para preparar o seu caminho." (Ml 3,1). O anúncio de João Batista supera todas as profecias, porque anuncia a presença do Reino e do Messias.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Para compreender a identidade de Jesus Cristo, tenho que ter o coração humilde.
Meditando
Os Bispos em Aparecida nos ajudaram a compreender melhor a identidade de Jesus:
"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida" (Jo 14,6). Ele é o verdadeiro caminho para o Pai, o qual tanto amou ao mundo que lhe deu o seu Filho único, para que todo aquele que nele crer tenha a vida eterna (cf. Jo 3,16). Esta é a vida eterna: "que te conheçam a ti o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo teu enviado" (Jo 17,3). A fé em Jesus como o Filho do Pai é a porta de entrada para a Vida.´ (DAp 101).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a oração:
Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém
Meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Procurarei descobrir a identidade de Jesus nos gestos das pessoas que hoje
encontrar e com quem me relacionar.
Bênção de Natal do Papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém, 
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos: 
para as crianças e os idosos, 
para os jovens e as famílias, 
para os pobres e os marginalizados. 
Nascido para nós, 
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação; 
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados. 
Em nome do Pai...


- A Novena de Natal  pode ser encontrada em
http://comunicacatequese.blogspot.com.br/2016/12/novena-do-natal.html
Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Lc 7,19-23 - "Felizes as pessoas que não duvidam!"

Em união com todos que se encontram neste ambiente virtual,
iniciamos nossa Leitura Orante do Advento,
com a
Canção do Advento

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!  

  1.   Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!  

2.   Ó vem, como chega a chuva no chão  
Trazendo fartura de vida e de pão!  

3.   Ó vem, como chega a luz que faltou  
Só tua palavra nos salva Senhor!  

4.   Ó vem, como chega a carta querida  
Bendito carteiro do Reino da Vida!  

5.   Ó vem, como chega o filho esperado  
Caminha conosco Jesus Bem amado!  

6.   Ó vem, como chega o Libertador  
Das mãos do inimigo nos salva Senhor

Veja a melodia desta canção em: http://leituraorantedapalavra.blogspot.com/

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto na minha Bíblia: Lc 7,19-23.
Aí João chamou dois deles e os enviou ao Senhor Jesus para perguntarem: "O senhor é aquele que ia chegar ou devemos esperar outro?" Então eles foram até o lugar onde Jesus estava e disseram:
- João Batista nos mandou perguntar o seguinte: o senhor é aquele que ia chegar ou devemos esperar outro?
Naquele momento Jesus curou muitas pessoas das suas doenças e dos seus sofrimentos, expulsou espíritos maus e também curou muitos cegos. Depois respondeu aos discípulos de João:
- Voltem e contem a João o que vocês viram e ouviram. Digam a ele que os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e os pobres recebem o evangelho. E felizes são as pessoas que não duvidam de mim!
Refletindo
A pergunta de João a Jesus é bastante esclarecedora para ele e para os discípulos. Trata-se de confirmar a identidade de Jesus. A resposta de Jesus é dada aos dois discípulos através das obras: curou doentes, expulsou demônios, deu vida, anunciou a Palavra. E diz que é o Messias. Não veio para dar um independência nacionalista a Israel, mas para curar enfermos, libertar as pessoas de seus males.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Para compreender a identidade de Jesus Cristo, tenho que ter o coração humilde.
Meditando
Os Bispos em Aparecida nos ajudaram a compreender melhor a identidade de Jesus: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,6). Ele é o verdadeiro caminho para o Pai, o qual tanto amou ao mundo que lhe deu o seu Filho único, para que todo aquele que nele crer tenha a vida eterna (cf. Jo 3,16). Esta é a vida eterna: “que te conheçam a ti o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo teu enviado” (Jo 17,3). A fé em Jesus como o Filho do Pai é a porta de entrada para a Vida (DAp 101).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a oração:
Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência, com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Procurarei descobrir a identidade de Jesus nos gestos das pessoas que hoje encontrar e com quem me relacionar.

Bênção
Senhor, volta para mim, na maneira simples de chegar.
E que te possa descobrir
em todos os presépios e casas,
em todas as manjedouras e berços,
em todas as Marias e Josés.
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Mt 11,28-30 - "Venham a mim, todos!"

A  todos nós que nos encontramos neste ambiente virtual,
paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles", ficai conosco,
aqui reunidos, pela grande rede da internet,
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Mt 11,28-30
- Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve.
Refletindo
Jesus fala de cargas pesadas, traduzidas também como “jugo”. O jugo é uma peça de madeira, pesada, que se encaixa por cima do pescoço de dois animais (em geral dois bois) e ligada a um arado ou a um carro. É figura da escravidão e da opressão (1Rs 12,4). Estar sob o jugo de alguém é estar sob seu domínio. Ao contrário do “jugo” pesado da lei (Gl 5,1), o jugo de Jesus é fácil de suportar.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Onde busco descanso? Aceito o jugo de Jesus?
Meditando
Em Aparecida, disseram os bispos: A história da humanidade, história que Deus nunca abandona, transcorre sob seu olhar compassivo. Deus amou tanto nosso mundo que nos deu seu Filho. Ele anuncia a boa nova do Reino aos pobres e aos pecadores. Por isso, nós, como discípulos e missionários de Jesus, queremos e devemos proclamar o Evangelho, que é o próprio Cristo. Anunciamos a nossos povos que Deus nos ama, que sua existência não é uma ameaça para o homem, que Ele está perto com o poder salvador e libertador de seu Reino, que Ele nos acompanha na tribulação, que alenta incessantemente nossa esperança em meio a todas as provas. Os cristãos são portadores de boas novas para a humanidade, não profetas de desventuras (DAp 29).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Faço minha oração pessoal e depois,
ofereço o meu trabalho do dia:
Jesus Mestre, eu vos ofereço o meu trabalho
com as mesmas intenções com que pregastes o Evangelho.
Seja tudo, só e sempre, para a glória de Deus e a paz dos homens
Jesus Verdade, que todas as pessoas vos conheçam!
Jesus Caminho, que as pessoas sigam vossas pegadas!
Jesus Vida, que todos vivam em vós!
Jesus Mestre, inspirai-me com a vossa sabedoria
para que eu possa transmitir palavras de salvação.
Que meus pensamentos se inspirem no Evangelho,
e se tornem fontes de vossa luz
a iluminar as pessoas, nossos irmãos.
São Paulo, guiai-me!
Maria, Mãe e Rainha dos Apóstolos,
que destes ao mundo o Verbo encarnado
abençoai esta minha missão. Amém.
(Bv. Alberione)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Aceito o jugo de Jesus.

Bênção
Bênção de Natal do Papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém, 
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos: 
para as crianças e os idosos, 
para os jovens e as famílias, 
para os pobres e os marginalizados. 
Nascido para nós, 
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação; 
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados. 
Em nome do Pai...

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

domingo, 4 de dezembro de 2016

Mt 3,1-12 - O profeta João Batista

Saudação
- A todos nós que nos encontramos neste ambiente virtual,
 paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles", ficai conosco, aqui reunidos, pela grande rede da internet,
para melhor meditar  e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto, na minha Bíblia, e observo pessoas, palavras, relações, lugares: Mt 3,1-12:
Naquele tempo João Batista foi para o deserto da Judeia e começou a pregar, dizendo:
- Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto!

A respeito de João, o profeta Isaías tinha escrito o seguinte: "Alguém está gritando no deserto:
Preparem o caminho para o Senhor passar! Abram estradas retas para ele!"
João usava uma roupa feita de pelos de camelo e um cinto de couro e comia gafanhotos e mel do mato. Os moradores de Jerusalém, da região da Judeia e de todos os lugares em volta do rio Jordão iam ouvi-lo. Eles confessavam os seus pecados, e João os batizava no rio Jordão. Quando João viu que muitos fariseus e saduceus vinham para serem batizados por ele, disse:
- Ninhada de cobras venenosas! Quem disse que vocês escaparão do terrível castigo que Deus vai mandar? Façam coisas que mostrem que vocês se arrependeram dos seus pecados. E não digam uns aos outros: "Abraão é nosso antepassado." Pois eu afirmo a vocês que até destas pedras Deus pode fazer descendentes de Abraão! O machado já está pronto para cortar as árvores pela raiz. Toda árvore que não dá frutas boas será cortada e jogada no fogo. Eu os batizo com água para mostrar que vocês se arrependeram dos seus pecados, mas aquele que virá depois de mim os batizará com o Espírito Santo e fogo. Ele é mais importante do que eu, e não mereço a honra de carregar as sandálias dele. Com a pá que tem na mão ele vai separar o trigo da palha. Guardará o trigo no seu depósito, mas queimará a palha no fogo que nunca se apaga.
Refletindo
João Batista é a figura de um profeta. É um profeta que prepara a vinda do Messias,  anunciando  por toda a região do Jordão o arrependimento dos pecados e o batismo para o perdão. A água corrente do rio tinha o simbolismo de “lavar”, “purificar”. O rito de imersão nas águas do Jordão selava o perdão de Deus. Como o profeta Isaias, a quem cita, usa um tom imperativo de  exortação: “preparem o caminho para o Senhor passar”, “abram estradas retas para ele”. Numa palavra: “mudem de vida!” O tom, a expressão "ninhada de cobras venenosas" que dirige aos fariseus e saduceus faz pensar que estes não eram bem intencionados, nem sinceros Fala-lhes da necessidade de arrependimento e conversão. No final, diz João batista que o que virá depois dele batizará com o Espírito santo e não se sente digno de carregar as suas sandálias. Muitos entendem esta afirmação como expressão de humildade.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Tenho também eu que preparar o caminho. Devo abrir estradas. Quais?
Meditando 
O que o texto me diz no momento?  Os bispos, na Conferência de Aparecida, nos ajudaram a entender o sentido de conversão. Disseram: 
"Conversão: É a resposta inicial de quem escutou o Senhor com admiração, crê n’Ele pela ação do Espírito, decide-se ser seu amigo e ir após Ele, mudando sua forma de pensar e de viver, aceitando a cruz de Cristo, consciente de que morrer para o pecado é alcançar a vida. No Batismo e no sacramento da reconciliação se atualiza para nós a redenção de Cristo." (DAp 278,b).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? 
Faço minha oração pessoal e depois,
ofereço o meu dia e semana:
Oferecimento do trabalho
Jesus Mestre, eu vos ofereço o meu domingo e semana
 com as mesmas intenções com que pregastes o Evangelho.
Seja tudo, só e sempre, para a glória de Deus e a paz dos homens
Jesus Verdade, que todas as pessoas vos conheçam!
Jesus Caminho, que as pessoas sigam vossas pegadas!
Jesus Vida, que todos vivam em vós!
Jesus Mestre, inspirai-me com a vossa sabedoria
para que eu possa transmitir palavras de salvação.
Que meus pensamentos se inspirem no Evangelho,
e se tornem fontes de vossa luz
a iluminar as pessoas, nossos irmãos.
São Paulo, guiai-me!
Maria, Mãe e Rainha dos Apóstolos,
que destes ao mundo o Verbo encarnado
abençoai esta minha missão. Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com a decisão de me converter, mudando minha forma de pensar e de viver.

Bênção natalina do papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém, 
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos: 
para as crianças e os idosos, 
para os jovens e as famílias, 
para os pobres e os marginalizados. 
Nascido para nós, 
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação; 
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados. 
Em nome do Pai...

Patricia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br





sábado, 12 de novembro de 2016

Lc 18,1-8 - A justiça de Deus é amor para todos

Preparo-me para a Leitura Orante, fazendo uma rede de comunicação
e comunhão em torno da Palavra com todas as pessoas que se encontram neste ambiente
virtual. Rezo em sintonia com a Santíssima Trindade.
Ó Espírito Santo
Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho!
Inspirai-me sempre aquilo que devo pensar,
aquilo que devo dizer,
como eu devo dizê-lo,
aquilo que devo calar,
aquilo que devo escrever,
como eu devo agir,
aquilo que devo fazer, para procurar
a vossa glória, o bem das almas e minha própria santificação.
Ó Jesus, toda a minha confiança está em Vós.
Ó Maria, templo do Espírito Santo,
 ensinai-nos a sermos fiéis Aquele que habita em nosso coração.
 (Cardeal Verdier)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na minha Bíblia, o texto: Lc 18,1-8:
Jesus contou a seguinte parábola, mostrando aos discípulos que deviam orar sempre e nunca desanimar:
- Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus e não respeitava ninguém. Nessa cidade morava uma viúva que sempre o procurava para pedir justiça, dizendo: "Ajude-me e julgue o meu caso contra o meu adversário!"
- Durante muito tempo o juiz não quis julgar o caso da viúva, mas afinal pensou assim: "É verdade que eu não temo a Deus e também não respeito ninguém. Porém, como esta viúva continua me aborrecendo, vou dar a sentença a favor dela. Se eu não fizer isso, ela não vai parar de vir me amolar até acabar comigo."
E o Senhor continuou:
- Prestem atenção naquilo que aquele juiz desonesto disse. Será, então, que Deus não vai fazer justiça a favor do seu próprio povo, que grita por socorro dia e noite? Será que ele vai demorar para ajudá-lo? Eu afirmo a vocês que ele julgará a favor do seu povo e fará isso bem depressa. Mas, quando o Filho do Homem vier, será que vai encontrar fé na terra?
Refletindo
A viúva de que Jesus fala no Evangelho, fazia parte de um grupo bastante exposto a abusos legais, judiciais e jurídicos porque não podiam subornar nem pagar. A viúva procurava o juiz pedindo justiça contra seu adversário. Mas, o juiz era iníquo. Não temia a Deus e nem respeita as pessoas. Por isso não atendia o caso do julgamento daquela mulher. Mas, sentindo-se incomodado por tantos apelos da viúva, ele resolveu atendê-la. E Jesus comenta: se aquele juiz iníquo, para não ser incomodado, atendeu àquela mulher, muito mais e sem demora, Deus que é bom e justo, vai ajudar o seu povo. A fé e a confiança neste Deus justo e bom deve animar os que creem.

2.Meditação (Caminho)
O que diz o texto para mim? Para nós?
Meditando
Os bispos na Conferência de Aparecida lembraram: 
"Na história do amor trinitário, Jesus de Nazaré, homem como nós e Deus conosco, morto e ressuscitado, nos é dado como Caminho, Verdade e Vida. No encontro de fé com o inaudito realismo de sua Encarnação, podemos ouvir, ver com nossos olhos, contemplar e tocar com nossas mãos a Palavra de vida (cf. 1 Jo 1,1), experimentamos que "o próprio Deus vai atrás da ovelha perdida, a humanidade doente e extraviada. Quando em suas parábolas Jesus fala do pastor que vai atrás da ovelha desgarrada, da mulher que procura a dracma, do pai que sai ao encontro de seu filho pródigo e o abraça, não se trata só de meras palavras, mas da explicação de seu próprio ser e agir"(DAp 242).
E eu me interrogo: Deus para mim é este Juiz bondoso que vai ao encalço de quem se perdeu? A justiça de Deus é amor para todos. Sinto-me uma pessoa amada, acolhida, ouvida por Deus?

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos e concluo com a oração:
Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência,
com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
(Bem-aventurado Tiago Alberione).

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Sinto-me discípulo/a de Jesus.
Meu olhar deste dia será iluminado pela presença de Jesus Cristo, justo Juiz que me ama e prepara o melhor para mim.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp

patricia.silva@paulinas.com.br