quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Lc 9,22-25 -- A causa de Jesus: escolhe a vida


Iniciando este momento tão especial do nosso dia,
sigamos a sugestão do místico Peregrino Russo:

Senta-te em silêncio e na solidão.
Inclina a cabeça. Fecha os olhos.
Respira suavemente, e olha
através da imaginação,
para dentro do teu coração.
Repete, respirando:
“Senhor Jesus Cristo, tem piedade de mim".

E ouçamos o que ele, o Senhor nos responde:



Colocamos nosso coração no coração de Jesus e coração dele no nosso. Como diz o papa Francisco na sua mensagem para esta Quaresma: “Um diálogo coração a coração, de amigo a amigo. Por isso mesmo, é tão importante a oração no tempo quaresmal. Antes de ser um dever, a oração expressa a necessidade de corresponder ao amor de Deus, que sempre nos precede e sustenta.”

Passo a passo, a caminho com Jesus, continuamos esta caminhada para a Páscoa da Ressurreição, nesta quinta-feira de cinzas, rezando com todos que formam conosco esta comunidade eclesial missionária:


Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.
Que me vês e escutas as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.
Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Foste tão ofendido por mim:
eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças
que sabes serem necessárias para mim.

Preparamo-nos, agora, para ouvir e acolher o que Deus tem a nos dizer neste momento. Diante da Palavra iluminada, abrimos o coração para acolher o que Deus tem a nos propor. Começando com Deuteronomio 30, 15-20: Dt 30, 15-20)
Diante de ti ponho a vida e  ponho a morte,  a felicidade e a desgraça. Tens que saber escolher. Se escolhes matar também morrerás, se deixas viver também viverás. Então vive e deixa viver, amando o seu Deus porque ele é a sua vida.


Em prol da vida, Pe. Zezinho, scj


1.Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz? Vamos ler agora atentamente  o Evangelho de hoje: Lc 9,22-25.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 22 “O Filho do homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia”. 23 Depois Jesus disse a todos: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me. 24 Pois quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, esse a salvará. 25 Com efeito, de que adianta a um homem ganhar o mundo inteiro se se perde e se destrói a si mesmo?” 

Refletindo
 Aquele que quiser seguir a Jesus, participar de sua vida e de sua missão, deverá percorrer o mesmo caminho dele, passo a passo com ele. E ainda, renunciar ao poder, ao reino de um messias glorioso e vencedor. A causa é dele, que afirma: quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira. Jesus fala aos discípulos que vai sofrer, ser rejeitado, morto e ao terceiro dia ressuscitar.
Jo 8,12 - Jesus continuou dizendo: «Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas possuirá a luz da vida.»
Diante do convite de Jesus, as pessoas podem aceitar  segui-lo renunciando a tudo, a todas as coisas. Ou são livres de fazer outra escolha. 
Aqueles que aceitaram o convite, renunciaram ao que tinham e seguiram Jesus: Pedro, João, Tiago, André, Mateus, Zaqueu, e tantos outros. Deles Jesus afirma:   Minhas ovelhas ouvem a minha voz, eu as conheço, e elas me seguem.(Jo 10, 27).
Entre tantos, houve alguém que ouviu a proposta de Jesus e se recusou a segui-lo. Foi um jovem muito rico.

 Ao convite, ele respondeu que  conhecia e obedecia aos mandamentos de Deus desde novo. Jesus sentiu tanto amor pelo jovem que lhe contou o que faltava para ele ser salvo: deveria vender tudo que tinha e dar o dinheiro aos pobres. Depois, deveria ir com Ele, seguir Jesus. Ouvindo isso, o jovem foi embora triste, porque tinha muitas riquezas e não queria ficar sem elas (Marcos 10,21-22).


Uma questão de valores e de opção. Hoje, muita gente se perde e perde chances de encontrar a verdadeira vida, porque tem uma escala de valores falsos dos quais não abre mão, e lhe falta um foco, uma luz, um grande amor: Jesus Cristo, não é?


2. Meditação (Caminho
- O que a Palavra diz para mim?
O texto diz que Jesus disse a todos: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia e siga-me". Também você, eu, nós podemos seguir Jesus.Este seguimento  requer renúncia, busca de justiça e doação da vida por uma boa causa. Podemos afirmar, a melhor causa. 

O discípulo renuncia a si mesmo. Mas, o que isso quer dizer? Renunciar quer  dizer deixar de ser o centro para ser discípulo "em saída" para  servir, dar a vida, amar de verdade
Seguir Jesus é "tomar a cruz" do dia-a-dia com fé e seguir o caminho com Jesus, passo a passo.
Meditando
Os bispos, em Aparecida, lembraram muito bem: "Como discípulos de Jesus reconhecemos que Ele é o primeiro e maior evangelizador enviado por Deus (cf. Lc 4,44) e ao mesmo tempo o Evangelho de Deus (cf. Rm 1,3). Cremos e anunciamos “a boa nova de Jesus, Messias, Filho de Deus” (Mc 1,1). Como filhos obedientes à voz do Pai, queremos escutar a Jesus (cf. Lc 9,35) porque Ele é o único Mestre (cf. Mt 23,8). Como seus discípulos, sabemos que suas palavras são Espírito e Vida (cf. Jo 6,63.68). Com a alegria da fé, somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, nele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação."(DAp 103).




3. Oração (Vida)
 - O que a Palavra me leva a dizer a Deus?

ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2020


Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver,
criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo
como um jardim a ser cultivado com amor.

Dai-nos um coração acolhedor para assumir
a vida como dom e compromisso.

Abri nossos olhos para ver
as necessidades dos nossos irmãos e irmãs,
sobretudo dos mais pobres e marginalizados.

Ensinai-nos a sentir verdadeira compaixão
expressa no cuidado fraterno,
próprio de quem reconhece no próximo
o rosto do vosso Filho.

Inspirai-nos palavras e ações para sermos
construtores de uma nova sociedade,
reconciliada no amor.

Dai-nos a graça de vivermos
em comunidades eclesiais missionárias,
que, compadecidas,
vejam, se aproximem e cuidem
daqueles que sofrem,
a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida,
e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.

Por Jesus, o Filho amado,
no Espírito, Senhor que dá a vida.

Amém!




4. Contemplação/ Missão (Vida)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou deixar de lado toda vaidade e reconhecimento humano e ajudar alguém que sofre a carregar a sua cruz e deixar Jesus ser o centro da minha vida.
Esta causa é de Jesus e minha também.


5. Ação
"Com a alegria da fé, somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, nele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação."(DAp 103). 
Anotemos as palavras que mais nos tocaram e o compromisso que assumimos para nosso passo a passo com Jesus. Para sermos fieis recebamos a benção do nosso Arcebispo e com ele rezemos o Angelus.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 

- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 

- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 

- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


 Carregar a cruz passo a passo com Jesus é uma questão de amor. E São Paulo entende disto. Recordemos o que ele disse:


Hino ao amor - Pe. Zezinho, scj