segunda-feira, 15 de julho de 2024

Mt 10,34-11,1 – Total exclusividade para Deus



 Leitura Orante

Oração ao Espírito Santo 

Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, 

aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora, 

fechado a todas as ambições mesquinhas,

 alheio a qualquer desprezível competição humana,

 compenetrado do sentido da santa Igreja!

 Um coração grande, 

desejoso de tornar-se semelhante ao Coração do Senhor Jesus!

 Um coração grande e forte para amar todos, 

para servir a todos, para sofrer por todos! 

Um coração grande e forte para superar todas as provações, 

todo tédio, todo cansaço, 

toda desilusão, toda ofensa! 

Um coração grande e forte, constante até o sacrifício, se for necessário! 

Um coração cuja felicidade é palpitar com o Coração de Cristo e  

cumprir, humildemente a vontade do pai. Amém.

São Paulo VI


1. Leitura (Verdade)

O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente o texto: Mt 10,34-11,1, e observamos as recomendações de Jesus.

Não pensem que eu vim trazer paz ao mundo. Não vim trazer a paz, mas a espada. Eu vim para pôr os filhos contra os pais, as filhas contra as mães e as noras contra as sogras. E assim os piores inimigos de uma pessoa serão os seus próprios parentes.
- Quem ama o seu pai ou a sua mãe mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. Quem ama o seu filho ou a sua filha mais do que ama a mim não merece ser meu seguidor. Não serve para ser meu seguidor quem não estiver pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhar. Quem procura os seus próprios interesses nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo, porque é meu seguidor, terá a vida verdadeira. 
- Quem recebe vocês está recebendo a mim; e quem me recebe está recebendo aquele que me enviou. Quem receber um profeta, porque este é profeta, terá uma parte da recompensa dele; e quem receber uma pessoa boa, porque ela é boa, terá uma parte da recompensa dela. 
- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem, apenas por ser meu seguidor, der ainda que seja um copo de água fria ao menor dos meus seguidores, certamente receberá a sua recompensa. Quando acabou de dar essas ordens aos seus doze discípulos, Jesus saiu daquele lugar e foi ensinar e anunciar a sua mensagem nas cidades que ficavam perto dali.

Refletindo
O anúncio da Boa Nova exige tomada de posição. Por isso Jesus diz que veio trazer divisões. Sempre que se escolhe um caminho, deixa-se outro. É impossível caminhar pelos dois ao mesmo tempo. Os discípulos e missionários de Jesus devem manter-se fiéis ao compromisso de seguimento do Mestre. Nada deve ser obstáculo ou impedimento, nem os próprios interesses, nem a própria família. Jesus fala também das recompensas de seu seguidor. Quem se esquece por causa de Jesus, terá a verdadeira vida.
Nada ficará sem recompensa, sequer um copo d'água.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Nós também temos uma vocação específica na Igreja.
Esta pode ser a vocação leiga. Pode ser para a vida sacerdotal,
pode ser para a vida religiosa.
Em qualquer uma delas temos o compromisso de discípulo/a e missionário/a 
de Jesus Cristo. Como vivemos esta vocação?

Meditando
Os bispos, em Aparecida, confirmaram esta vocação, quando disseram: 
"Diante do subjetivismo hedonista, Jesus propõe entregar a vida para ganhá-la, porque "quem aprecia sua vida terrena, perdê-la-á" (Jo 12,25). É próprio do discípulo de Jesus gastar sua vida como sal da terra e luz do mundo. Diante do individualismo, Jesus convoca a viver e caminhar juntos. A vida cristã só se aprofunda e se desenvolve na comunhão fraterna. Jesus nos disse "um é seu mestre e todos vocês são irmãos" (Mt 23,8). Diante da despersonalização, Jesus ajuda a construir identidades integradas." (DAp  110). "A própria vocação, a própria liberdade e a própria originalidade são dons de Deus para a plenitude e a serviço do mundo." (DAp 111).

E o Papa Francisco nos diz:
Deus Pai tem em conta até o mais pequeno gesto de amor
 "Jesus lembra-nos: «Quem vos recebe, a Mim recebe [...]. Quem der de beber a um destes pequeninos [...] não perderá a recompensa» (vv. 40; 42). A generosa gratidão de Deus Pai tem em conta até o mais pequeno gesto de amor e serviço aos seus irmãos. Nestes dias ouvi um sacerdote dizer que estava comovido porque na paróquia uma criança se aproximou dele e disse-lhe: “Padre, estas são as minhas poupanças, são poucas, são para os teus pobres, para aqueles que hoje estão em necessidade por causa da pandemia”. É pouco mas é muito! É uma generosidade contagiosa, que ajuda cada um de nós a sentir gratidão para com aqueles que se preocupam com as nossas necessidades. Quando alguém nos oferece um serviço, não devemos pensar que tudo nos é devido. Não, muitos serviços fazem-se por gratuidade. Pensai no voluntariado, que é uma das maiores realidades que existem na sociedade italiana. Os voluntários... e quantos deles perderam a vida nesta pandemia! Faz-se por amor, simplesmente por serviço. A gratidão, o reconhecimento, é antes de mais um sinal de boas maneiras, mas é também um distintivo do cristão. É um sinal simples mas genuíno do reino de Deus, que é reino de amor gratuito e reconhecido.
(Papa Francisco, 20 de junho de 2020).

3.Oração (Vida)

O que o texto nos  leva a dizer a Deus?
Rezamos, Salmo 49(50)

A todo homem que procede retamente / eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

1. Eu não venho censurar teus sacrifícios, / pois sempre estão perante mim teus holocaustos; / não preciso dos novilhos de tua casa / nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos. – R.

2. Como ousas repetir os meus preceitos / e trazer minha aliança em tua boca? / Tu, que odiaste minhas leis e meus conselhos / e deste as costas às palavras dos meus lábios! – R.

3. Diante disso que fizeste, eu calarei? / Acaso pensas que eu sou igual a ti? / É disso que te acuso e repreendo / e manifesto essas coisas aos teus olhos. – R.

4. Quem me oferece um sacrifício de louvor, / este, sim, é que honra de verdade. / A todo homem que procede retamente / eu mostrarei a salvação que vem de Deus. – R.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Como vamos vivê-lo na missão?
Propomos, diante da despersonalização, com Jesus, ajudar a construir identidades integradas, no meio em que vivemos

Bênção 
Que Senhor  nos abençoe e nos guarde.
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amémm.

 Amém. 

Ir. Patrícia Silva, fsp





domingo, 14 de julho de 2024

Mc 6,7-13 - Jesus chama e envia à missão

LEITURA ORANTE


Estamos  aqui 
pensando no poder  e no amor de Deus e, então, 
nos preparamos
rezando:

Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, Espírito Santo,
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por  isso
lemos atentamente o texto: Mc 6,7-13, e observamos pessoas que Jesus chama e o que lhes recomenda.

 Naquele tempo, 
7Jesus chamou os Doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. 
8Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura. 
9Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas. 
10E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida. 
11Se em algum lugar não vos receberem nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés como testemunho contra eles!” 
12Então os Doze partiram e pregaram que todos se convertessem. 
13Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo. 

Refletindo
Jesus não chamou para seu grupo os mais preparados do seu tempo, mas, os mais disponíveis.  Chamou simples pescadores - Pedro, André, Tiago, João. Chamou o cobrador de impostos. Chamou gente simples. Não significa que discriminou os mais capacitados. Apenas, significa que os corações  mais simples estão livres de muitas preocupações. E os chamados recebem o mesmo poder de Jesus: anunciar o Reino, expulsar os espíritos maus e curar todas as doenças, uma missão de libertar as pessoas de todos os males. Rejeitar os apóstolos é rejeitar a salvação.

2. Meditação (Caminho)
Nosso coração medita
Nosso coração medita:
O que o texto diz para nós, hoje?
Somos livres para seguir Jesus?
Pelo batismo todo cristão é chamado a seguir Jesus de acordo com seu estado de vida. 

Meditando
Os bispos, em Aparecida, falaram deste chamado:
"A admiração pela pessoa de Jesus, seu chamado e seu olhar de amor despertam uma resposta consciente e livre desde o mais íntimo do coração do discípulo, uma adesão de toda sua pessoa ao saber que Cristo o chama por seu nome (cf. Jo 10,3). É um "sim" que compromete radicalmente a liberdade do discípulo a se entregar a Jesus, Caminho, Verdade e Vida (cf. Jo 14,6). É uma resposta de amor a quem o amou primeiro "até o extremo" (cf. Jo 13,1). A resposta do discípulo amadurece neste amor de Jesus: "Te seguirei por onde quer que vás" (Lc 9,57). (DAp 136).

3.  Oração (Vida)

O que o texto nos leva a dizer a Deus? 
Nosso coração se encontra com o coração de Deus e rezamos,
a canção dos Cantores de Deus
Atravessar fronteiras, poder romper barreiras
Sem me importar com frio e fome
Para ser sua voz: essa é minha missão

Pregar a paz aos povos, prestar socorro aos corações
Pela Palavra ou em forma de canção
Apesar das lutas que enfrentarei:
eis-me aqui, envia-me!

Usa-me, 
conduz as minhas mãos. 
Usa-me 
e guia os meus pés
E coloca em meus lábios a tua verdade
Usa-me,
 conduz as minhas mãos. 
Usa-me 
e guia os meus pés
Pra levar a esperança além de onde a voz alcança, 
envia-me!

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso coração se põe a contemplar e
nosso novo olhar  nos mostra que
"Somos chamados a encarnar o Evangelho no coração do mundo"(DGAE/ CNBB). Nosso novo olhar nos aponta para viver a missão de apóstolo e missionário onde quer que estejamos.


Bênção

Nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de são Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém



Irmã Patrícia Silva, fsp


sábado, 13 de julho de 2024

Mt 10,24-33 - Testemunho de pertença a Jesus Cristo

LEITURA ORANTE
Estamos  aqui 
pensando no poder  e no amor de Deus e , então, nos preparamos
rezando:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, 
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por isso
lemos  atentamente,  Mt 10,24-33, e observamos as recomendações de Jesus aos discípulos e missionários:

“O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25 Para o discípulo, basta ser como o seu mestre; e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares! 26 Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado e nada há de escondido que não seja conhecido. 27 O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 28 Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! 29 Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30 Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. 31 Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais. 32 Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33 Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus”. 

Refletindo
Jesus é claro. Quem se faz seu discípulo e missionário não é candidato a disputar cargos e carreira. Não pode ser uma pessoa medrosa. Deve ser transparente, confiar em Deus e ser disponível. “Vocês valem mais do que muitos passarinhos a quem o Pai tem cuidado especial”. Importa afirmar com a nossa vida e nossas palavras que pertencemos ao Reino de Jesus.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para nós, hoje?
Nosso coração medita:
Como é nosso  seguimento de Jesus Cristo?

Meditando
O bispos, em Aparecida, disseram: No Evangelho aprendemos a sublime lição de ser pobres seguindo a Jesus pobre (cf. Lc 6,20; 9,58), e a de anunciar o Evangelho da paz sem bolsa ou alforje, sem colocar nossa confiança no dinheiro nem no poder deste mundo (cf. Lc 10,4 ss). Na generosidade dos missionários se manifesta a generosidade de Deus, na gratuidade dos apóstolos aparece a gratuidade do Evangelho.” (DAp 31).
E nos perguntamos:
Levamos o Reino para outras pessoas comunicando a elas do amor e misericórdia de Deus?

3.Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Nosso coração se encontra com o coração de Deus e rezamos:

Senhor, Deus da vida e do amor,
enviastes o vosso Filho
para nos libertar das forças da morte
e conduzir-nos no caminho da esperança.
Movei-nos pelo dom do vosso Espírito!
Fazei-nos discípulos,
comprometidos com o anúncio do Evangelho.
Fazei-nos missionários,
caminhando ao encontro de nossos irmãos e irmãs,
acolhendo a todos, sobretudo os jovens,
os afastados, os pobres, os excluídos.
Virgem Mãe Aparecida,
Intercedei junto ao vosso Filho,
para que sejamos fiéis ao nosso compromisso
de discípulos missionários . Amém!


4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso coração se põe a contemplar e
Nosso novo olhar é  O olhar cristão sobre o ser humano permite perceber seu valor que transcende todo o universo: Deus nos mostrou de modo insuperável como ama cada homem, e com isso confere a ele uma dignidade infinita”(DAp 388).

Bênção
Nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de são Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém

 Irmã Patrícia Silva, fsp

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Mt 10,16-23 – Discípulo e missionário

LEITURA ORANTE
imagem:www.freepik.com

Estamos  aqui 
pensando no poder  e no amor de Deus e , 
então, iniciamos
rezando:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, 
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por isso
lemos atentamente o texto: Mt 10,16-23, e observamos as recomendações de Jesus.

- Escutem! Eu estou mandando vocês como ovelhas para o meio de lobos. Sejam espertos como as cobras e sem maldade como as pombas. Tenham cuidado, pois vocês serão presos, e levados ao tribunal, e serão chicoteados nas sinagogas. Por serem meus seguidores, vocês serão levados aos governadores e reis para serem julgados e falarão a eles e aos não-judeus sobre o evangelho. Quando levarem vocês para serem julgados, não fiquem preocupados com o que deverão dizer ou como irão falar. Quando chegar o momento, Deus dará a vocês o que devem falar. Porque as palavras que disserem não serão de vocês mesmos, mas virão do Espírito do Pai de vocês, que fala por meio de vocês.
- Muitos entregarão os seus próprios irmãos para serem mortos, e os pais entregarão os filhos. Os filhos ficarão contra os pais e os matarão. Todos odiarão vocês por serem meus seguidores. Mas quem ficar firme até o fim será salvo. Quando vocês forem perseguidos numa cidade, fujam para outra. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: vocês não acabarão o seu trabalho em todas as cidades de Israel antes que venha o Filho do Homem.

Refletindo
Cada cristão, por ser seguidor de Jesus Cristo, é enviado para ser discípulo e missionário de Jesus Cristo. Pois:
Foi criado para ser discípulo e missionário (Ef 2,10).
Foi salvo para ser discípulo e missionário (2Tm 1,9).
Foi. chamado para ser discípulo e missionário (1Pd 2,10).
Foi autorizado para ser discípulo e missionário (Mt 20,26-28).
Foi. preparado para ser discípulo e missionário (Ef 4,11-12).
É necessário  ser discípulo e missionário (1Cor 12,27).
Enfrentará desafios e por isto Jesus o exorta à perseverança. E garante-lhe que não será deixado sem apoio, mas o próprio Espírito de Deus estará com ele.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Nosso coração medita
Também nós somos chamadas a ser pessoas discípulas e missionárias. Ao nos examinar, verificamos se assumimos, como afirmam os bispos latino-americanos, “O amor de misericórdia para com todos os que veem vulnerada sua vida em qualquer de suas dimensões, como bem nos mostra o Senhor em todos seus gestos de misericórdia, requer que socorramos as necessidades urgentes, ao mesmo tempo que colaboremos com outros organismos ou instituições para organizar estruturas mais justas nos âmbitos nacionais e internacionais.” (DA 384).

3.Oração (Vida)
O que o texto nos  leva a dizer a Deus?
Nosso coração se encontra com o coração de Deus e
Rezamos, com o bem-aventurado Alberione:

Jesus Mestre,
que eu ame com o teu Coração...
Que eu veja sempre com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça somente com teus ouvidos.
Que eu saboreie aquilo que tu gostas.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés sigam os teus passos.

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso coração se põe a contemplar e nosso novo olhar é
de discípulo e missionário de Jesus Cristo, olhar que se revela em atitudes concretas. Como dizia Santo Alberto Hurtado: “Em nossas obras, nosso povo sabe que compreendemos sua dor”.

Bênção

Para vivermos tudo isto, nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de são Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém


Ir. Patricia Silva, fsp

quinta-feira, 11 de julho de 2024

Mt 10,7-15 - Atitude necessária para a missão "em saída"

imagem:www.freepik.com

Estamos  aqui 
pelo poder, graça  e no amor de Deus e, assim, 
nos preparamos
rezando:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, 
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por isso
lemos, atentamente, o Evangelho em Mt 10,7-15

Vão e anunciem isto: "O Reino do Céu está perto." Curem os leprosos e outros doentes, ressuscitem os mortos e expulsem os demônios. Vocês receberam sem pagar; portanto, deem sem cobrar. Não levem guardados no cinto nem ouro, nem prata, nem moedas de cobre. Nesta viagem não levem sacola, nem uma túnica a mais, nem sandálias, nem bengala para se apoiar, pois o trabalhador tem o direito de receber o que precisa para viver.
- Quando entrarem numa cidade ou povoado, procurem alguém que queira recebê-los e fiquem hospedados na casa dessa pessoa até irem embora daquele lugar. Quando entrarem numa casa, digam: "Que a paz esteja nesta casa!" Se as pessoas daquela casa receberem vocês bem, que a saudação de paz fique com elas. Mas, se não os receberem bem, retirem a saudação. E, se em alguma casa ou cidade as pessoas não quiserem recebê-los, nem ouvi-los, saiam daquele lugar. E na saída sacudam o pó das suas sandálias, como sinal de protesto contra aquela gente. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: no Dia do Juízo, Deus terá mais pena das cidades de Sodoma e de Gomorra do que daquela cidade.

Refletindo
O anúncio proposto por Jesus é simples: "O reino do céu está perto". As ações são claras: curar, ressuscitar, expulsar o mal. As atitudes são de gratuidade e pobreza. Levar mais de uma túnica era considerado um luxo. Jesus diz aos apóstolos que não devem acumular dinheiro. Basta-lhes o suficiente para viver. Importante para eles era confiar em Deus que os enviava em missão. A saudação devia ser de paz. Um detalhe: não se preocupar se alguma cidade ou algumas pessoas não os acolhessem. A rejeição era prevista.  O próprio Jesus foi rejeitado e, muitas vezes. Recordamos quando ele estava na sinagoga de Nazaré, sua cidade, onde "todos o aprovavam, admirados com sua Palavra". Ali mesmo começaram a questionar: "Não é ele o filho de José, o carpinteiro?" Ao duvidar, os ouvintes começaram a se indignar contra ele e o expulsaram. (Cf Lc 4,16-30). A incredulidade provoca a rejeição.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Para compreender a identidade de Jesus Cristo, temos  que ter o coração humilde. Nosso coração medita.
Vamos ver o que diz o Papa Francisco sobre este texto do Evangelho: "Um cristão não pode ficar parado", a vida cristã é "abrir caminho, sempre", recorda o Papa comentando as palavras de Jesus no Evangelho: "No vosso caminho, pro­clamai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. Cu­rai doentes, ressuscitai mortos, puri­ficai leprosos, expulsai demônios”. Esta é, portanto, a missão e se trata de uma "vida de serviço".

3.Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Nosso coração se encontra com o coração de Deus e
rezamos:
Jesus, Mestre:
que eu pense com a tua inteligência, 
com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração.
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua.
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas.
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso coração se põe a contemplar e
Nosso novo olhar aponta para assumir a atitude da Igreja em saída: ser uma Igreja que serve, uma "vida a serviço" dos irmãos.

Bênção
Nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de são Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém

Irmã Patrícia Silva, fsp


quarta-feira, 10 de julho de 2024

Mt 10,1-7 – Jesus chama e envia os apóstolos

LEITURA ORANTE

                                                        imagem:www.freepik.com

Estamos  aqui 
pensando no poder  e no amor de Deus e , então, nos preparamos

 rezando:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, Espírito Santo,
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por isso
Lemos, atentamente, o texto: Mt 10,1-7, e observamos as pessoas que Jesus chama e o que lhes recomenda.

Jesus chamou os seus doze discípulos e lhes deu autoridade para expulsar espíritos maus e curar todas as enfermidades e doenças graves. São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e o seu irmão André; Tiago e o seu irmão João, filhos de Zebedeu; Filipe, Bartolomeu, Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu; Tadeu e Simão, o nacionalista; e Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Jesus enviou esses doze homens, dando-lhes a seguinte ordem: 
- Não vão aos lugares onde vivem os não-judeus, nem entrem nas cidades dos samaritanos. Pelo contrário, procurem as ovelhas perdidas do povo de Israel. Vão e anunciem isto: "O Reino do Céu está perto."

Refletindo
Jesus chamou  os mais disponíveis. Chamou simples pescadores – Pedro, André, Tiago, João. Chamou o cobrador de impostos. Chamou gente simples. Não significa que discriminou. Apenas, significa que o coração mais simples está livre de muitas preocupações. E os chamados recebem o mesmo poder de Jesus: anunciar o Reino, expulsar os espíritos maus e curar todas as doenças, uma missão de libertar as pessoas de todos os males. Rejeitar os chamados, os apóstolos é rejeitar a salvação.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Nosso coração medita
Somos livres para seguir Jesus? Pelo batismo todo cristão é chamado a seguir Jesus de acordo com seu estado de vida. 

Meditando

Os bispos, em Aparecida, falam deste chamado:
“A admiração pela pessoa de Jesus, seu chamado e seu olhar de amor despertam uma resposta consciente e livre desde o mais íntimo do coração do discípulo, uma adesão de toda sua pessoa ao saber que Cristo o chama por seu nome (cf. Jo 10,3). É um “sim” que compromete radicalmente a liberdade do discípulo a se entregar a Jesus, Caminho, Verdade e Vida (cf. Jo 14,6). É uma resposta de amor a quem o amou primeiro “até o extremo” (cf. Jo 13,1). A resposta do discípulo amadurece neste amor de Jesus: “Te seguirei por onde quer que vás” (Lc 9,57). (DAp 136).

3.Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Nosso coração se encontra com o coração de Deus

Senhor Jesus, eu creio que estou na tua presença
e te adoro profundamente.
Ilumina a minha inteligência e fortifica a minha vontade,
de modo que a minha vida seja, aos poucos,
transformada pelo encontro contigo.
Liberta-me de tantas coisas que me oprimem,
ensina-me a evitar a dispersão
em muitos interesses superficiais;
ajuda-me na busca contínua da tua vontade.
Espírito Santo, cria em mim um coração novo,
capaz de amar todas as pessoas.
Que a minha oração seja sustentada
pela intercessão de Maria, Mãe da Igreja
e modelo de disponibilidade à voz de Deus.
Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)

Nosso coração se põe a contemplar e
Nosso novo olhar é de atenção aos vários chamados de Jesus.

Bênção do Apóstolo Paulo
Nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de são Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém

Irmã Patrícia Silva, fsp



terça-feira, 9 de julho de 2024

Mt 9,32-38 - Jesus andava por todas as cidades e povoados

LEITURA ORANTE
imagem:www.freepik.com


Estamos  aqui 
pensando no poder  e no amor de Deus e , então, nos preparamos
rezando:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, 
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Nosso coração busca os sinais de Deus. Por isso...
Vejamos 
Vejamos o que Deus quer nos dizer no texto Mt 9,32-38 e observemos as  reações das pessoas próximas a Jesus.

Quando eles foram embora, algumas pessoas levaram a Jesus um homem que não podia falar porque estava dominado por um demônio. Logo que o demônio foi expulso, o homem começou a falar. Todos ficaram admirados e afirmavam:
- Nunca vimos em Israel uma coisa assim!
Mas os fariseus diziam:
- O chefe dos demônios é quem dá a esse homem poder para expulsar demônios.
Jesus andava visitando todas as cidades e povoados. Ele ensinava nas sinagogas, anunciava a boa notícia sobre o Reino e curava todo tipo de enfermidades e doenças graves das pessoas. Quando Jesus viu a multidão, ficou com muita pena daquela gente porque eles estavam aflitos e abandonados, como ovelhas sem pastor. Então disse aos discípulos:
- A colheita é grande mesmo, mas os trabalhadores são poucos. Peçam ao dono da plantação que mande mais trabalhadores para fazerem a colheita.

Pensemos
A ação libertadora de Jesus provocava reações e interpretações contraditórias nas pessoas. Uns admiravam. Outros, os fariseus, diziam que era pelo chefe dos demônios que Jesus libertava as pessoas. Os primeiros eram livres, coração aberto para acolher a salvação. Os que se consideravam entendidos, de certa forma eram blindados. Não deixavam a Palavra entrar no seu coração e, para se justificar, acusavam Jesus. O texto apresenta também um sentimento de Jesus: ele "ficou com muita pena daquela gente porque eles estavam aflitos e abandonados" E recomenda que se peçam mais pastores.


2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para nós hoje? Com qual categoria nos identificamos? Identificamo-nos com os simples, desarmados, que acolhiam com reconhecimento e gratidão a ação de Deus, ou nos blindamos para não acolher nem a graça, nem a Pessoa de Jesus?  
Nosso coração medita no que disseram
os Bispos da América Latina: "a vida no Espírito não nos coloca em uma intimidade cômoda e fechada, mas sim nos torna pessoas generosas e criativas, felizes no anúncio e no serviço. Torna-nos comprometidos com os sinais da realidade e capazes de encontrar um profundo significado a tudo o que nos toca fazer pela Igreja e pelo mundo." (DAp 85).

3. Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Nosso coração se encontra com o coração de Deus.

Rezamos,  pedindo ao Espírito Santo, um coração bom
e também, mais pastores para o rebanho de Jesus:
Espírito Santo,
necessito de ti para conhecer a estrada sobre a qual caminhar.
Necessito de ti para que o meu coração seja aberto,
acolhedor à tua graça.
E então, para além das palavras e conceitos que ouço,
poderei perceber a tua presença.
Ó Espírito Santo, que vives na Igreja,
que vives dentro de nós,
modela em nós a figura e a forma de Jesus.
Ó Jesus, Pastor Eterno,
envia operários para a tua messe!

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso coração se põe a contemplar e o
novo olhar é de abertura ao Espírito de Deus.

Bênção

Bênção do Apóstolo Paulo
Nós precisamos da bênção de Deus. Pedimos a ajuda de São Paulo que nos diz:
- O Deus da paz vos santifique completamente
- Vos conserve íntegros em espírito, alma e corpo,
 e irrepreensíveis para quando vier o Senhor Jesus Cristo.
-  A graça do Senhor Jesus Cristo esteja convosco.  (1Ts 5,23ss).
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém

Irmã Patrícia Silva, fsp