quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Mc 1,40-45 - Jesus curou um leproso

 A nós, unidos pela rede da internet,
a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo! 

 Preparamo-nos para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre,
sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)


1.Leitura ( Verdade)
- O que a Palavra diz?
Lemos atentamente, o texto de hoje: Mc 1,40-45.

Um leproso chegou perto de Jesus, ajoelhou-se e disse:
- Senhor, eu sei que o senhor pode me curar se quiser.
Jesus ficou com muita pena dele, tocou nele e disse:
- Sim! Eu quero. Você está curado.
No mesmo instante a lepra desapareceu, e ele ficou curado.
E Jesus ordenou duramente:
- Olhe! Não conte isso para ninguém, mas vá pedir ao sacerdote que examine você. Depois, a fim de provar para todos que você está curado, vá oferecer o sacrifício que Moisés ordenou.
Então Jesus o mandou embora. Mas o homem começou a falar muito e espalhou a notícia. Por isso Jesus não podia mais entrar abertamente em qualquer cidade, mas ficava fora, em lugares desertos. E gente de toda parte vinha procurá-lo.

Refletindo
Este texto é a primeira cura narrada no Evangelho de Marcos. A lepra, na Bíblia, é símbolo de exclusão, o que é um pecado. O leproso não podia se apresentar em público, nem conviver com pessoas sadias, pelo perigo de contágio. Assim, o pecado afastava, isolava e tornava a pessoa intocável. Por isso, são Paulo afirma que, com o pecado, entrou no mundo a morte (Cf Rm 5,12).
O homem que possuía a lepra chegou perto de Jesus, ajoelhou-se e fez seu pedido de forma interessante:
"Eu sei que o senhor pode me curar se quiser." Jesus sentiu compaixão daquele homem e tocou nele. Jesus toca o intocável. Naquela cultura, quem tocasse um leproso era contaminado. Jesus não se preocupa com o que pensarão dele. Vê a pessoa e não, a sua lepra. Tocou nele. E no mesmo instante, o homem ficou curado.

2. Meditação (Caminho)

- O que a Palavra diz para nós?

Meditando
Se queremos ser perdoados, purificados de nossos pecados, comecemos reconhecendo quem é Jesus: Deus feito homem. Depois, façamos como o leproso, peçamos para ele nos purificar, "se ele quiser". Este dado é importante: "se ele quiser". Deus sabe o que é melhor, o que nós nem sempre sabemos.
Depois, peçamos a Jesus que toque em você nós.

"Bento XVI, no início de seu Pontificado, fazendo eco a seu predecessor, São João Paulo II, proclama para toda a América Latina: Não temam! Abram, abram de par em par as portas a Cristo!... quem deixa Cristo entrar não perde nada, nada – absolutamente nada – do que faz a vida livre, bela e grande. Não! Só com esta amizade abrem-se as portas da vida. Só com esta amizade abrem-se realmente as grandes potencialidades da condição humana. Só com esta amizade experimentamos o que é belo e o que nos liberta... Não tenham medo de Cristo! Ele não tira nada e nos dá tudo. Quem se dá a Ele, recebe cem por um. Sim, abram, abram de par em par as portas a Cristo e encontrarão a verdadeira vida" (DAp 15)

3. Oração (Vida)

- O que a Palavra nos leva a dizer a Deus?
Rezemos esta bela oração de Charles de Foucauld, colocando-nos nas mãos de Deus.
Oração do Abandono
Meu Pai,
Eu me abandono a ti, faze de mim o que quiseres.
O que fizeres de mim, eu te agradeço.
Estou pronto para tudo, aceito tudo.
Desde que a tua vontade se faça em mim e em tudo o que tu criastes,
Nada mais quero, meu Deus. Nas tuas mãos entrego a minha vida.
Eu te dou esta vida, meu Deus, Com todo o amor do meu coração,
Porque te amo e é para mim uma necessidade de amor dar-me,
Entregar-me nas tuas mãos sem medida
Com uma confiança infinita porque tu és Meu Pai!

4. Contemplação (Vida)

- Qual o nosso novo olhar a partir da Palavra?
Procuraremos em cada momento do dia de hoje deixar-nos "tocar" pelo Senhor. Queremos vencer aquele limite que temos e que só nós sabemos.
Queremos estar livres de julgar, condenar, não perdoar, discriminar. Afastaremos qualquer preconceito em relação às pessoas diferentes. Elas também são amadas por Deus.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


I. Patrícia Silva, fsp