segunda-feira, 29 de maio de 2017

Jo 16,29-33 - Tenham coragem!



Estamos na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 
Semana de Oração  2017:
TEMA: "Reconciliação: é o amor de Cristo que nos move."


Preparo-me para a Leitura Orante fazendo com todos os internautas a oração:

Para pedir o Espírito Santo
Coordenador : Espírito Santo, Dom do Pai no seu Filho Jesus Cristo, permanece em nós, abre nossos
corações e torna-nos atentos a tua voz.
Assembleia : Espírito Santo, vem sobre nós.
C : Espírito Santo, Divino Amor, fonte de unidade e de santidade, mostra-nos o amor do Pai.
A : Espírito Santo, vem sobre nós.
C : Espírito Santo, Fogo de Amor, purifica-nos fazendo desaparecer toda divisão dos nossos corações, de nossas comunidades e do mundo, para que sejamos um em nome de Jesus.
A : Espírito Santo, vem sobre nós.
C : Espírito Santo, fortalece nossa fé em Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, Ele que carregou nossos pecados de divisões até a cruz e nos conduziu à comunhão por sua Ressurreição.
A : Espírito Santo, vem sobre nós.
C : Pai, Filho e Espírito Santo, permanecei em nós para nos transformar em comunhão de amor e de santidade. Que sejamos um em Vós, que viveis e reinais nos séculos dos séculos.
A : Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 16,29-33, e observo os discípulos dialogando com Jesus.
Então os seus discípulos disseram:
- Agora, sim, o senhor está falando claramente e não por meio de comparações. Sabemos agora que o senhor conhece tudo e não precisa que ninguém lhe faça perguntas. Por isso nós cremos que o Senhor veio de Deus.
E Jesus respondeu:
- Então agora vocês creem? Pois chegou a hora de vocês todos serem espalhados, cada um para a sua casa; e assim vão me deixar sozinho. Mas eu não estou só, pois o Pai está comigo. Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo.
Refletindo
Os ensinamentos de Jesus estão sendo assimilados aos poucos pelos discípulos. O Mestre sabe que, apesar disso, os seus mais próximos seguidores, se dispersarão, o abandonarão na hora mais decisiva de sua vida, a sua Paixão. Os discípulos entendem intelectualmente, mas na hora de demonstrar isto, na prática, abandonam Jesus. Mas, Ele, prevendo esta fraqueza, os anima, dizendo-lhes que mesmo na deserção dos amigos, Deus não o abandonará: “O Pai está comigo”. E adianta-lhes: “vocês vão sofrer, mas tenham coragem. Eu venci o mundo”.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Às vezes, também eu entendo a proposta de Jesus, sei quais são os caminhos de Deus, mas não os consigo viver no dia a dia. Quero renovar a fé de que “o Pai está comigo” e, ciente de que Jesus venceu, eu também terei a vitória sobre qualquer mal. 
Meditando
Penso também, com os bispos na Conferência de Aparecida, na unidade dos cristãos: Os discípulos de Jesus são chamados a viver em comunhão com o Pai (1 Jo 1,30 e com seu Filho morto e ressuscitado, na “comunhão no Espírito Santo” (1 Cor 13,13). O mistério da Trindade é a fonte, o modelo e a meta do mistério da Igreja: “um povo reunido pela unidade do Pai do Filho e do Espírito”, chamado em Cristo “como sacramento ou sinal e instrumento da íntima união com Deus e da unidade de todo o gênero humano”. A comunhão dos fiéis e das Igrejas locais do Povo de Deus se sustenta na comunhão com a Trindade.” (DAp 155).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, e concluo com a Oração de esperança
C : Como filhos de Deus, conscientes da nossa dignidade e da nossa missão, façamos subir nossas orações, confirmando nosso desejo de ser para Deus um povo santo.
C : Pai amadíssimo, transforma nossos corações, nossas famílias, nossas comunidades e
nossa sociedade.
A : Tornai-nos todos santos e um em Cristo.
C : Fonte de vida, sacia a sede da qual sofre nossa sociedade : sede de dignidade, de amor, de comunhão e de santidade.
A : Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C : Espírito Santo, Espírito de alegria e de paz, cura as divisões que um mal uso do poder e do dinheiro gera em nós, e reconcilia-nos nas nossas diversidades de culturas e de línguas. Como filhos de Deus, realiza a nossa unidade.
A : Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C : Trindade de amor, ajuda-nos a passar das trevas à tua maravilhosa luz.
A : Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C : Senhor Jesus Cristo, pelo batismo, nos tornamos um contigo. Por isso, unimos a nossa oração a tua, retomando as palavras que tu mesmo nos ensinaste:
A : Pai Nosso ...


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar, como o da minha Igreja, é ecumênico: "A compreensão e a prática da eclesiologia de comunhão nos conduz ao diálogo ecumênico. A relação com os irmãos e irmãs batizados de outras Igrejas e comunidades eclesiais é um caminho irrenunciável para o discípulo e missionário, pois a falta de unidade representa um escândalo, um pecado e um atraso do cumprimento do desejo de Cristo: "para que todos sejam um, como tu, Pai,estás em mim e eu em ti. E para que também eles estejam em nós, a fim de que o mundo acredite que tu me enviaste" (Jo 17,21) (DAp 227).

Bênção Ecumênica
Partilha da Paz
C : Jesus disse :
Vós sois o sal da terra.
Vós sois a luz do mundo.
Que a vossa luz brilhe diante dos outros,
a fim de que vendo vossas boas obras, eles glorifiquem o vosso Pai
que está no céu.
Sejam o sal da terra.
Sejam a luz do mundo.
Que a paz do Senhor esteja sempre convosco.
A : E com teu espírito.
C : Demo-nos um sinal de paz.
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
   
Ir. Patrícia Silva, fsp
irpatricias@gmail.com
   

domingo, 28 de maio de 2017

Mt 28,16-20 - Ascensão de Jesus aos céus

Hoje é o dia da Ascensão do Senhor e também o Dia Mundial das Comunicações Sociais.
Veja a Mensagem do papa Francisco para hoje.
Preparo-me para a Leitura Orante,
saudando, com todos os internautas, a Santíssima Trindade, com a oração:


Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Trindade Santíssima
- Pai, Filho, Espírito Santo -
presente e agindo na Igreja e na profundidade do meu ser.
Eu vos adoro, amo e agradeço.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia? 

Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 28,16-20.

Os onze discípulos foram para a Galiléia e chegaram ao monte que Jesus tinha indicado. E, quando viram Jesus, o adoraram; mas alguns tiveram suas dúvidas. Então Jesus chegou perto deles e disse:
- Deus me deu todo o poder no céu e na terra. Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês. E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos.


Refletindo

O evangelista Mateus descreve de maneira magnífica a Ascensão de Jesus. O Mestre e os discípulos vão ao monte, na Galiléia, como se voltassem onde tudo começaram. "Chegaram ao monte". O monte simboliza a ascensão, onde o Mestre lançou seu manifesto inicial, descrito no Sermão da Montanha, em Mateus, capítulos 5 a 7. Foi onde também se transfigurou - Mateus 17. Os onze discípulos representam toda a Igreja de todos os tempos. Eles vêem o Ressuscitado e vão ser suas testemunhas. Jesus afirma sua "plena autoridade" quando diz: "Deus me deu todo o poder no céu e na terra". Assim, envia os discípulos a todos os povos. Não para serem mestres. Mas, para "fazer discípulos" de Jesus, seus seguidores.  Apresenta-lhes também o método de evangelizar: que comecem batizando-os em nome da Santíssima Trindade e despertando a vida de acordo com o ensinamento de Jesus. Termina, garantindo que estará com os que o seguem "todos os dias, até o fim".

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?

Fala da missão de todo cristão. 

Meditando

Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram: "O amadurecimento no seguimento de Cristo e a paixão por anunciá-lo requerem que a Igreja local se renove constantemente em sua vida e ardor missionário. Só assim pode ser, para todos os batizados, casa e escola de comunhão, de participação e solidariedade. Em sua realidade social concreta, o discípulo tem a experiência do encontro com Jesus Cristo vivo, amadurece sua vocação cristã, descobre a riqueza e a graça de ser missionário e anuncia a palavra com alegria." (DAp 167).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Hoje é o 55º Dia Mundial das Comunicações. Leio a mensagem do Papa em http://paulinascomunica.blogspot.com/

e rezo o Ofertório pela Comunicação social



Senhor, ofereço-vos, em comunhão com toda a Igreja,

Jesus na Eucaristia e a mim mesmo, como oferenda permanente e agradável a vós.
- Em reparação pelas mensagens errôneas e comportamentos equívocos, divulgados pelos meios de comunicação.
- Para que regressem à casa do Pai aqueles que se afastaram, seduzidos por esses poderosos instrumentos.
- Pela conversão daqueles que no uso desses instrumentos, desconhecem os ensinamentos de Cristo e da Igreja, e desviam a humanidade  do caminho da salvação.
- Para que todos sigamos o único Mestre, que,  na plenitude do vosso amor, enviastes às pessoas, e que nos apresentastes, dizendo: “Eis o meu Filho amado. Ouvi-o!”
- Para que todos conheçamos e procuremos tornar conhecido Jesus, Palavra encarnada, o único e verdadeiro Mestre, o caminho seguro que nos leva a conhecer o Pai e a participar de sua vida.
- Para que aumentem, na Igreja, os sacerdotes, os consagrados e consagradas, os leigos e leigas que, através dos meios de comunicação anunciem aos homens a mensagem evangélica da salvação.
- Para que os comunicadores e comunicadoras – escritores, técnicos, divulgadores – sejam pessoas evangélicas, capacitadas em sua área de trabalho, e autênticas testemunhas de Cristo no campo da comunicação social.
- Para que as iniciativas católicas nesse setor, cresçam em número e eficácia, de tal modo que, promovendo os valores humanos e cristãos, superem tudo o que se opõe à salvação das pessoas.
- Para que nós, conscientes de nossos limites, nos aproximemos, com humildade e confiança, da fonte da vida, e nos alimentemos com a vossa Palavra e com a Eucaristia.
- Por todas as pessoas, nós vos pedimos, ó Pai, luz, amor e misericórdia.
( Ofertório Paulino)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é voltado para a missão de motivar mais seguidores do Mestre Ressuscitado.

Bênção
A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar,
a bênção do Filho, nascido de Maria,
a bênção do Espírito Santo de amor,
que cuida com carinho,qual mãe cuida da gente,
esteja sobre todos nós. Amém!

Ir. Patricia Silva, fsp
irpatricias@gmail.com

domingo, 21 de maio de 2017

Jo 14, 15-21 - Quem acolhe e observa os meus mandamentos, esse me ama

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando ao Espírito Santo,
com todas pessoas que se encontram na rede da internet:
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre e compreenda o seu Evangelho.
Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade)  

O que o texto diz? leio, na minha Bíblia, Jo 14,15-21.
Se me amais, observareis os meus mandamentos. E eu pedirei ao Pai, e ele vos dará um outro Defensor, que ficará para sempre convosco: o Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não o vê, nem o conhece. Vós o conheceis, porque ele permanece junto de vós e está em vós. Não vos deixarei órfãos: eu voltarei a vós. Ainda um pouco de tempo e o mundo não mais me verá; mas vós me vereis, porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia sabereis que eu estou no meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. Quem acolhe e observa os meus mandamentos, esse me ama. Ora, quem me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.

Refletindo
Jesus fala das condições do amor. Quem observar os mandamentos:
- Jesus vai pedir ao Pai por ele;
- o Pai lhe enviará um Defensor: o Espírito da Verdade
- o amor criará uma profunda comunhão: Jesus está no Pai, os que observam os mandamentos estão em Jesus; Jesus está nos que o seguem.
Acolher e observar os mandamentos de Jesus é demonstrar-lhe amor.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Testemunho este amor na vida concreta, cumprindo os mandamentos que Ele sintetiza em "amar a Deus" e "amar o próximo". Os bispos, na Conferência de Aparecida, afirmaram: 
"Os discípulos de Jesus são chamados a viver em comunhão com o Pai (1 Jo 1,30 e com seu Filho morto e ressuscitado, na “comunhão no Espírito Santo” (1 Cor 13,13). O mistério da Trindade é a fonte, o modelo e a meta do mistério da Igreja: “um povo reunido pela unidade do Pai do Filho e do Espírito”, chamado em Cristo “como sacramento ou sinal e instrumento da íntima união com Deus e da unidade de todo o gênero humano”. A comunhão dos fiéis e das Igrejas locais do Povo de Deus se sustenta na comunhão com a Trindade.." (DAp 155)


3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo, espontaneamente e concluo:
Rezo, a Jesus Mestre Caminho, Verdade e Vida:
Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai a minha fé.
Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
Jesus, caminho de santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus Caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está no céu.
Jesus Vida, vivei em mim para que eu viva em vós.
Jesus Vida, não permitais que eu me separe de vós.
Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus Verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus Caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante das pessoas.
Jesus Vida, que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa alegria.



 4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar me leva a ver e tratar as pessoas com o amor com que eu gostaria de ser tratada/o.


Bênção  
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 



Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Jo 15,9-11 - O verdadeiro amor gera alegria

Com todos os que fazem este caminho, pela web,
damos graças a Deus que nos deu o dom da palavra, 
com a qual podemos nos comunicar entre nós e com Ele 
por meio de seu Filho, que é sua Palavra (cf. Jo 1,1). 
Damos graças a Ele que, por seu grande amor, 
fala a nós como a amigos (cf. Jo 15,14-15).
(DAp 26).

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 15,9-11.
Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês. Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar.  - Eu estou dizendo isso para que a minha alegria esteja em vocês, e a alegria de vocês seja completa.

Refletindo
Neste breve texto Jesus diz quatro  coisas importantíssimas:
1. Faz uma declaração de amor.
2. Faz um convite.
3. Coloca uma condição.
4. Garante algo  que o coração de todos nós  deseja.
Que belíssima declaração de amor faz Jesus a cada um de nós! E nos convida: fiquem unidos a mim pelo amor. Oferece uma condição: obedecer aos seus mandamentos. Garante-nos a sua alegria. E mais: uma alegria completa.

 2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Como discípulo/a devo levar à frente a missão que me dá Jesus Cristo: o amor.  Em que consiste este amor?  Como vivê-lo num mundo em que é muito forte o egoísmo, o individualismo, e que a outra pessoa, muitas vezes é uma ameaça? Devo orientar minha energias para  ir contra a corrente. 

Meditando

Os bispos, na Conferência de Aparecida, Lembraram quais são os mandamentos de Jesus: Para ficar parecido verdadeiramente com o Mestre é necessário assumir a centralidade do Mandamento do amor, que Ele quis chamar seu e novo: “Amem-se uns aos outros, como eu os amei” (Jo 15,12). Este amor, com a medida de Jesus, com total dom de si, além de ser o diferencial de cada cristão, não pode deixar de ser a característica de sua Igreja, comunidade discípula de Cristo, cujo testemunho de caridade fraterna será o primeiro e principal anúncio, “todos reconhecerão que sois meus discípulos” (Jo 13,35). (DAp 138).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com  toda a Igreja “Fica conosco
 “Fica conosco, pois cai a tarde e o dia já se declina” (Lc 24,29).

Fica conosco, Senhor, acompanha-nos ainda que 
nem sempre tenhamos sabido reconhecer-te.

Fica conosco, porque ao redor de nós 
as mais densas sombras vão se fazendo,
 e Tu és a Luz; 
em nossos corações se insinua  a falta de esperança, 
e tu os faz arder com a certeza da Páscoa. 
Estamos cansados do caminho, 
mas tu nos confortas na fração do pão para anunciar a nossos irmãos que 
na verdade tu tens ressuscitado e 
que nos tem dado a missão de ser testemunhas de tua ressurreição.

Fica conosco, Senhor, quando ao redor de nossa fé católica 
surgem as névoas da dúvida, do cansaço ou da dificuldade: 
tu, que és a própria Verdade como revelador do Pai, 
ilumina nossas mentes com tua Palavra; 
ajuda-nos a sentir a beleza de crer em ti.
 Fortalece a todos em sua fé para que sejam 
teus discípulos e missionários!
(DAp 554).

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar, minha vida, para ficar parecido verdadeiramente com o  Mestre é necessário assumir a centralidade do Mandamento do amor”.

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 

- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 

- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.  


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


 


terça-feira, 16 de maio de 2017

Jo 14,27-31a - Onde encontrar a paz?

Inicio minha oração, em sintonia com todos que fazem este momento de oração,
cantando ou rezando:
"Deus não está longe de cada um de nós
Nele vivemos, nos movemos e existimos"
.
(At 17,27b,28)

(CD Palavras Sagradas do Apóstolo Paulo, faixa 6)


1. Leitura (Verdade) 

O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto Jo 14,27-31a e observo as palavras de Jesus.
Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Não é à maneira do mundo que eu a dou. Não se perturbe, nem se atemorize o vosso coração. Ouvistes o que eu vos disse: 'Eu vou, mas voltarei a vós'. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. Disse-vos isso agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, creiais. Já não falarei mais convosco, pois vem o chefe deste mundo. Ele não pode nada contra mim. Mas é preciso que o mundo saiba que eu amo o Pai e faço como o Pai mandou." 
Refletindo
Jesus está se despedindo dos discípulos. Ele oferece a paz e lhes dá ânimo: não é preciso se afligir, nem ter medo. Anuncia a alegria, resultado da vitória. O que Jesus quer que o mundo saiba é que ele ama o Pai e faz o que ele manda. A paz de Jesus é diferente da paz do mundo que é baseada na injustiça. Ao contrário, é baseada na justiça e no amor. A paz que o mundo dá, prescinde de Deus. Não só desconsidera a pessoa, mas a explora e mata. A paz de Jesus tem em vista um mundo mais fraterno.


2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Onde fundamento a minha paz? A minha paz vem de Deus? Os projetos de paz do mundo em que vivo propõem a paz de Jesus? 
Meditando
A paz sempre comunica alegria. E é desta alegria que falaram os bispos em Aparecida:
"Desejamos que a alegria que recebemos no encontro com Jesus Cristo, a quem reconhecemos como o Filho de Deus encarnado e redentor, chegue a todos os homens e mulheres feridos pelas adversidades; desejamos que a alegria da boa nova do Reino de Deus, de Jesus Cristo vencedor do pecado e da morte, chegue a todos quantos jazem à beira do caminho, pedindo esmola e compaixão (cf. Lc 10,29-37; 18,25-43). A alegria do discípulo é antídoto frente a um mundo atemorizado pelo futuro e agoniado pela violência e pelo ódio. A alegria do discípulo não é um sentimento de bem-estar egoísta, mas uma certeza que brota da fé, que serena o coração e capacita para anunciar a boa nova do amor de Deus. Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria." (DAp 29).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, e concluo com a Oração de Dom Pedro Casaldáliga:
Senhor,


Dá-nos a paz que se faz!


Senhor,quando te pedimos paz,
 devolve-nos o pedido, 
que é fácil pedir sem dar... 

Ensina-nos a passar da tolerância ao amor; 

de sermos notas dispersas a sermos uma canção. 
Quando entregamos as armas, 
ajuda-nos a entregar também, abertas, as almas, 
que a paz apenas sem guerra é pouca paz para nós. 
Necessitamos da terra com casa, trabalho e pão,
contigo no coração, com todos os povos, 
juntos, forjando o novo amanhã. 
Dá-nos a paz que se faz! 
Dá-nos a paz que se dá! 
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.


4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
O meu novo olhar é de paz, da paz que vem de Deus, oferecida por Jesus Cristo.


Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


 

domingo, 14 de maio de 2017

Jo 14,1-12 - Um método de espiritualidade: Verdade, Caminho e Vida

                               Preparo-me para este momento de oração, 
                             em união com todos os internautas que passam por aqui.
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que  eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.
Ó Jesus Mestre, Verdade, Caminho e Vida, tem piedade de nós.

1. Leitura (Verdade) 
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 14,1-12, e observo Jesus volta a exortar à fé.
"Não se perturbe o vosso coração! Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fosse assim, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós. E depois que eu tiver ido e preparado um lugar para vós, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais vós também. E para onde eu vou, conheceis o caminho". Tomé disse: "Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?" Jesus respondeu: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se me conhecestes, conhecereis também o meu Pai. Desde já o conheceis e o tendes visto". Filipe disse: "Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta". Jesus respondeu: "Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me conheces? Quem me viu, tem visto o Pai. Como é que tu dizes: 'Mostra-nos o Pai'? Não acreditas que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. Crede-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Crede, ao menos, por causa destas obras. "Em verdade, em verdade, vos digo: quem crê em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai.

Refletindo
Jesus responde a uma pergunta de Tomé: "Como podemos conhecer o caminho?"
Nesta resposta ele responde fazendo uma completa definição de si: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim”. Comentando este texto, o Bem-aventurado Tiago Alberione diz: “Estabelecer-se totalmente em Jesus Mestre Verdade (mente), Caminho (vontade) e Vida (sentimento); até chegar à suprema altura da nossa personalidade: eu que penso em Jesus Cristo, eu que amo em Jesus Cristo, eu que quero em Jesus Cristo; é o Cristo que pensa em mim, que ama em mim, que quer em mim”.
A espiritualidade paulina está fundamentada  em Jesus Mestre Verdade, Caminho e Vida.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Tenho uma espiritualidade? Onde fundamento a minha espiritualidade?  Há tantos métodos bons, baseados na Palavra de Deus. Importante é que tenha um que me leve a viver em Jesus Cristo, ou melhor, que eu deixe Jesus Cristo viver em mim.

Meditando
 Em Aparecida, na V Conferência, os bispos falaram de um método: Olhamos para Jesus, o Mestre que formou pessoalmente a seus apóstolos e discípulos. Cristo nos dá o método: “Venham e vejam” (Jo 1, 39), “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,6). Com Ele podemos desenvolver as potencialidades que estão nas pessoas e formar discípulos missionários. Com perseverante paciência e sabedoria, Jesus convidou a todos para que o seguissem e introduziu aqueles que aceitaram segui-lo no mistério do Reino de Deus. Depois de sua morte e ressurreição, enviou-os a pregar a Boa Nova na força do Espírito. Seu estilo se torna emblemático para os formadores e cobra especial relevância quando pensamos na paciente tarefa formativa que a Igreja deve empreender no novo contexto sócio-cultural da América Latina” (DAp 276). 

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, a Jesus Mestre Caminho, Verdade e Vida:
  • Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai a minha fé.
  • Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis e das trevas eternas.
  • Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
  • Jesus, caminho de santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
  • Jesus Caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está no céu.
  • Jesus Vida, vivei em mim para que eu viva em vós.
  • Jesus Vida, não permitais que eu me separe de vós.
  • Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
  • Jesus Verdade, que eu seja luz para o mundo.
  • Jesus Caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante das pessoas.
  • Jesus Vida, que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa  alegria.
Pe. Tiago Alberione

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é em busca  do seguimento de Jesus Cristo, com este esquema: 1) caminhando sobre as pegadas (adesão da vontade), 
2) escutando a sua doutrina (adesão da inteligência), 
3) vivendo no seu amor e na sua graça ( adesão do sentimento e do espírito).


Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp 
patricia.silva@paulnas.com.br