sexta-feira, 27 de março de 2020

Jo 7,1-2.10.25-30 - " Vocês me conhecem e sabem de onde eu sou?"


Cruzes do Haiti

Preparo-me para a Leitura Orante,
rezando com todos os
que navegam pela rede da internet
e com toda a Igreja:


-Vinde, ó Deus em meu auxílio. 


-Socorrei-me sem demora. 

- Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 

- Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Hino 
Ó Cristo, sol de justiça,
brilhai nas trevas da mente.
Com força e luz, reparai
a criação novamente.
 Dai-nos, no tempo aceitável,
um coração penitente,
que se converta e acolha
o vosso amor paciente.
 A penitência transforme
tudo o que em nós há de mal.
É bem maior que o pecado
o vosso dom sem igual.
 Um dia vem, vosso dia,
e tudo então refloresce.
Nós, renascidos na graça,
exultaremos em prece.
A vós, Trindade clemente,
com toda a terra adoramos,
e no perdão renovados 
um canto novo cantamos.


1. Leitura (Verdade) 
- O que a Palavra diz?
Rezamos ou cantamos: "Ó Luz do Senhor, que vem sobre a terra, inunda meu ser, permanece em nós!" (repetir).
De início, lemos o Evangelho do dia em Jo 7,1-2.10.25-30

1 Depois disso, Jesus começou a andar pela Galileia. Ele evitava andar pela Judeia, porque os judeus queriam matá-lo. 2 Entretanto, a festa judaica das Tendas estava próxima. 
10 Depois que seus irmãos foram para a festa, Jesus também foi; ele não foi publicamente, mas às escondidas. 
25 Algumas pessoas de Jerusalém comentavam: «Não é este que estão procurando para matar? 26 Ele está aí falando em público, e ninguém diz nada! Será que até as autoridades reconheceram que ele é o Messias? 27 Entretanto, nós sabemos de onde vem esse Jesus, mas, quando chegar o Messias, ninguém saberá de onde ele vem.» 28 Jesus estava ensinando no Templo. Então ele gritou: «Será que de fato vocês me conhecem e sabem de onde eu sou? Eu não vim por mim mesmo. Quem me enviou é verdadeiro, e vocês não o conhecem. 29 Mas eu o conheço, porque venho de junto dele, e foi ele quem me enviou.»
30 Então tentaram prender Jesus. Mas ninguém pôs a mão em cima dele, porque a hora dele ainda não tinha chegado.
Refletindo
 Jesus está no Templo e é a primeira vez que, segundo João, ele ensina. É um ensinamento novo, diferente. E pergunta se o conhecem mesmo. Se sabem de onde ele é. Jesus lhes fala daquele que o enviou. A Boa-Notícia de Jesus causava impacto no povo pois comunicava "um novo ensinamento! Dado com autoridade! "Ele ensina como quem tem autoridade e não como os escribas e dos fariseus" (Mc 1,22). Qual a diferença? Os escribas, quando ensinavam, diziam as sentenças das autoridades da época. Jesus nunca citava doutores, mas ensinava com autoridade, ou seja, sua palavra, Palavra do Pai, que lhe vinha do coração para o coração do povo. Contra esta postura de Jesus, irritadas, as autoridades queriam prendê-lo


2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para nós?
Acolhemos o ensinamento novo de Jesus ou preferimos permanecer nos nossos tradicionais conceitos? Podemos admitir que pouco nos interessamos por conhecer melhor Jesus e aceitar a sua proposta? Ou preferimos deixar como está? Dizemos a Palavra ou apenas palavras de grandes pensadores?
Meditando
Os bispos, em Aparecida, disseram: "O Espírito Santo, com o qual o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus-Caminho, abrindo-nos a seu mistério de salvação para que sejamos seus filhos e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade, ensinando-nos a renunciar a nossas mentiras e ambições pessoais, e nos identifica com Jesus-Vida, permitindo-nos abraçar seu plano de amor e nos entregar para que outros “tenham vida n’Ele”."(DAp 137).


 3. Oração (Vida)
- O que a Palavra nos leva a dizer a Deus?
Rezamos com toda Igreja, a


ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2020

Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver,
criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo
como um jardim a ser cultivado com amor.
Dai-nos um coração acolhedor para assumir
a vida como dom e compromisso.
Abri nossos olhos para ver
as necessidades dos nossos irmãos e irmãs,
sobretudo dos mais pobres e marginalizados.
Ensinai-nos a sentir verdadeira compaixão
expressa no cuidado fraterno,
próprio de quem reconhece no próximo
o rosto do vosso Filho.
Inspirai-nos palavras e ações para sermos
construtores de uma nova sociedade,
reconciliada no amor.
Dai-nos a graça de vivermos
em comunidades eclesiais missionárias,
que, compadecidas,
vejam, se aproximem e cuidem
daqueles que sofrem,
a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida,
e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.
Por Jesus, o Filho amado,
no Espírito, Senhor que dá a vida.

Amém!
 4. Contemplação (Vida/ Missão)
- Qual o nosso novo olhar a partir da Palavra?
Queremos hoje viver com o olhar de Jesus e descobrir, a cada instante, a sua proposta nova para cada situação.

Recebamos, agora, a bênção do nosso Cardeal Sérgio da Rocha.

Bênção   DO CARDEAL SÉRGIO DA ROCHA (com BG)- 

Senhor, nosso Deus, concedei-nos nesta quaresma a graça da conversão e da reconciliação por meio da oração, da penitencia e da caridade. Dai-nos a graça de aprender convosco a  ser livres para amar, acolhendo a vida como dom e compromisso, valorizando e defendendo a vida, especialmente onde ela se encontra mais fragilizada e sofrida. Isto vos pedimos, em nome do Pai, e do Filho e do Espirito Santo. Amém.


Música 5 - Hino ao amor - Pe. Zezinho, scj