sábado, 29 de fevereiro de 2020

Lc 5,27-32 - O convite de Jesus: Venha comigo!

Faça conosco este Retiro Passo a passo, a caminho com Jesus, diariamente, 
às 17h30, pela Rádio Nova Aliança - AM 710, FM 103,3 
ou
acessando na internet 
www.novaalianca.org.br

*************

Iniciando este momento tão especial do nosso dia,
seguimos a sugestão do místico Peregrino Russo:

Senta-te em silêncio e na solidão.
Inclina a cabeça. Fecha os olhos.
Respira suavemente, e olha
através da imaginação,
para dentro do teu coração.
Repete, respirando:
“Senhor Jesus Cristo, tem piedade de mim". 
E ouçamos o que ele nos diz:


 Põe teu coração no meu

Põe teu coração no meu e o meu coração no teu
Não tenhas medo de abraçar a cruz
Tens também meu ombro e minha força, eu sou Jesus.
Vem comigo, vem que eu sei, a jornada é longa
E eu direi quais os perigos de me acompanhar
É um Caminho estreito, mas é o feito pra chegar

Segue os passos que eu darei. 
Prende a Tua Cruz na minha
Vai servir meu povo, faça como eu
Ele sofre menos quando encontra um Cirineu

Vai ao povo como irmão, se preciso estende a mão
Não tenhas medo do meu verbo amar
Tem seus contratempos mas o tempo é de ajudar
Teu projeto eu já tracei, vai ao povo que eu te ensinarei
O jeito certo de me anunciar
basta que me peças que eu te ajudo a não errar.

Usa a fé com mais razão, busca mais Sabedoria
Pra chegar ao povo sê um aprendiz

Do que o povo fala e do que a minha Igreja diz.


Colocamos nosso coração no  de Jesus e  o coração dele no nosso. 
Como diz o papa Francisco na sua mensagem para esta Quaresma: “´´E tão importante a oração no tempo quaresmal. Antes de ser um dever, esta expressa a necessidade de corresponder ao amor de Deus, que sempre nos precede e sustenta. É
um diálogo coração a coração, de amigo a amigo. " 
Assim, passo a passo, a caminho com Jesus, iniciamos esta caminhada para a Páscoa da Ressurreição, rezando com todos que formam conosco uma comunidade eclesial missionária:

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Creio, meu Deus, que estou diante de Ti.
Que me vês e escutas as minhas orações.
Tu és tão grande e tão santo: eu te adoro.
Tu me deste tudo: eu te agradeço.
Foste tão ofendido por mim:
eu te peço perdão de todo o coração.
Tu és tão misericordioso: eu te peço todas as graças

que sabes serem necessárias para mim.

Preparamo-nos, agora, para ouvir e acolher a Palavra na nossa vida. Diante da Palavra iluminada, abrimos o coração para acolher o que Deus tem a nos revelar.

Beleza Eterna - Pe. Zezinho, scj



1. Leitura (Verdade)

- O que a Palavra, a Beleza Eterna nos diz?
Vamos ler com atenção: Lc 5,27-32.


Jesus saiu e viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado no lugar onde os impostos eram pagos. Jesus lhe disse:
- Venha comigo.
Levi se levantou, deixou tudo e seguiu Jesus. Então Levi fez para Jesus uma grande festa na sua casa. Havia ali muitos cobradores de impostos, e outras pessoas estavam sentadas com eles. Os fariseus e os mestres da Lei, que eram do partido dos fariseus, ficaram zangados com os discípulos de Jesus e perguntaram:
- Por que vocês comem e bebem com os cobradores de impostos e com outras pessoas de má fama?
Jesus respondeu:
- Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar os justos, mas  os pecadores, a fim de que se arrependam dos seus pecados.

Revendo este texto
Jesus chama um cobrador de impostos para segui-lo: Levi.
O Império Romano dispunha pessoas nativas de cada lugar encarregadas de recolher as taxas de impostos que o povo devia pagar ao Imperador. Essas pessoas, eram odiadas pela população por este serviço prestado aos romanos, não eram bem-vistos. Muitas vezes eram exploradores, desviavam o dinheiro e cometiam injustiças aos próprios conterrâneos. Para agravar a situação ligada ao primeiro mandamento os Judeus eram proibidos por lei divina de tocarem as moedas do Império Romano, pois traziam a esfinge do imperador. Por consequência, os cobradores de impostos, que as manuseavam com frequência, eram considerados pecadores públicos, impuros e mal vistos.
 E Jesus vai tomar refeição na casa de Levi. Isto não foi bem visto pelos fariseus que se escandalizavam de Jesus comer com os pecadores, muito mais com um explorador do povo. Esta foi a oportunidade para Jesus dizer-lhes para que veio, ou seja, para salvar os pecadores.




Foi a minha fé - Pe. Zezinho, scj

2. Meditação (Caminho)

- O que a Palavra diz para mim?
Posso me colocar no lugar de Levi e ouvir o convite de Jesus, deixar tudo e seguir o Mestre. Posso também preparar uma festa e convidá-lo para vir tomar refeição comigo. Posso ainda colocar-me no meio dos fariseus e escribas e ficar observando e julgando as atitudes,  pensando  sempre que sou melhor.
Posso também colocar-me entre os “doentes”, os que precisam do “médico”, os pecadores que precisam de conversão, voltar-se ao amor de Jesus..


3. Oração (Vida)

- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Rezo com toda Igreja a
ORAÇÃO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2020


Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver,
criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo
como um jardim a ser cultivado com amor.

Dai-nos um coração acolhedor para assumir
a vida como dom e compromisso.

Abri nossos olhos para ver
as necessidades dos nossos irmãos e irmãs,
sobretudo dos mais pobres e marginalizados.

Ensinai-nos a sentir verdadeira compaixão
expressa no cuidado fraterno,
próprio de quem reconhece no próximo
o rosto do vosso Filho.

Inspirai-nos palavras e ações para sermos
construtores de uma nova sociedade,
reconciliada no amor.

Dai-nos a graça de vivermos
em comunidades eclesiais missionárias,
que, compadecidas,
vejam, se aproximem e cuidem
daqueles que sofrem,
a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida,
e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.

Por Jesus, o Filho amado,
no Espírito, Senhor que dá a vida.

Amém!

Venha o que vier - Pe. Zezinho, scj

4. Contemplação (Vida e Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Acolho o convite de Jesus, passarei a viver diante de Deus, na alegria de ser seu filho, sua filha, acolhendo-o na minha casa, vivendo na sua presença,  no meu coração e no coração das outras pessoas.

Bênção ( de Dom Sérgio da Rocha)  ou
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

O aceitar o convite de Jesus, levantar-se e segui-lo  é uma questão de amor.  Como nos diz São Paulo no seu Hino.